Notas
25 de julho de 2017

Ceará firma acordo com Portugal para preservação da Renda de Bilro como Patrimônio Cultural

Sempre buscando a valorização e a divulgação do trabalho das artesãs do Ceará, a primeira-dama do Estado, Onélia Leite de Santana e o secretário do Trabalho e Desenvolvimento Social, Josbertini Clementino, assinaram acordo com a presidente da Câmara de Vila do Conde, em Portugal, Maria Eliza Ferraz, com o objetivo de promover a troca de saberes entre o Estado e a cidade portuguesa na manutenção e preservação da Renda de Bilro como Patrimônio Cultural. 

O ato foi realizado durante solenidade de abertura da 40ª edição da Feira Nacional de Artesanato de Vila do Conde (FNA 2017), na Região Metropolitana do Porto. O compromisso deverá viabilizar novas ações entre Ceará e Vila do Conde como intercâmbio entre rendeiras e realização de exposições conjuntas reunindo rendas de bilro dos dois locais.

O Ceará, considerado referência no desenvolvimento de políticas públicas para o fomento do artesanato, deverá disponibilizar informações sobre a estruturação e funcionamento do Sistema de Certificação da Autenticidade dos Produtos Artesanais e do Reconhecimento das Obras de Arte Popular Cearenses. Já a cidade lusitana fornecerá informações sobre a Escola Municipal de Rendas de Bilro de Vila do Conde. 

A comitiva cearense apreciou também uma das mais antigas tradições do artesanato português, durante visita ao Museu das Rendas de Bilros da cidade. Instalado na Casa do Vinhal, típico solar urbano do século XVIII, o local abriga a maior renda de bilros do mundo, certificada pelo “Guiness World Records”, e apresenta ao vivo o trabalho das rendilheiras que, num recanto cheio de luz, mostram a perícia na arte de dedilhar os bilros.

Maria Eliza Ferraz, Onélia Leite de Santana e Josbertini Clementino

Foto: Divulgação

Deixe seu comentário

Siga o @BaladaIN no Instagram