4 de agosto de 2020

EM BRASÍLIA

Luizianne Lins diz que TSE deveria cassar a chapa do presidente Jair Bolsonaro

A deputada federal Luizianne Lins repercutiu no plenário virtual da Câmara dos Deputados a investigação que revelou e existência de um possível esquema criminoso de disseminação de fake news operado por assessores do Planalto e ligados à família Bolsonaro.

Luizianne também quer a instalação da CPI da Cloroquina                     Foto: Divulgação

Ela afirmou que há fortes indícios de que a máquina que espalha desinformação funciona desde as eleições de 2018. “Já existem evidências suficientes para que o TSE casse a chapa Bolsonaro-Mourão por fraude e manipulação do debate público”, ressaltou.

CPI da Cloroquina

Luizianne também assinou o requerimento do deputado Rogério Correia para a instalação de uma CPI para investigar a superprodução de cloroquina como parte do enfrentamento ao coronavírus no Brasil; bem como a distribuição e os custos da fabricação do medicamento.

Segundo a parlamentar, um dos pontos que justificam a instalação da CPI é a não há evidência científica de que a cloroquina é eficaz no tratamento da Covid-19. A Organização Mundial da Saúde já anunciou a retirada da hidroxicloroquina de seus testes contra a doença.

Mesmo assim, o presidente Jair Bolsonaro segue fazendo propaganda e incentivando as pessoas a tomarem o medicamento. O Laboratório Químico e Farmacêutico do Exército produziu cerca de 3 milhões de comprimidos de cloroquina 150 mg.

“A quem interessa essa superprodução de um remédio que não tem comprovação científica para tratar a Covid-19? Aprova já CPI da Cloroquina na Câmara. É urgente investigar por que Bolsonaro virou garoto propaganda do remédio e a superprodução do medicamento no Laboratório do Exército”, completou Luizianne Lins.

Mais notícias

Ver tudo de IN Connection