Reconhecendo a contribuição para a cultura nacional de críticos, artistas, pesquisadores, instituições e personalidades das artes visuais, a Associação Brasileira de Críticos de Arte realiza, no próximo dia 28 de maio, a entrega do Prêmio Ciccillo Matarazzo ao galerista e curador Max Perlingeiro.

Compondo um seleto grupo de personalidades mais atuantes no meio artístico do país, Max foi reconhecido pela sua contribuição para a cultura nacional no ano de 2018 e, por isso, será homenageado com o prêmio durante cerimônia solene no teatro do Sesc Vila Mariana, em São Paulo.

Com mais de 40 anos de trajetória na arte, o sócio da Galeria Multiarte, que também está no comando da Pinakotheke Cultural São Paulo, se tornou um relevante divulgador dos movimentos artísticos do país ao assinar a curadoria de exposições marcantes. A mais recente, “Estética de uma Amizade”, foi aberta em março, na Pinakotheke, e conta a história da relação de amizade entre o pintor Alfredo Volpi e do escultor Bruno Giorgi. 

Max Perlingeiro

Foto: Balada In

Max Perlingeiro está entre as personalidades mais atuantes no meio artístico do país. É que o galerista e curador acaba de receber o Prêmio Ciccillo Matarazzo pela Associação Brasileira de Críticos de Arte, em reconhecimento a sua contribuição para a cultura nacional no ano de 2018. 

Com mais de 40 anos de trajetória na arte, o sócio da Galeria Multiarte, que também está no comando da Pinakotheke Cultural São Paulo, se tornou um relevante divulgador dos movimentos artísticos do país ao assinar a curadoria de exposições marcantes. A mais recente, “Estética de uma Amizade”, foi aberta em março, na Pinakotheke, e conta a história da relação de amizade entre o pintor Alfredo Volpi e do escultor Bruno Giorgi. 

No próximo dia 28 de maio, Max Perlingeiro vai receber o troféu do prêmio ABCA, criado pela artista Maria Bonomi, durante cerimônia solene no Teatro do SESC Vila Mariana.

Max Perlingeiro

Foto: Balada In