PIONEIRISMO COM A EDP BRASIL

Camilo anuncia a construção da primeira usina de Hidrogênio Verde no Pecém

Por Marcelo - Em 1 de setembro de 2021

O governador Camilo Santana recebeu nesta quarta-feira (1) o CEO e o vice-presidente da EDP Brasil, João Marques da Cruz e Luiz Otávio, respectivamente, no Palácio da Abolição, para anunciar a construção da primeira usina de produção de Hidrogênio Verde do Brasil, na área do Complexo do Pecém, com um investimento de R$ 42 milhões e com capacidade de produção de 3 megawatts, um projeto-piloto.

João Marques, Camilo Santana e Maia Júnior durante o anúncio                        Foto: Divulgação

“A notícia boa é que ela já deverá operar em dezembro do ano que vem. E o mais importante é que já anunciamos a assinatura de vários protocolos de entendimento com outras empresas, mas este já é o anúncio da construção de um projeto aqui no Estado, um importante empreendimento que vai abrir as portas do Ceará para o mundo, na área do Hidrogênio. O Ceará está se tornando a casa do Hidrogênio Verde. Mais investimentos e empregos para os cearenses”, destacou Camilo.

João Marques disse que o Ceará é um estado que acolhe os investimentos privados, neste caso de transição energética. E que a usina é um investimento de pesquisa e desenvolvimento, que vai capacitar centenas de pessoas para esta nova fase da energia. Lembrando que este é um investimento real e que a empresa pretende fazer outros aqui no Ceará e no Brasil.

“E temos muito orgulho de utilizar o Hidrogênio numa central a carvão, que tem uma carga negativa de emissões. Mas é possível fazer a mitigação dessas emissões, modernizar centrais a carvão, substituir combustíveis que liberam carbono por Hidrogênio Verde. Por isso termos um projeto desses, único no Brasil e serão as primeiras moléculas de H2V produzidas aqui”, salientou o CEO da EDP Brasil.

Também participaram o secretário de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Maia Júnior; o presidente do Complexo do Pecém, Danilo Serpa, e a secretária-Executiva da Sedet, Roseane Medeiros. “Esse é mais um largo passo que a gente dá para tornar o Ceará um dos grandes produtores do mundo de Hidrogênio Verde. Esse projeto adere o Ceará ao Acordo de Paris, para colocar o Estado na vanguarda do Brasil, com relação à descarbonização da nossa atmosfera”, disse Maia Júnior.

O presidente do Complexo do Pecém ressaltou a parceria da EDP com o Porto do Pecém, onde movimentou mais de 8,6 milhões de toneladas nos últimos cinco anos. “Acreditando mais ainda no Pecém anunciou esse investimento pioneiro no Brasil e no mundo e, mais uma vez o Ceará sai na frente em algo que será uma revolução para o mundo na questão sustentável”, explicou Danilo Serpa.

Assista ao vídeo:

https://www.facebook.com/1563383537227567/videos/531698777903964

Mais notícias

Ver tudo de IN Connection