Se há uma pedaço ou uma concessionária que representa o Japão em Fortaleza, essa instituição chama-se Novaluz. Fundada em 1998, a autorizada nipônica completa esse ano duas décadas de serviços automotivos prestados à sociedade cearense. E olha que muita coisa pode muda em vinte anos! Carros fabricados em 1998 já não pagam IPVA. Pessoas nascidas em 1998 (parece que foi ontem!) já tiraram carteira de motorista. Bandas que ainda não existiam em 1998 hoje são veteranas e assim vai...

Túnel do tempo

Em 1998, o carro sensação da montadora e também da concessionária era um modelo que viraria um clássico,  o Honda Civic, que na sexta geração foi nacionalizada em 1997, passando a ser oferecida apenas como sedã em três versões: LX, LXB e EX. Todas tinham motor 1.6 16v de, mas apenas a EX, de topo, contava com comando variável V-TEC. Com isto, chegava a mais saudáveis 127 cv. As outras duas tinham 106 cv.

Bom, o fato é que de lá para cá, a Novaluz, pioneira, claro, aumentou seus tentáculos! Hoje a Honda de sangue cearense conta com três lojas: a aniversariante, que fica na Av. Barão de Studart, outra na Av. Washington Soares e a mais novinha na Av. Santos Dumont, perto do Shopping Rio Mar. 

Atualmente, de acordo com Leonardo Dall'Olio, diretor do grupo que administra a Novaluz, a Carmais, a autorizada conta com 200 funcionários bem treinados, seguindo o padrão e DNA da marca. “A Novaluz possui todos os certificados Honda de qualidade e excelência nos serviços”, acrescenta. 

Hoje, segundo o profissional, o modelo que mais vende é o utilitário esportivo HR-V. Outros modelos disponíveis completam todos os segmentos como sedã, esportivo, hatch, entre outros. No espaço, há oficina com padrão internacional Honda, vendas de seminovos e lançamentos, pós-venda, revisões periódicas e você pode fazer seu agendamento online, viu? O site é www.carmais.com.br/hondanovaluz 


MDD USA

C4 Cactus, a aposta da Citroën no recheado bolo do SUV

28 de Agosto de 2018 . Por Jota Pompílio

Não tem jeito! Esse ano no Brasil o segmento que mais cresce é de SUV, roubando até de segmentos tradicionais como o do sedã. E o C4 Cactus, da Citroën, é uma prova disto, já que hoje é o mais novo utilitário esportivo a ser lançado no mercado brasileiro. Em termos de preço, o Cactus chega na faixa de preço onde estão a maioria dos utilitários esportivos, que vai de R$ 65 mil a R$ 110 mil (em alguns casos, as versões a diesel chega aos R$ 130 mil).

Motor

O Cactus está disponível em dois tipos de motorização (1.6 e 1.6 THP) O motor 1.6 flex de 122 cv a 5.800 rpm e um torque de 16,4 kgfm a 4.000 rpm nas versões manuais, e 118 cv a 5.750 rpm e um torque máximo de 16,1 kgfm a 4.750 rpm quando equipado nas versões automáticas.

Já o 1.6 turbo, oferece potência máxima de 173 cv (com álcool) ou 166 cv (com gasolina) a 6.000 rpm e um torque máximo de 24,5 kgfm. O torque máximo já aparece a 1.400 rpm, permanecendo constante até 4.000 rpm. Essa característica garante grande dinamismo e prazer ao dirigir, com retomadas ágeis e potentes. Ele é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 7,3 s (com etanol) e uma velocidade máxima de 212 km/h.

Tecnologia

E a Citroën não economizou na tecnologia. O carro tem, entre outras coisas, o sistema de frenagem de alerta de colisão, que freia automaticamente quando uma pessoa cruza a frente do veículo ou em qualquer perigo de colisão. Outro sistema sofisticado que o Cactus apresenta é o alerta de saída de faixa: um sinal sonoro avisa o motorista quando o carro avança na faixa lateral sem o pisca ligado. 

São Luiz

Jaguar Classic anuncia a produção em série do E-TYPE elétrico

28 de Agosto de 2018 . Por Jota Pompílio

Depois de um retorno positivo sobre o conceito original do “carro elétrico mais bonito do mundo”, a Jaguar Classic, divisão de carros clássicos da Jaguar, confirmou que oferecerá o modelo elétrico E-type para venda. Olha que incrível! A notícia vem após a estreia do icônico esportivo elétrico em forma de conceito no Jaguar Land Rover Tech Fest, em setembro de 2017.

Combinando a experiência em restauração com a tecnologia de ponta do Jaguar I-PACE – premiado SUV de luxo de alta performance com zero emissões – a Jaguar Classic oferecerá soluções personalizadas para os modelos E-Type restaurados e convertidos em veículos elétricos nas mesmas instalações da Classic Works, como suas excelentes restaurações E-type Reborn, em Coventry, Reino Unido.

O serviço de conversão de veículos a combustão para elétricos também será oferecido para os proprietários atuais do E-type. Para preservar a autenticidade do veículo de base, a conversão para veículo elétrico será totalmente reversível.
“Estamos impressionados com a reação positiva referente ao conceito Jaguar E-type Zero. O entusiasmo dos proprietários por carros clássicos capazes de perdurar no futuro é um importante passo para a Jaguar Classic.”, disse Tim Hannig, diretor da Jaguar Land Rover Classic.

 “O E-type Zero mostra a incrível herança do modelo E-type e, a experiência e o acabamento aprimorado da Classic Works, além de demonstrar a dedicação da Jaguar Land Rover à criação de veículos com zero emissões em todas as partes do negócio, incluindo o Jaguar Classic.”

As especificações técnicas e os detalhes dos preços ainda serão divulgados, mas no momento a Jaguar Classic está monitorando o interesse e os pedidos de potenciais clientes do E-type Zero. As entregas dos primeiros veículos E-type elétricos devem começar em junho de 2020.

Conceito Jaguar E-type Zero

O conceito Jaguar E-type Zero não apenas funciona e tem o visual do E-type, mas também oferece um excelente desempenho, com uma aceleração mais rápida do que um E-type Série 1 original, segundo a marca. A Jaguar Classic tem como objetivo ultrapassar um pouco mais de 270 km de autonomia para todos os veículos elétricos, auxiliada pela redução do peso total e pela aerodinâmica fluida do carro. O conceito é alimentado por uma bateria de 40kWh, que pode ser recarregada em seis a sete horas, dependendo da fonte de energia.

Além da motorização de última geração, instrumentação modificada e sistema de infoentretenimento touchscreen (que estará disponível como opcional), o conceito E-type Zero é em grande parte original. Eficientes faróis LED complementam o design icônico da Série 1.

Um conjunto de trem de força elétrico com redutor de velocidade único foi especialmente projetado para o E-type, utilizando muitos componentes do Jaguar I-PACE. A bateria de íons de lítio tem as mesmas dimensões e peso semelhante ao motor a gasolina de seis cilindros do XK, que equipa o E-type regular e está situado no mesmo local.

O motor elétrico fica logo atrás da bateria, no lugar da caixa de câmbio do E-type. Um novo eixo de transmissão envia energia para um diferencial de transferência e um comando final.

Para mais informações sobre Jaguar Classic, visite www.media.jaguar.com
 
Para mais informações sobre Land Rover Classic, visite www.media.landrover.com

Ousada, todos nós sabemos que a montadora alemã vai longe. E dessa vez, foi mais ainda: trouxe-nos o futuro em forma de design automotivo. Uma prova? No Monterey Car Week, evento realizado na Califórnia, entre 18 e 26 de agosto, a fabricante premium apresentou o carro-conceito EQ Silver Arrow. O modelo é uma homenagem ao vitorioso veículo recordista W 125, de 1937. A pintura em prata Alubeam é uma referência às históricas Flechas de Prata que, para reduzir o peso, não recebiam a camada branca de tinta. 

O interior é dominado por materiais tradicionais de alta qualidade, tais como couro legítimo, alumínio escovado e madeira sólida de nogueira. Enquanto isso, o cockpit digital aponta diretamente para o futuro: ele inclui uma tela panorâmica curva com projeção em preto, assim como uma tela sensível ao toque integrada ao volante.

"Mais de 80 anos atrás, as históricas Flechas de Prata demonstraram que a Mercedes-Benz era uma pioneira na área da velocidade graças, entre outras coisas, às suas formas aerodinâmicas", afirma Gorden Wagener, chefe de Design da Daimler AG. "O showcar EQ Silver Arrow se baseia nesse legado. Visando a aceleração e o prazer ao dirigir, ele é uma manifestação progressista do luxo e demonstra o que será o futuro de nosso design. Nesse contexto, o conceito eleva ao máximo a linguagem de design de produtos e tecnologia da linha EQ."

A marca EQ é materializada pela estética de vanguarda e diferenciada do Luxo Progressivo. Ela surge da combinação de uma beleza até agora desconhecida e o confronto intencional de elementos digitais e análogos, assim como a fusão sutil entre o design físico e o intuitivo.

O exterior: silhueta esportiva

Com seu estilo limpo e de linhas fluidas, a linguagem de design do EQ Silver Arrow é uma concretização da filosofia de design específica da marca chamada de Pureza Sensual. A silhueta esguia de aproximadamente 3,5 metros de comprimento e aproximadamente um metro de altura do veículo é delgada, mas sensual.

A estrutura da carroceria do veículo de exposição é feita de fibra de carbono. As múltiplas camadas da pintura em prata alubeam dão a impressão de metal líquido derramado sobre a carroceria. Esse conceito representa os opostos polares do design, "quente" e "frio". Peças funcionais feitas de fibra de carbono, como o defletor dianteiro, sintetizam o aspecto frio e racional dessa filosofia. O mesmo se aplica ao acabamento frontal, criado como um display, assim como a faixa luminosa contínua na parte da frente. As saias laterais também trazem uma faixa luminosa e o grande letreiro retraído à frente das rodas traseiras é iluminado de azul, uma característica da marca.

Outros destaques incluem o cockpit do piloto, que pode ser rebatido para a frente, e as rodas com raios múltiplos parcialmente salientes. As calotas não-rotativas e o friso parcial nas rodas são outros pontos diferenciados de estilo e inovação. Os 168 raios de cada roda são feitos de alumínio com baixo peso e pintados numa tonalidade acobreada, como é típico da EQ.

Oferecendo uma tração excepcional e, consequentemente, uma rápida aceleração, o EQ Silver Arrow tem pneus slick (lisos) 255/25 R 24 na dianteira e 305/25 R 26 nas rodas traseiras. Demonstrando atenção aos detalhes, a Pirelli, parceira nos pneus, contribuiu inserindo uma padronagem com a forma da estrela na banda de rodagem.

O difusor traseiro é originário do automobilismo esportivo. Os dois defletores extensíveis traseiros atuam como um freio aerodinâmico, aumentando a resistência do ar no momento da desaceleração.

Tradição e a modernidade inside

O interior do EQ Silver Arrow representa os valores do Luxo Progressivo. A linguagem de design combina um apelo estético atemporal com visões futuristas.

Quando o cockpit do piloto é rebatido para a frente, proporciona uma visão do interior surpreendentemente espaçoso. Um contraste dá vida ao ambiente: por um lado, ele usa materiais tradicionais, de alta qualidade, que incluem couro legítimo marrom no banco e no volante, alumínio escovado em todo o interior e nogueira sólida com frisos em madeira de conífera mais escura no assoalho. Isso cria uma ponte de ligação com os carros de corrida históricos da era das Flechas de Prata. Por outro lado, soluções modernas de alta tecnologia, como a grande superfície de projeção para a tela panorâmica e a experiência de utilização de soluções inovadoras como a opção de corrida virtual (veja abaixo) representam a personalidade tipicamente visionária da marca EQ. Esse contraste é uma fusão intencional entre o passado e o futuro.

A superfície do assento e o encosto tem uma padronagem inusitada, alinhada ao contorno do banco, onde estrelas foram costuradas, com a ajuda de gravação a laser. O aquecimento do pescoço AIRSCARF é integrado ao banco. Um cinto de segurança de quatro pontos inspirado no esporte a motor mantém o piloto no lugar com segurança. Os pedais podem ser adaptados à estatura específica do piloto, com um controlador localizado no banco para o ajuste.

Para combinar com a pintura externa em prata alubeam, as paredes internas são revestidas com uma luxuosa camurça verde.

Dupla tela e corrida virtual

O piloto do EQ Silver Arrow é rodeado por uma grande tela panorâmica, onde uma imagem tridimensional do entorno do veículo é projetada de trás. Demonstrando possíveis tecnologias de carregamento de baterias do futuro, a pista da estrada onde é possível realizar a carga por indução é superposta na tela.

Com a ajuda de inteligência artificial, é possível participar de uma corrida virtual contra carros de corrida Flechas de Prata históricos ou atuais. Para isso, uma pista de corridas virtual é superposta à estrada real na tela panorâmica e o piloto vê seu oponente como se estivesse à sua frente ou atrás dele, como um "fantasma". O Virtual Race Coach (treinador de corridas virtual) ajuda você a se tornar um piloto melhor, dando instruções durante a corrida.

Há também uma tela de toque localizada no volante. O piloto pode usá-la para selecionar programas como Comfort, Sport e Sport+, que oferecem diferentes características de condução. Diferentes regulagens de som também podem ser configuradas: as escolhas incluem o som de um Fórmula 1 Silver Arrow atual ou o de um motor Mercedes-AMG V8.
Sistema de propulsão livre de emissões

O EQ Silver Arrow é concebido como um veículo totalmente elétrico. Essa Flecha de Prata silenciosa tem uma potência de 550 kW (750 cv). A fina bateria recarregável na parte inferior da carroceria tem uma capacidade útil de aproximadamente 80 kWh e permite uma autonomia estimada de mais de 400 km, segundo a norma WLTP (Worldwide Harmonised Light Vehicle Test Procedure - Procedimento de Teste Mundial Harmonizado para Veículos Leves). Aberturas de ar laterais ajudam a resfriar a bateria.

A inspiração: o veículo recordista mundial de 1937

O modelo inspirador do EQ Silver Arrow é o W 125 com 12 cilindros, carro recordista que a Mercedes-Benz construiu em 1937 com base no carro de corridas de Grand Prix. Para fazer a nova carroceria, em 1937, a Mercedes-Benz se inspirou em grande parte na indústria aeronáutica: os exemplos incluem a recomendação dos departamentos de desenvolvimento das fábricas de aviões Ernst Heinkel em Willy Messerschmitt para encurtar o balanço dianteiro e fazer a frente mais arredondada. A dianteira também foi estendida mais para baixo, terminando de forma mais inclinada na ponta. Como se desejava, isso reduziu a tendência à elevação do eixo dianteiro. Uma traseira mais longa com elevação mais forte reduziu o efeito de sustentação no eixo traseiro. Um item marcante - e inspiração para os designers do EQ Silver Arrow - foi o para-brisa arredondado do cockpit, modelado com contornos inspirados em uma gota d'água.






Em busca de atender melhor e dar uma maior comodidade aos internautas da marca premium das quatro argolas, a concessionária Audi, em Fortaleza, está com um novo site. A renovação se deu, segundo a assessoria, porque o antigo estava desatualizado e inativo.

Quem for visitar sua página da web, encontrará um espaço super interativo, que permite ao visitante ou cliente, agendar revisões, tirar dúvidas, programar test drives, dá uma checada quais seminovos estão à disposição, ver promoções de lançamentos, entre outros assuntos relacionados à marca.

O objetivo do site é deixar o cliente Audi super antenado do que acontece na Audi Center Fortaleza e promete no futuro vir mais com novidade. E aí, quer logo programar a próxima revisão ou saber quanto custa um Audi que você deseja? Acessa: www.audicenterfortaleza.com.br