28 de setembro de 2020

AUTOSSUFICIÊNCIA DE URÂNIO

Camilo anuncia investimento privado de US$ 400 milhões para a Mina de Itataia

Mais empregos para os cearenses. Assinamos agora memorando de entendimento entre o Governo do Estado e o Consórcio Santa Quitéria para instalação da Usina de Itataia. O empreendimento em Santa Quitéria irá gerar cerca de 2.500 postos de trabalho diretos e indiretos. Não temos medido esforços para atrair novos investimentos para o Ceará.

Publicado por Camilo Santana em Segunda-feira, 28 de setembro de 2020

O governador Camilo Santana e o secretário de Desenvolvimento e Trabalho, Maia Júnior, participaram na tarde desta segunda-feira (28) da assinatura do Memorando de Entendimentos para a implantação do Projeto da Mina de Itataia, Consórcio Santa Quitéria. Trata-se de um investimento de US$ 400 milhões, até o início de produção.

O empreendimento vai gerar cerca de 2,5 mil empregos diretos, na região do município de Santa Quitéria. Esse projeto dará autossuficiência ao Brasil na produção de urânio, também produzirá sulfato e cálcio, além de movimentar cerca de 2,5 milhões de toneladas nos terminais portuários cearenses.

Camilo foi o primeiro a assinar o Memorando de Entendimentos                    Foto: Divulgação

Camilo ressaltou ter muita esperança e entusiasmo com o protocolo assinado, que terá um forte impacto econômico na geração de empregos, não apenas no Ceará, mas também em diversos setores econômicos do Brasil.
“Cerca de 80% dos fertilizantes utilizados no Brasil são importados, e com esse projeto, vamos melhorar essa questão, já que o Brasil é um celeiro importante de alimentos. Bem como a produção de insumos para a alimentação animal e a autossuficiência do Brasil na produção de urânio. O Ceará tem a tradição de atrair investimentos importantes e cumprir seus compromissos. Vamos garantir uma adutora para levar água para o empreendimento, assim como energia, infraestrutura de rodovias e de capacitação, em parceria com a FIEC”, completou Camilo Santana.

“Daqui a três anos o Ceará deverá estar garantindo a produção de fosfato, de bicálcio e urânio, que vai garantir uma expansão do desenvolvimento do Ceará”, afirmou o titular da Sedet, Maia Júnior. O prefeito de Santa Quitéria, Tomás Figueiredo, também participou da assinatura do memorando, realizada no Palácio da Abolição, afirmando que o projeto trará forte desenvolvimento para o seu município.

O presidente da Fosfatados do Norte e Nordeste S/A, Ricardo Neves de Oliveira, disse que a empresa está muito orgulhosa de poder dar o start nesse projeto, que vai gerar milhares de postos de trabalho para a região de Itataia, além de oferecer a produção de fertilizantes, insumos para alimentação animal e urânio.

“Queria passar em primeira mão para todos, que a partir da semana que vem teremos a primeira equipe de biólogos e zootecnistas para dar início ao trabalho com o objetivo de providenciar o licenciamento ambiental. E esse projeto vai gerar muita riqueza e desenvolvimento para o Ceará”, afirmou Ricardo Neves.

Já o residente das Indústrias Nucleares do Brasil (INB), Carlos Freire Moreira, destacou que a INB vem perseguindo este projeto há muito tempo, pois a nova postura de trabalho, com o apoio do Governo do Ceará e do Governo Federal, tem tudo para o sucesso do projeto. “Itataia representa para a INB o sucesso para a produção de urânio”.

O presidente da FIEC, Ricardo Cavalcante destacou que este é um momento ímpar para o Ceará, após a passagem pela pandemia do novo coronavírus, pois o novo projeto é diferenciado, bem aceito por toda a população residente naquela área do Estado.

“Ficamos felizes por entender que precisamos muito desse projeto, pois para nós que fazemos a FIEC, Sesi, Senai e IEL, nos colocamos à disposição para fazermos a qualificação dos futuros profissionais que irão trabalhar nesse projeto que é um sonho para todos nós”, afirmou.

Lilian Mascarenhas, secretária-adjunta de Geologia, do Ministério de Minas e Energia, representou o ministro Bento Albuquerque, na apresentação desse projeto que é de grande relevância não apenas para o Ceará, como para o Brasil. “Este é um projeto repaginado, que recebe uma revisão dos seus procedimentos tecnológico, proporcionando uma melhor opção de reuso da água, numa região que precisa tanto deste produto, tornando o País autossuficiente na produção de urânio, sendo também muito importante para o desenvolvimento regional”, asseverou.

Assista ao complemento do vídeo:

(Cont) Mais empregos para os cearenses. Assinamos agora memorando de entendimento entre o Governo do Estado e o Consórcio Santa Quitéria para instalação da Usina de Itataia. O empreendimento em Santa Quitéria irá gerar cerca de 2.500 postos de trabalho diretos e indiretos. Não temos medido esforços para atrair novos investimentos para o Ceará.

Publicado por Camilo Santana em Segunda-feira, 28 de setembro de 2020

Mais notícias

Ver tudo de IN Connection