30 de julho de 2020

OPORTUNIDADE IMOBILIÁRIA

Banco do Brasil leiloa imóveis em todo o Brasil com descontos que chegam a 60%

Encerra nesta sexta-feira (31) o prazo para quem quiser adquirir um imóvel com até 60% de desconto em todas as regiões do País, por meio da plataforma www.seuimovelbb.com.br, do Banco do Brasil, reunindo ativos recuperados pelo BB e que voltam ao mercado a preços diferenciados. Criado para democratizar o acesso ao mercado imobiliário, o canal reúne cerca de 766 imóveis que serão leiloados.

Esse apartamento triplex está situado em São Paulo                        Foto: Divulgação

Os valores dos ativos, que vão desde casas e apartamentos até salas comerciais, e terrenos, estão entre R$ 20 mil e R$ 7,12 milhões. Há, por exemplo, um apartamento triplex com 146,37m² de área total

no Residencial Loft Evolution Itaim, no bairro Itaim Bibi, em São Paulo, avaliado em R$ 1,18 milhão e que está com deságio de 23% e à venda por R$ 913.919,00. E com mais 3% de desconto para pagamento à vista.

O imóvel mais caro disponível para a venda é um loteamento com 130,27 hectares em Marituba (PA), que foi avaliado em R$ 12,89 milhões e com lance mínimo de R$ 7,12 milhões, um deságio de 45%. No Ceará estão disponíveis apenas oito casas de pequeno porte, em cidades interioranas.

“A venda desses imóveis que estão na plataforma é uma oportunidade única e, em um momento de tanta instabilidade, é garantia de procedência e segurança”, afirmou Marcelo Prata, fundador da Resale, startup contratada pelo BB e responsável pela plataforma de venda digital.

Dentre as regiões que mais se destacam tanto no número de imóveis quanto no desconto estão a Sudeste do Brasil, com 326 imóveis e descontos de até 50%, e a Centro-Oeste, com 154 ativos e possibilidade de os comprador obter uma redução de até 60% do valor.

Para saber o que está à venda, além de obter outras informações, o usuário deve acessar www.seuimovelbb.com.br e aplicar os filtros de acordo com o seu interesse, por região, tipo de imóvel, valor ou situação (ocupado ou desocupado).

Mais notícias

Ver tudo de Negócios