17 de abril de 2020

PREVENÇÃO

Camilo anuncia chegada de 20 UTIs ao Ceará e expansão do Samu no interior

Equipamentos de UTI foram trazidos pelo Governo do Ceará                                                                             Foto: Divulgação

O governador Camilo Santana anunciou, na tarde desta sexta-feira (17), a chegada ao Ceará de mais 20 conjuntos para equipar Unidades de Terapia Intensiva (UTI), que estavam em São Paulo e terão atuação importante no combate à pandemia de coronavírus no Ceará.

“Recebemos mais 20 UTIs para reforçar nossa rede pública de atendimento. Os equipamentos estavam em São Paulo e foram trazidos de avião pelo Governo do Ceará. Agradeço ao Governo Federal, através do Ministério da Saúde, pelo envio”, afirmou.

Samu

Samu Ceará tem sido ampliado em todo o interior

O chefe do Poder Executivo estadual também destacou, em suas redes sociais, a ampliação de bases do Samu em todo o Estado, que somente este ano já contemplou 29 municípios. O mais recente foi Ipu, que recebeu uma ambulância UTI e uma outra ambulância básica na sua base regional recém-construída.

“Novas bases serão abertas nos próximos dias, quando o Ceará passará a ter 100% de cobertura do Samu para atender à nossa população. Desejo boa sorte aos 433 novos profissionais, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e condutores socorristas, e agradeço aos municípios e Governo Federal pela parceria”, salientou.

Transparência

Outro ponto positivo na área da saúde é que o Ceará está em primeiro lugar no Índice de Transparência da Covid-19, de acordo com ranking divulgado pela Open Knowledge Brasil (OKBR), que analisa a qualidade da apresentação dos dados sobre a situação epidemiológica da pandemia de coronavírus no País.

O IntegraSUS, plataforma de transparência da Secretaria da Saúde do Ceará, foi a ferramenta avaliada pela OKBR. Em uma semana, o Estado avançou 35 pontos (9 a 16 de abril). Agora, o Ceará soma a pontuação 95, considerada nível alto.

“Uma das primeiras coisas em avançar é a gente reunir vários dados. Isso fala muito da nossa Vigilância Epidemiológica e Laboratorial, como a gente está conseguindo juntar essas bases para produzir esses dados e disponibilizá-los da forma mais acessível, para as pessoas usarem e interagirem com eles”, destacou a secretária executiva da Vigilância e Regulação da Sesa, Magda Almeida.

O levantamento analisa conteúdo, formato e nível de detalhamento das informações que são disponibilizadas diariamente, pelos 26 estados brasileiros, além do Distrito Federal.

 

Boletim Epidemiológico do Ceará atingiu a liderança no ranking, pela quantidade e clareza dos dados publicados

 

Mais notícias

Ver tudo de IN Connection