Em alusão ao Mês das Crianças, a Orquestra Ouro Preto desembarca neste fim semana em Fortaleza para um espetáculo cheio de magia e encanto. Nos dias 18 e 19 outubro, altinhos e baixinhos vão assistir à apresentação de "O Pequeno Príncipe”, às 19h, no Cineteatro São Luiz.

A adaptação foi cuidadosamente feita pelo diretor artístico e regente titular da Orquestra Ouro Preto, o Maestro Rodrigo Toffolo, com a trilha sonora de Tim Rescala, um dos mais premiados compositores brasileiros. O concerto Pequeno Príncipe é um trabalho multimídia, explorando a linguagem do teatro de bonecos do grupo Pigmalião Escultura que Mexe.

Assim como a obra original, o espetáculo apresenta uma aventura cheia de simbolismos, onde a coragem para as novas descobertas e o valor de contemplar as pequenas coisas se encontram em uma narrativa repleta de musicalidade. A manipulação dos bonecos a inserção de sonoridades e timbres de diferentes instrumentos merecem destaque e buscam representar, na música, os acontecimentos que se dão em cena.

Os ingressos já estão a venda na bilheteria do local e por meio do site Tudus.com.

 O Pequeno Príncipe

Foto: Divulgação

Prestes a estrear nas sete décadas, Raimundo Fagner vai ganhar um presente especial no próximo dia 13, data que celebra sua troca de idade. É que os alunos da Fundação Raimundo Fagner levarão um verdadeiro espetáculo para o palco do Cineteatro São Luiz, encenando “Fagner - O Musical”.

Com regência do maestro Eduardo Júlio Saboya, os 65 integrantes da Orquestra e do Coro da instituição se apresentam às 18h, com um repertório de 12 canções escolhidas a partir das histórias das letras do artista. Após o espetáculo, é a vez do aniversariante subir ao palco para interpretar seus maiores sucessos para o público. 

O musical, elaborado pelo projeto pedagógico da FRFagner Aprendendo com Arte, foi premiado nacionalmente em 2009 na categoria Grande Porte e pelo Itaú Unicef. Para assistir o espetáculo, basta se dirigir até a bilheteria do cineteatro e garantir seu ingresso gratuito a partir do dia 08 de outubro.

Detalhe: no dia da apresentação, a organização pede para que o público leve junto com seu ingresso uma lata de leite ninho, ato simbólico para o acesso livre ao equipamento cultural.

Raimundo Fagner

Foto: Reprodução

Já virou tradição! Ano sim, outro também, Waldonys reúne fãs e amigos para celebrar a nova idade em um show especial. E, como não poderia deixar de ser, o cantor vai festejar seu aniversário este ano no palco do Teatro RioMar Fortaleza, no próximo dia 14, às 20h.

Além da sessão sopro de velinhas, o show vai homenagear Luiz Gonzaga, seu padrinho de profissão. No Palco, Waldonys vai interpretar os clássicos do o rei do Baião, além de grandes sucessos de sua carreira.

O momento também vai celebrar uma de suas mais nobres missões: se apresentar na cerimônia de canonização de Irmã Dulce, no dia 13 de outubro no Vaticano, ao lado da cantora baiana Margareth Menezes. Algumas das músicas escolhidas para a ocasião devem entrar no repertório do show de aniversário.

Waldonys

Foto: Divulgação 

  • Teatro do RioMar Fortaleza
    Teatro do RioMar Fortaleza

O Cineteatro São Luiz recebe, na noite desta sexta-feira (6), os realizadores de longas-metragens nacionais e internacionais, curtas nacionais e cearenses, que concorrem nas mostras competitivas do Cine Ceará, para a cerimônia de premiação da 29º edição do Festival Ibero-americano de Cinema.

A solenidade acontece às 19h30 e, na ocasião, o ator Matheus Nachtergaele será homenageado com o Troféu Eusélio Oliveira. Após a entrega da honraria, os convidados assistem a uma exibição especial do longa “Pacarrete”, do diretor cearense Allan Deberton, Inspirado em uma história real e ganhador de oito Kikitos no Festival de Gramado. 

Este ano, o Cine Ceará bateu recorde de inscritos, recebendo mais de 1.271 filmes de 12 países. Disputam o Troféu Mucuripe na Mostra Competitiva Ibero-americana de Longa-metragem os filmes “Canção Sem Nome”; o documentário “Ressaca”; “Notícias do Fim do Mundo”; “Vozes da Floresta”; “Luciérnagas”; “A Viagem Extraordinária de Celeste Garcia” e “Greta”, do cearense Armando Praça, que estreou no Festival de Berlim.

Na noite de encerramento, também serão anunciados os vencedores na Mostra Competitiva Brasileira de Curta-metrage e nas Mostras Olhar do Ceará e Água e Futuro.

Cineteatro São Luiz

Foto: Reprodução 

A programação da “Bienal fora da Bienal” segue com eventos em diversos pontos da cidade. Um deles, o Cineteatro São Luiz, recebe nesta quarta-feira (21) o espetáculo Caio do Céu, da Companhia de Solos & Bem Acompanhados.

A peça, com a participação de Deborah Finocchiaro, expõe e questiona os valores da sociedade e, principalmente, as questões da alma humana, da morte e da vida. O roteiro prioriza parte da obra que valoriza a vida em todos os seus aspectos, apresentando também uma face pouco conhecida de Caio Fernando Abreu: um homem vibrante e solar, que se revela desperto para o milagre da existência diante da iminência da morte.

A sessão faz parte da programação do “Curta Mais Teatro” na Bienal do Livro e acontece às 19h. Os ingressos estão à venda na bilheteria do local e pelo site Tudus.com

Cineteatro São Luiz

Foto: Reprodução