14 de maio de 2020

COM RESPONSABILIDADE

João Guimarães classifica pandemia de “calamidade” e cobra retorno ao trabalho

João Guimarães defende o respeito às idiossincrasias                      Foto: Portal IN News

O presidente da Associação Comercial do Ceará, empresário João Guimarães, afirmou que nos 154 anos de intenso e contínuo trabalho em defesa dos setores produtivos, a entidade vivenciou as mais diferentes crises, mas classificou a pandemia do coronavírus como uma “verdadeira calamidade”.

Em Carta Aberta, ressaltou que a ACC tem sido testemunha da resiliência e criatividade do povo cearense na superação dos mais difíceis flagelos. E propõe à sociedade cearenses que seja retomado o curso das atividades laborais, respeitando as orientação da OMS, Ministério da Saúde, além das secretarias de Saúde do Estado e dos municípios.

“Não há exercício da cidadania sem o experimento correto do trabalho e a sua consequente geração de renda. Não há preservação da saúde sem disponibilidade dos recursos essenciais à sua prevenção, manutenção da qualidade de vida e preservação do equilíbrio emocional e intelectual”, afirmou, no documento.

Por esse motivo, decidiu vir a público para defender o retorno gradual e responsável das atividades econômicas no Estado, desde que sejam respeitadas as idiossincrasias de cada região, cada cidade, cada bairro, e sob a orientação criteriosa do Governo do Ceará.

“Entendemos que a medida equilibrada da retomada dos negócios exige um corpo de empresários conscientes do seu papel e verdadeiramente responsáveis pelas pessoas que com eles trabalham, aliados a um governo justo e soberano, mas solidário a todos os segmentos sociais, comprometido tanto com a saúde integral da população, quanto com a saúde econômica do Estado”, asseverou João Guimarães.

Mais notícias

Ver tudo de Negócios