29 de abril de 2021

ECONOMIA VERDE

George Lima acredita que o Ceará será o maior polo de energia renovável do País

Sendo a economia verde e a preservação do meio ambiente suas principais bandeiras, o deputado estadual George Lima (PV) deu entrada nesta quinta-feira (29), no projeto de lei nº 182/21, com o objetivo de instituir o Programa de Atração e Apoio à Geração de Energias Renováveis do Ceará. Segundo o parlamentar, o Estado precisa valorizar o potencial que a natureza lhe concedeu e se antecipar na disputa pela atração de investidores qualificados, maximizando os benefícios socioeconômicos, ao passo que preserva seus ativos naturais.

George Lima que que a energia limpa seja uma política pública                       Foto: Divulgação

“O objetivo principal do projeto é aproveitar os recursos naturais que praticamente todo o Ceará tem – o sol e os ventos -, transformando-os em economia real para as comunidades. Por terem energias renováveis em abundância, nos dias de hoje, nossos municípios estão mais preparados para atrair investimentos nacionais e internacionais”, afirmou George Lima.

A proposta visa também melhorar a qualidade de vida da população cearense, com a geração de energia através das fontes limpas – eólica e solar fotovoltaica, promovendo uma distribuição mais uniforme, ampliando a visibilidade do Ceará para investimentos de empresas comprometidas com a sustentabilidade. Especialmente para o interior do Estado, o que promoverá mais emprego e renda.

George destaca, ainda, que o PL não terá impacto orçamentário, pois para sua implementação serão utilizados os recursos disponíveis e estrutura já existente no Poder Executivo estadual. “Além disso, torna os nossos municípios mais competitivos. E queremos que a geração de energia limpa seja transformada numa política pública, promovendo o desenvolvimento da economia verde. Tenho certeza que o Ceará pode vir a se transformar num polo global de produção de energias renováveis”, salientou o deputado.

“O projeto contempla todos os municípios cearenses, pois eles têm os recursos naturais capazes de produzir energias renováveis e, através delas, se desenvolve a economia local e regional com criações, plantações e atração de investimentos. A energia é o ponto fundamental, além disso, não ficamos na dependência de uma matriz energética apenas”, completou George Lima.

Mais notícias

Ver tudo de IN Connection