Sempre atento ao cotidiano da sociedade, o Museu da Fotografia Fortaleza busca atrair as famílias para conhecer seu rico acervo. Para isso, vai investir em mais um evento artístico, no próximo dia 1º de junho, quando inaugura o “Estúdio de Arte Irmãos Vargas encontra Martín Chambi”, com obras que compõem a Coleção Paula e Silvio Frota.

Inédita no Brasil, a exposição revela um encontro histórico entre três dos maiores nomes da fotografia peruana, referência imagética até os dias atuais. Carlos e Miguel Vargas Zaconet e Matín Chambi estarão juntos mais de um século depois dos estudos realizados pelos três com os mestres Max T. Vargas e Emilio Díaz, proprietários de grandes e sofisticados estúdios do início do século XX.

A mostra traz mais de 100 fotografias destes artistas e de suas referências. Segundo o curador, Diógenes Moura, “Essa exposição é preciosa, como um segredo que aos poucos vai revelando histórias de um povo que viveu no início do século XX. Ver os Irmãos Vargas ao lado de Martín Chambi é quase um ato sagrado, imbuído pelo silêncio e pela elegância de uma época passada, o que nos levará para sempre ao futuro”, explica.

No sábado (1), a partir de 10h, acontece a abertura com visita guiada, seguida pelo monólogo: “Existência. Imagem. Abandono”, ministrado por Diógenes Moura.

Foto: rdivulgação