31 de março de 2020

R$ 8 BILHÕES

Ciro Nogueira defende unificação das eleições e doação de recursos para o combate à pandemia do coronavírus

O senador Ciro Nogueira defende que as eleições que estão marcadas para outubro próximo sejam adiadas por dois anos, a fim de que os R$ 2 bilhões do fundo eleitoral, além do custo do processo, que supera esta cifra, possam ser doados para o combate ao coronavírus no País.

Ciro Nogueira acha que R$ 8 bilhões seriam úteis                          Foto: Divulgação

Ele defende, ainda, que no caso do adiamento do processo eletivo, uma vez que desta forma não haveria demanda para a Justiça Eleitoral, os valores destinados a ela, da ordem de R$ 8 bilhões, poderiam ser reduzidos à metade e também encaminhados para a saúde.

“Se somarmos tudo, teríamos recursos no montante de R$ 8 bilhões para doarmos para a saúde de nosso País. Seria muito mais importante que termos eleições este ano”, afirmou Ciro Nogueira, que é presidente nacional do Progressistas.

Ele ressalta que a pandemias do coronavírus colocou as democracias mundiais frente a desafios conflitantes, como restringir o direito básico de ir e vir de seus cidadãos, mas em prol de um bem maior, a sobrevivência da humanidade.

“Precisamos fazer tudo para preservarmos o maior número de vidas e, depois dessa pandemia sanitária, fazer de tudo para dar suporte aos necessitados – dezenas de milhões – que serão duramente atingidos pela pandemia econômicas de um mundo paralisado em todas as suas cadeias produtivas”, asseverou o senador.

E defende a unificação do calendário eleitoral no País. “Há muito se discute a importância de se unificar as eleições no Brasil, fazendo coincidir todas as eleições, em todos os níveis, num ano só. A tragédia permite a correção dessa velha e sempre adiada solução”, concluiu Ciro Nogueira. (Com informações do Poder 360)

Mais notícias

Ver tudo de IN Connection