24 de setembro de 2020

PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS

Beach Park contemplado com certificado de empresa que mais inclui no Ceará

Um levantamento realizado pelo Instituto de Desenvolvimento do Trabalho revelou que o Beach Park está em 1º lugar e contemplou o empreendimento com o certificado “Empresa completa, Empresa que inclui”. Trata-se de um reconhecimento da organização às empresas que mais incluíram profissionais com necessidades especiais em suas atividades, fortalecendo o compromisso com a inclusão social para o trabalho.

Beach Park recebeu o reconhecimento do IDT                                                  Foto: Divulgação

Devido à pandemia de Covid-19, a cerimônia aconteceu de forma online, via transmissão pelo YouTube do IDT, nesta quarta-feira (23). Esse é o segundo ano, desde 2017, que o Beach Park é agraciado em primeiro lugar pelo certificado. Em outras edições, a empresa sempre figurou nas primeiras três colocações.

A 10ª edição da certificação contemplou um total de 20 empresas que mais contrataram profissionais com necessidades especiais por meio das unidades do Sine/IDT no ano de 2019. O evento também celebra o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, comemorado no última segunda-feira (21).

“É com muita satisfação que recebemos o primeiro lugar. Somos muitos felizes e gratos ao IDT pelo reconhecimento, e principalmente à parceria firmada ao longo desses dez anos”, afirmou Glória Gonçalves, analista de Recrutamento e Seleção, que representou o Beach Park na premiação.

Exemplo

A inclusão de funcionários com deficiência é obrigatória pelas empresas, segundo o artigo 93 da Lei n° 8213/91 instituída pelo Governo Federal. Para organizações de grande porte como o Beach Park, a meta de funcionários com deficiência estabelecida é de 5%. Desses colaboradores, destaque para Karizia Silva Lemos, 26 anos, formada em Gestão de Recursos Humanos, graduanda em Psicologia e atualmente analista de Desenvolvimento e Treinamento na área de Recursos Humanos do Beach Park.

Com apenas 20% da visão do olho esquerdo (devido à toxoplasmose que sua mãe teve durante a gravidez), Karízia iniciou na empresa como jovem aprendiz ainda no ano de 2012, sendo efetivada no cargo de auxiliar de RH (2013), avançando para assistente de RH (2015) e, posteriormente, analista de Recrutamento e Seleção Jr (2017).

“O que falo é que, aqui, nunca fui tratada como diferente por ter uma deficiência. Tive as mesmas oportunidades de crescimento que os outros, em diversas áreas no RH, com os mesmos desafios. E aprendi muito. Quando iniciei minha carreira, aos 17, eu nem sabia o que era Recursos Humanos. O Beach Park me deu a oportunidade de aprender e crescer. E me sinto realmente realizada no meu trabalho aqui”, avalia Karizia.

Mais notícias

Ver tudo de IN Business