Primeiro brinquedo fashionista e empoderado do planeta, Barbie faz sucesso por onde passa, ditando moda e fazendo parte de grandes momentos da humanidade há 60 anos. Com o intuito de celebrar o marco, a curadora e colecionadora Priscila Cavalcante abre a exposição Agulha de Ouro Barbie, nesta terça-feira (8), na CasaCor Ceará.

A mostra reúne 500 exemplares da Barbie, dentre elas, uma réplica da primeira boneca, criada em 1959 pelo casal Ruth e Elliot Handler. Além dela, o público poderá encontrar a linha Barbie Fashionistas 2019, que contempla bonecas com variados tons de pele, estilos de cabelo e formas físicas e as versões de cadeira de rodas e com prótese de perna, criadas para representar as crianças portadoras de deficiência.

O coquetel de abertura acontece na praça de alimentação da mostra, a partir das 19h, com apresentação de diversas atrações artísticas em prol do Orfanato Casa de Jeremias, instituição beneficente que atende crianças carentes. A exposição pode ser vista no ambiente Pavilhão Criativo, projetado pelos arquitetos Josafá Neto, Juliana Hissa e Zaíra Mendes.

Priscila Cavalcante

Foto: Portal IN

  • Priscila Cavalcante
    Priscila Cavalcante

Uma das referências nacionais como retratista, Bob Wolfenson aterrissa na capital cearense para abrir nova exposição no Museu da Fotografia Fortaleza. Neste sábado (5/10), o consagrado e versátil artista fará um passeio pelos seus quase 50 anos de carreira, mostrando parte de sua trajetória em “Bob Wolfenson: Retratos”.

Com seu olhar que transcende, Wolfenson é responsável por algumas das imagens mais marcantes da iconografia brasileira recente. Na abertura em Fortalezao, o fotógrafo fará um talk a partir das 10h no auditório do MFF, seguido de visita guiada pela mostra. A exposição conta com a curadoria do gestor cultural Rodrigo Villela e assistência do documentarista Fábio Furtado.

Transitando por várias disciplinas e fases da fotografia, a mostra compreende e mistura diferentes núcleos: personalidades da cultura, do esporte, da política e da moda, com fotos produzidas para editoriais ou por iniciativa do fotógrafo. Entre os retratados, nomes como Caetano Veloso, Hélio Oiticica, Fernanda Montenegro, Malu Mader, Sônia Braga,  Gisele Bündchen, Taís Araújo, Marília Gabriela, Lázaro Ramos, Camila Pitanga, Anitta, Laerte, Zé Celso, Lula, Fernando Henrique Cardoso, Paulo Maluf, Eduardo Suplicy e Pelé fazem parte de seu arsenal.

A exposição traz mais de 150 imagens icônicas, várias delas ainda inéditas, feitos pelo fotógrafo ao longo dos anos. “Partimos de uma seleção inicial de mais de mil fotografias até chegarmos ao conjunto que apresentamos aqui na exposição. Foi um trabalho árduo, mas extremamente prazeroso”, comenta o curador. Fica a dica para uma programação cultural deste sábado!

Ah, ia esquecendo! O paulistano iniciou sua carreira no mundo por trás das lentes ainda muito jovem, como assistente do fotógrafo publicitário Chico Albuquerque. Aos 28 anos, mudou-se para nova York, onde trabalhou para o norte-americano Bill King. Após uma temporada de um ano e meio nos Estados Unidos, voltou ao Brasil. A experiência com King deu-lhe renome e Bob foi chamado para fazer trabalhos para importantes jornais e revistas do País.

Alguns de seus trabalhos foram colocados em oito livros. O último, lançado em 2017, leva o nome do fotógrafo e reúne 58 personalidades femininas. Entre elas, as modelos Gisele Bundchen e Luiza Brunet, e a atriz Taís Araújo. A exposição, portanto, é uma compilação de sua rica trajetória.

 

Bob Wolfenson

Foto: Reprodução 

As obras de Nil Roque vão ocupar, a partir deste sábado (5), o andar térreo do Sobrado Dr. José Lourenço, em uma exposição individual com realização da Galeria Contemporarte e apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará.

A mostra, com curadoria de Aldonso Palácio, conta com 18 esculturas que datam de 2006 até 2019, classificadas em duas vertentes: os retratos, onde Nil se apropria de portraits de artistas que lhe são importantes, e as abstrações geométricas em forma de círculos e cabaças, nas quais ele expande o domínio sobre a pintura e a gradação de tons de cinza sobre as esculturas.

Em ambas, o público poderá perceber a constante pesquisa do artista sobre as questões da construção e desconstrução da imagem, da criação de ilusões a partir da realidade tátil em um universo visual rítmico e instigante. A exposição segue aberta para visitação no local até o dia 20 de novembro.

Detalhe: Durante a abertura será lançado um catálogo com introdução de Denise Mattar. Fica a dica!

Nil Roque

Foto: Divulgação 

Em homenagem à memória da matriarca de uma das famílias mais tradicionais e de destaque no ramo dos negócios no Ceará, o Espaço Cultural da Universidade de Fortaleza abre, no próximo dia 10 de outubro, às 19h, a exposição “Yolanda Vidal Queiroz - Momentos”.

Com curadoria de Denise Mattar, que pinçou da casa da matriarca todo o acervo a ser exposto, a mostra apresenta obras de artistas brasileiros modernistas, objetos e peças representativas da religiosidade barroca, além de uma vasta iconografia afetiva com fotos de época, álbuns de família, manuscritos íntimos, vestuário e mobiliário próprios.

“A mostra terá algumas características em comum com as exposições recentemente apresentadas no Espaço Cultural da Unifor, como a Coleção Airton Queiroz e Da Terra Brasilis à Aldeia Global, sendo complementar a elas e trazendo, como diferencial, peças ligadas à religiosidade barroca. Dessa forma, cria-se uma trilogia de exposições dessas importantes coleções cearenses, que também se somam à mostra Pioneiros & Empreendedores, alusiva a Edson Queiroz, realizada em São Paulo”, explica a curadora.

A exposição será repleta de recursos cenográficos, como vídeos, fotografias, cartões postais e músicas, com o intuito de conduzir o olhar dos amantes das artes a conhecer a própria história do Ceará e do Brasil, a partir da trajetória de vida de dona Yolanda.

Yolanda Queiroz

Foto: Reprodução 

São Luiz

Tiffany & Co. celebra seu legado com exposição inédita em Xangai

03 de Outubro de 2019 . Por Gabriela Santiago

Algumas marcas que atuam no segmento de luxo se tornaram verdadeiros sinônimos do mercado de alto padrão. Uma delas, a joalheria norte-americana Tiffany & Co, celebrar o legado construído ao longo de quase dois séculos de existência com uma exposição inédita em Xangai, batizada “Vision & Virtuosity”.

A ideia da mostra é proporcionar aos visitantes um passeio história da Tiffany e a percepção de como as criações do passado, do presente e os projetos futuros dialogam entre si. “A Vision & Virtuosity é uma homenagem à Tiffany & Co., que representou um magistral artesanato e design inovador desde que Charles Lewis Tiffany fundou sua empresa em Nova York, em 1837”, disse o diretor executivo da Tiffany & Co, Alessandro Bogliolo.

A exposição é divida em seis áreas temáticas: 

Blue Is the Color of Dreams, uma homenagem ao universo das joias destacando a cor que é símbolo da marca; 

The World of Tiffany, que mostra as relações e influência da Tiffany & Co. no cinema, na televisão, na música e na literatura; 

The Tiffany Blue Book, focada nas coleções imortalizadas pela marca;

Tiffany Love, representa como o amor se manifesta através das peças produzidas pela joalheira; 

Breakfast at Tiffany’s, tributo ao filme que se tornou ícone do mundo do cinema;

Diamonds: Miracles of Nature, sobre as matérias primas que fizeram a história da marca.