ARTICULAÇÃO

Camilo destaca as iniciativas para mitigar a propagação do Covid-19 no Estado

Por Marcelo - Em 17 de março de 2020

Camilo destacou as inúmeros ações para reduzir os efeitos do Covid-19                                               Foto: Divulgação

O governador Camilo Santana afirmou que toda a estrutura do Governo do Ceará está envolvida em iniciativas que objetivam mitigar a propagação do Covid-19, em parceria com municípios, entidades de classe, poderes Legislativo e Judiciário, através do Comitê Estadual de Enfrentamento ao Coronavírus.

Ele ressaltou que foram adquiridos mais kits para testes, preparação de unidades de saúde, campanhas educativas, entre outras. O Ceará tem nove casos confirmados, de acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde. Por isso, os servidores com mais de 60 anos, na medida do possível, poderão trabalhar em casa, a fim de evitar riscos de contaminação.

“Estamos antecipando uma série de medidas para mitigar os efeitos dessa infecção no Ceará. Caberá à Sesa coordenar a ações de enfrentamento ao Coronavírus aqui no Ceará. Ficam suspensos eventos públicos com mais de 100 pessoas, as atividades das escolas e universidades da rede pública, bem como a visitação nas unidades prisionais ou de internação do sistema socioeducativo”, disse Camilo.

Reunião contou com a presença dos secretários e de outros poderes

O Estado já liberou recursos visando preparar a rede pública para o atendimento da população. “O Ministério da Saúde disponibilizou 240 kits (de testes) para o Ceará. Nós achamos pouco e estamos adquirindo cinco mil kits dos Estados Unidos. É um teste mais rápido e que sai o resultado em quatro horas”, ressaltou o governador.

E adquiriu, provisoriamente, um hospital privado, em Fortaleza, que estava fechado. “Estamos o equipando todo. Ele tem 200 leitos, sendo 30 de UTI, e esse será um hospital exclusivamente para atender pacientes graves com Coronavírus. Já liberei R$ 45 milhões para a compra desses kits, insumos e preparação dessa rede de atendimento. Definimos 14 equipamentos do Estado, com alas isoladas, para receber pacientes que vão precisar ser internados”, afirmou o chefe do Executivo estadual.

E alertou para a busca por notícias em canais oficiais do Governo, pois a informação deve ser a melhor parceira da sociedade. “É importante vocês entrarem no site da Secretaria da Saúde. Lá tem uma cartilha com informações. O Ceará foi o primeiro estado a montar o plano de contingenciamento. Vamos evitar compartilhar fake news. Não podemos entrar em pânico, é preciso manter racionalidade”, resumiu Camilo Santana.

Mais notícias

Ver tudo de IN Connection