De repente, 25 anos se passaram desde o primeiro lançamento da RAV4, em 1994. Atualmente, em sua quinta geração, o modelo tem plataforma global, deverá atingir também a atenção de clientes mais jovens e já está em primeira mão na Newland – concessionária Toyota em Fortaleza. De acordo com Tiago Rocha, supervisor comercial da autorizada, as principais mudanças na RAV4 ficaram por conta que ela é híbrida (com quatro motores, três elétricos e um a combustão) e com um pacote de segurança com recursos de ponta, como controle de velocidade adaptativo, sistema anti-colisão, farol alto automático e alerta de desvio de faixa, por exemplos.

Na prática, Tiago reforça que é um outro carro em relação a geração anterior. “Tanto em termos de design como de tecnologia. É bom salientar que a Nova RAV4 vem com a nova plataforma TNGA. O que é isso? É uma plataforma mais leve que deixa o carro com uma maior largura, que proporciona uma maior rigidez, maior economia pelo fato de ser híbrida e também a aquisição da tração 4x4 integral que ela não vinha”.

Segundo os números da fabricante, a nova RAV4 possui estrutura 57% mais rígida e robusta do que seu antecessor e cresceu em todas as dimensões. São 4,60 metros de comprimento, 1,85 m de largura, 1,68 m de altura e 2,69 m de distância entre-eixos, com peso de 1.723 kg.

Por dentro, bom gosto é o que não falta. O SUV médio exibe couro sintético nos bancos, revestimentos suaves ao toque, central multimídia com tela sensível ao toque de oito polegadas, compatibilidade com sistema Apple CarPlay — o Android Auto ainda não está disponível — e equipamento de áudio com seis alto-falantes. Na parte inferior do console central há ainda sistema de carregamento por indução para smartphones.

Além da economia, a motorização híbrida garantirá uma experiência interessante ao volante do novo Toyota RAV4. Apesar de não se tratar de um veículo com vocação esportiva, as arrancadas deverão ser boas e o SUV mostrará disposição nas ultrapassagens e retomadas. “Isso tudo pode ser comprovado em um teste drive que estamos disponibilizamos aqui na Newland”, diz Tiago.

X da questão

Para quem não sabe, “a RAV4 é a SUV mais vendida do mundo. Ano passado, por exemplo, ficou em terceiro lugar com 873.624 unidades vendidas, isto é, emplacadas no mundo”. Pondera Tiago. E por que ele não tem tanto sucesso aqui no Brasil como a SW-4, a sua irmã? Experiente, Tiago explica que antes ela não tinha o preço competitivo e não ofertava um pacote sedutor como a geração de agora. 

“Agora com essa nova geração, o preço é de mercado e vai oferecer muito mais que qualquer outro modelo que esteja no mesmo segmento, como tecnologia híbrida, uma condução com novos pacotes de segurança que eu citei e a tração 4x4 que é integral. Sem contar que o design está super renovado, atraindo bastante o público jovem”, ressalta Tiago.

O profissional finaliza acreditando que a Nova RAV4 venderá bem e que será um sucesso. Em questão de valores, o expert afirma que a RAV4 S híbrida custa R$ 171.340,00 e a SX R$ 185.340,00. Todas têm motorização 2.5 e 222 cv (combinados). 

  


Um baita de super esportivo disfarçado de sedan! É assim que podemos dizer do Jetta GLI 2020 lançado pela Volkswagen e que chega neste sábado com status de estrela e exclusividade na Fazauto – uma das concessionárias cearense da marca. “A VW aposta na esportividade, sofisticação e desempenho para fazer do Jetta o sedan mais desejado do país. O modelo combina, desempenho de um GTI com o conforto de um sedan de luxo. A expectativa é que o Jetta GLI seja líder no segmento de esportivos no Brasil”, pondera Maurício Vieira, gestor comercial da autorizada cearense.

Elegante e já completo de série, segundo Maurício, o modelo custará R$ 144.990 - valor que o coloca abaixo dos R$ 151.530 cobrados pelo Golf GTI com a mesma motorização. No caso do Jetta, existe como único opcional, o teto solar panorâmico (R$ 4.990,00). Sem dúvida, o Jetta deverá tirar vendas do Corolla, Cruze, Civic...entre outros.

As vantagens de ter um

Experiente e bem antenado com os modelos, Maurício ressalta que os destaques no Jetta GLI são inúmeros, começando pelo motor 2.0 TSI, com 230 cv. “O carro vai de 0 a 100 km/h em apenas 6,8 s e atinge velocidade máxima de 250 km/h”.

Em comparação, Maurício afirma que além de acelerar mais rápido que os concorrentes, o Jetta GLI também freia melhor que os rivais: desacelera de 100 a 0 km/h em apenas 37 metros. “Entre as tecnologias do Jetta GLI, estão o Active Info Display (painel digital ), o ACC, que programa a velocidade e distância em relação ao carro da frente, e o Front Assist, que alerta sobre o risco de colisão e faz frenagem automática de emergência”.

Contornos

O design deixa claro que não é um Jetta comum. Os faróis são full-LED e a grade dianteira conta com um friso horizontal na cor vermelha. Os para-choques foram redesenhados, a entrada de ar dianteira tem uma grade no estilo colmeia e a traseira recebeu um difusor e um aerofólio posicionado na tampa do porta-malas. Do lado de dentro, traz linhas e costuras vermelhas no painel, bancos, volante e colunas.

De série, seis airbags, ar-condicionado digital de duas zonas, bancos de couro com aquecimento e ventilação, controle de cruzeiro adaptativo, direção elétrica, faróis full-LED, retrovisor eletrocrômico, faróis de neblina, ISOFIX, retrovisores laterais com ajuste elétrico e aquecimento, painel de instrumentos digital Active Info Display, seletor de modo de condução, sensor de chuva, sensor crepuscular, start-stop, central multimídia Discover Media com tela de 8” e GPS, vidros e travas elétricas e volante multifuncional com paddle-shift e ajuste de altura e profundidade. Um destaque é o sistema de som Beats de 300 watts, amplificador digital de 8 canais, 4 alto-falantes, 2 tweeters e um subwoofer, oferecido de série. 

As vendas do Volkswagen Jetta GLI 2.0 TSI começam na segunda semana de junho. A fabricante oferece as três primeiras revisões (10 mil, 20 mil e 30 mil km) com custo zero.

Maurício finaliza que os clientes que procuram este modelo, “são pessoas que desejam associar desempenho e esportividade com sofisticação e conforto, atributos que o Jetta GLI oferece para o mercado”.








Se você só tem R$ 5.000 reais e quer comprar um HR-V novinho, ou melhor, se você tem R$ 10.000 reais, um veículo seminovo para dar como entrada e quer levar um Fit, a  autorizada Novaluz faz qualquer negócio!  O recado do dono é: não deixar o cliente sair sem sua chave nova e “vá e leve sua proposta, quem sabe você é o contemplado da vez”, reforça Marcelo Fernandes (embaixo, à direita), gerente da Novaluz, na Av. Santos Dumont.

De acordo com o profissional, é só sábado, neste fim de semana, hein! Ele ressalta que as outras duas autorizadas Novaluz fecharão e só abrirá a da Novaluz Barão de Studart, 345. “Todos os vendedores e gerentes das três lojas estarão lá, dando total apoio,  e esclarecendo dúvidas sobre os modelos ao cliente”, destaca.

Segundo ele, o objetivo é de criar uma oportunidade EXTRAORDINÁRIA para os clientes SAÍREM DE HONDA ZERO neste dia. Marcelo reforça que o horário será de 8 horas e segue até às 20 horas. Isso em uma autorizada que foi reformada seguindo os padrões internacionais da fabricante. 

A previsão de vendas é que 150 modelos Honda sejam negociados, isto é, vendidos pela autorizada neste evento, superando os números do ano passado, no “Dia D Novaluz”, que vendeu 105 Hondas em um só dia. “Esse número baseia-se em clientes já agendados, até agora temos 1.200, mas acreditamos que esta marca será superada e muito e o comparecimento ficará em torno de 400 pessoas”. 

Em relação aos preços dos modelos, o profissional não os revelou como estratégia, mas garante que quem for ficará de “queixo caído” e super tentado de levar um Honda para casa. O que ele aposta é que o modelo mais vendido será o SUV HR-V como no ano passado.

Seu perfil

Fernandes enfatiza que cada cliente é um cliente e cada caso será analisado de forma especial. “Teremos o melhor para cada cliente com ofertas diferentes para diferentes necessidades: taxa zero, ou super avaliação do seu usado ou troco na troca ou parcelas reduzidas ou desconto na nota fiscal enfim. Uma proposta para cada necessidade”. 

E aí caro internauta, o que está esperando? É amanhã sua oportunidade de comprar um carro japonês e que corre de boca em boca não quebra 

Para quem gosta de feedback do cliente, satisfação exposta, a Audi tem de sobra. É que a marca premium foi considerada a melhor que atende aos consumidores na área de pós-vendas no País. Esta é a conclusão da pesquisa de satisfação do consumidor CSI Brasil 2019 (Customer Service Index Brasil), realizada pela consultoria J.D. Power. A marca das Quatro Argolas alcançou 864 pontos, a melhor pontuação dentre todas as marcas envolvidas no estudo respondido pelos consumidores. No segmento de luxo, a Audi ficou mais de 20 pontos à frente do segundo lugar.  No Ceará, a marca é representada pela Audi Center Fortaleza.


Para José Sétimo Spini, diretor de pós-vendas da Audi do Brasil, “trabalhamos junto com nossa rede para que o cliente fique encantado não apenas com a inovação, tecnologia, esportividade e conforto dos nossos veículos, mas em todo o ciclo de relacionamento, e é nesse ciclo que entra o atendimento e serviços do pós-vendas. Este reconhecimento coroa um intenso trabalho conjunto da Audi e de toda sua rede de concessionárias, que coloca o cliente como o centro da estratégia. Nosso grande objetivo é agregar diferenciais em nossos serviços, que possam ser positivamente percebidos por nossos clientes”. 

O CSI Brasil 2019 se baseia nas avaliações de 4.920 proprietários que adquiriram veículos novos entre dezembro de 2015 e novembro de 2017 e que realizaram algum serviço em uma concessionária autorizada nos últimos 12 meses. O estudo foi realizado de novembro de 2018 a abril de 2019. 

Esta é a quinta edição da pesquisa, que analisa a satisfação do cliente com os serviços das concessionárias em cinco fatores e com os respectivos pesos: início do serviço, 25%, qualidade do serviço, 23%, consultor técnico, 19%, instalações da concessionária, 18%, e retirada do veículo, 15%. 

A Audi do Brasil possui atualmente 46 concessionárias distribuídas  em todas as regiões brasileiras. A J.D. Power é uma consultoria global fundada em 1968 que, dentre outras atividades, realiza atividades especializadas em insights do consumidor.

No mês de junho, a Harley-Davidson do Brasil lança a campanha Orange & Black Tag, que pela primeira vez traz ofertas exclusivas em diversos itens vendidos nas lojas oficiais da marca no País, como roupas e acessórios. Todos os itens de MotorClothes e de Parts & Accessories que estiverem contemplados na campanha inédita estarão acompanhados de uma tag laranja para destacá-los. Em Fortaleza, a marca é representada pela Newroad.

Já as motocicletas contempladas na primeira edição da campanha Orange & Black Tag estão acompanhadas de uma tag preta e com condições únicas de compra. Diversas motos da linha poderão ser adquiridas com ofertas exclusivas, como a Iron 1200, da família Sportster, a Softail Slim e a Sport Glide, ambas integrantes da família Softail. Além delas, outras motocicletas da família Softail também contam com ofertas exclusivas, como a Fat Bob 107 e a FXDR 114, e, na família Touring, as motocicletas Road Glide Ultra e Ultra Limited. A Sportster não ficaria de fora e é contemplada com a Iron 1200 e a Iron 883.

A Softail Slim, equipada com o motor Milwaukee-Eight 107 com 1.745 cm³ de cilindrada, tem seu preço de R$ 68.900,00 por R$ 62.900,00 (ano/modelo 19/19). Além desta oferta, quem utilizar uma motocicleta usada na compra da Softail Slim terá uma valorização de R$ 4 mil.

Com visual custom escurecido, a Harley-Davidson Sport Glide, também pertencente à família Softail, é a motocicleta mais versátil da sua categoria, contando com suspensão de alto desempenho, minicarenagem dianteira e alforjes removíveis. Equipada com o motor Milwaukee-Eight 107, o modelo tem seu preço de R$ 74.900,00 por R$ 69.900,00 (ano/modelo 19/19) até o fim de junho de 2019. Além disso, a Sport Glide conta com valorização de R$ 5 mil durante o mês junho para quem utilizar uma moto usada na compra. Interessados em adquirir as motocicletas Fat Bob 107 e FXDR 114 (ano/modelo e 19/19), contarão com valorização de R$ 5 mil e R$ 10 mil, respectivamente, na seminova utilizada como parte do pagamento.

A mais nova Sportster a integrar a linha brasileira de motocicletas da marca, a Iron 1200 vem equipada com o motor Evolution de 1.202 cm³ de cilindrada, acabamentos escurecidos e muita atitude, além de contar com um grafismo retrô no tanque de combustível, remetendo à década de 1970. Até o dia 30 deste mês, a motocicleta Iron 1200, ano/modelo 19/19 tem seu preço de R$ 46.900,00 por R$ 43.900,00. Para complementar o visual Dark Custom, a nova H-D Iron 1200 conta com rodas de 9 aros em alumínio fundido, na cor preta. Sua carenagem aerodinâmica preta fixa também não deixa dúvidas quanto à atitude da nova integrante da família Sportster. A motocicleta também pode ser adquirida com 30% de entrada, saldo em 48 vezes e taxa de 0,99% ao mês até o fim de junho de 2019.

As representantes da família Touring a que também contam com condições são as motocicletas Road Glide Ultra e Ultra Limited (ano/modelo 19/19), equipadas com o motor Milwaukee-Eight 114. Quem utilizar uma moto seminova na compra de um dos dois modelos contará com a valorização de R$ 5 mil até o dia 30 de junho de 2019.

Já aqueles que estiverem interessados na motocicleta Sportster Iron 883, moto de entrada da marca no País, também podem aproveitar oportunidades especiais neste mês. Com design agressivo, minimalista e compacto, a Iron 883 (ano/modelo 19/19) pode ser adquirida com 30% de entrada, saldo em 48 vezes e taxa de 0,99% ao mês até o fim de junho de 2019.

As motocicletas da Harley-Davidson do Brasil estão disponíveis para test ride em toda a rede de concessionárias autorizadas da marca no País, de acordo com a disponibilidade dos modelos na rede. Para agendar, basta acessar o site https://harleydavidsonbr.secure.force.com/TestRide e se inscrever. Para consultar a loja Harley-Davidson mais próxima, acesse www.harley-davidson.com/br/pt/find-a-dealer.html.