Negócios
22 de novembro de 2019

SECRETARIADO

Roberto Cláudio planeja metas dos últimos 13 meses da gestão

Reunião com secretários traçou as estratégias para o final do mandato de RC                              Foto: Divulgação

O prefeito Roberto Cláudio presidiu a quarta Reunião de Secretariado da Prefeitura de Fortaleza de 2019, para fazer um balanço do penúltimo ano de seu segundo mandato e destacou a necessidade de se trabalhar de forma integrada para que todas as obras sejam entregues.

“Esta é uma reunião importante, porque a gente tem ainda 13 meses e meio para entregar a gestão e estamos administrando o maior pacote de investimentos da cidade de Fortaleza. Isso demanda muita capacidade de trabalho integrado, muito planejamento para poder, de fato, entregar à população as creches, escolas, reformas de hospitais, postos de saúde, novas contratações de médicos, obras viárias e reforma de espaços públicos”, disse.

O titular da Segov, Samuel Dias, realizou apresentação sobre o Programa Mais Ação. Ele exibiu números, metas que já foram batidas e o planejamento para o último ano de gestão. “A Prefeitura está pronta para executar essa grande quantidade de ações, mais de 700 espalhadas por toda a cidade, e são ações para quem mais precisa”, salientou.

Cada secretário falou sobre os projetos da sua Pasta inseridos no Programa Mais Ação. “Ele é a concretização de um planejamento ainda da primeira gestão e que culminou com mais de R$ 2 bilhões, que já estão no caixa da Prefeitura, destinados a obras em bairros mais vulneráveis. Estamos trabalhando para começar o que não foi iniciado e, principalmente, entregar as ações que já foram iniciadas“, afirmou o prefeito.

Saúde

Novos médicos serão contratados pela Prefeitura

Durante o encontro, o prefeito sancionou a lei que vai garantir mais contratações para a área da Saúde. Serão 54 médicos para os Frotinhas e 600 profissionais para o Instituto José Frota. “Mais importante que as obras é a gente ter profissionais contratados. Em tempo recorde, a Câmara Municipal aprovou a mensagem de criação de vagas e pudemos contratar e repor equipes que estavam incompletas”, asseverou Roberto Cláudio.

Deixe seu comentário

Siga o @BaladaIN no Instagram