3 de julho de 2020

MAIS RICO DO MUNDO

Jeff Bezos tem sua fortuna alçada ao patamar recorde de US$ 172 bilhões

Fortuna de Jeff Bezos se aproxima da marca de R$ 1 trilhão                      Foto: Divulgação

O CEO da Amazon, Jeff Bezos, está nadando de braçada durante a pandemia do novo coronavírus, enquanto muitos empresários amargam prejuízos consideráveis. Isso porque a gigante do comércio eletrônico teve o valor de suas ações catapultado pela aumento significativo do e-commerce em todo o mundo. Apesar do cenário desafiador internacional, ele conseguiu somar US$ 56,7 milhões à sua fortuna este ano.

Com as medidas restritivas de circulação, muita gente passou utilizar as compras pela internet para resolver suas necessidades do dia a dia, fazendo com que a fortuna de Bezos, que já era a maior do mundo, atingisse o patamar de US$ 172 bilhões nos últimos dias, o que equivale a aproximadamente R$ 921 bilhões, um novo recorde.

Com o fechamento das lojas físicas imposto pela Covid-19, e a tendência de alta do e-commerce que já vinha sendo registrada nos últimos ano, fez com que o cofre do norte-americano ficasse um pouco mais cheio, de acordo com um levantamento realizado pelo Bloomberg Billionaries Index.

Apesar disso, nem tudo são flores no dia a dia do multibilionário. É que a sua companhia tem sofrido diversas ações trabalhistas na Alemanha, por supostamente não estar adotando as medidas preventivas necessárias para proteger seus funcionários de possíveis contaminações.

E, nos Estados Unidos, a Amazon vem sendo acusada do mesmo tipo de conduta, além de que o seu setor de recursos humanos da estaria “abafando” a problemática da Covid-19 em suas centrais de distribuição, que recebem encomendas do mundo todo, especialmente da região asiática.

Mais notícias

Ver tudo de Negócios