Newsedan Apoio

Luto no jornalismo brasileiro: morre Ricardo Boechat

11 de Fevereiro de 2019 . Por Gabriela Santiago

O jornalismo brasileiro está em Luto. Ricardo Eugênio Boechat, jornalista, apresentador e radialista faleceu no inicio da tarde desta segunda-feira (11), em São Paulo, após a queda de um helicóptero em um trecho do Rodoanel que dá acesso à rodovia Anhanguera, na zona oeste da cidade.

Boechat estava retornando de uma palestra em Campinas, no interior do estado, e deveria pousar no heliponto da Band, no Morumbi. Além dele, mais duas outras pessoas faleceram após a aeronave bater na parte dianteira de um caminhão que transitava na via. O chamado de socorro foi feito às 12h14, quando foram enviadas onze viaturas para o local.

Pelo seu perfil oficial no Twitter, o presidente Jair Bolsonaro se manifestou e prestou condolências à família do jornalista. “É com pesar que recebo a triste notícia do falecimento do jornalista Ricardo Boechat, que estava no helicóptero que caiu hoje em SP. Minha solidariedade à família do profissional e colega que sempre tive muito respeito, bem como do piloto. Que Deus console a todos!”, escreveu ele.

Além de ancora do Jornal da Band, o jornalista também fazia parte da rádio BandNews FM e era colunista da revista IstoÉ. Recordista em vitórias no Prêmio Comunique-se, ele foi o único a ganhar em três categorias diferentes: Âncora de Rádio, Colunista de Notícia e Âncora de TV.

Ricardo Boechat deixa seis filhos.

Ricardo Boechat

Foto: Reprodução 

Chanceler Airton Queiroz morre aos 70 anos

03 de Julho de 2017 . Por Helena Demes

O chanceler da Universidade de Fortaleza (Unifor), Airton José Vidal Queiroz, faleceu no último domingo (02), às 23h30min, no hospital Monte Klinikum em Fortaleza, aos 70 anos. Viúvo de Celina Leal Queiroz deixa dois filhos, Patrícia Queiroz de Castro e Edson Queiroz Neto, e seis netos. Seu corpo foi cremado ao meio dia desta segunda-feira e as cinzas entregues aos seus filhos, após cerimônia no Jardim Metropolitano.

Airton Queiroz assumiu a direção executiva do Grupo Edson Queiroz (GEQ) aos 36 anos, em 1982, após a morte prematura de seu pai, Edson Queiroz. Com o apoio da mãe, D. Yolanda Queiroz, ele consolidou e multiplicou os negócios do conglomerado empresarial fundado pelo pai, um dos 100 maiores grupos do País.

Uma das suas atuações mais marcantes ocorre na Universidade de Fortaleza, (Unifor), eleita a melhor universidade particular do Norte/Nordeste. Tinha uma preocupação muito grande com a educação superior e foi um difusor cultural e amante das artes.

Chanceler Aiton Queiroz

Foto: Balada In

  • Airton e D. Yolanda Queiroz
    Airton e D. Yolanda Queiroz

A comédia "Morte Acidental de um Anarquista" com os atores Dan Stulbach, Henrique Stroeter, Marcelo Castro, Riba Carlovich e Maira Chasseraux e direção de Hugo Coelho estreia no Teatro do RioMar Shopping. Baseado em fatos reais, a comédia mais famosa do dramaturgo e ator italiano Dario Fo, Prêmio Nobel de Litaratura de 1997, diverte e esclarece, aprofunda e critica a vida e a nossa sociedade. 

Dan Stulbach interpreta o louco, cuja doença é representar pessoas reais, e acaba detido por falsa identidade.  Na delegacia, se passa por um falso juiz na investigação do misterioso caso do anarquista. A polícia afirma que ele teria se jogado pela janela do quarto andar.  A imprensa e a população acreditam que foi jogado. O que teria acontecido realmente? O louco vai enganando um a um, assume várias identidades e, brincando com o que é ou não é real, desmonta o poder e acaba descobrindo a verdade de todos nós.

Interessou? Ela estará em cartaz nos dias 23 e 24 de julho, sábado às 21h e domingo às 20h. Já anota aí na sua agenda!