Soho Logo

Mercedes-Benz CLA 180 na liderança do segmento

05 de Junho de 2018 . Por Jota Pompílio

Lançado em janeiro deste ano no Brasil, o CLA 180 tem contabilizado números expressivos de vendas desde então. De acordo com a montadora, entre janeiro e maio foram, ao todo, 520 unidades emplacadas, o que representa uma fatia de quase 80,1%. Além do CLA 180, a família contempla as versões CLA 200, CLA 250 e Mercedes-AMG CLA 45 4MATIC. Juntas, todas elas levaram o cupê de quatro portas à liderança de seu segmento, com 649 automóveis comercializados e 74,0% de market share, resultados que representam um aumento de mais de três vezes nas vendas dos modelos em relação ao mesmo período do ano passado. 

O que ele tem

Reconhecido mundialmente por seu design caracterizado pela combinação de elegância com linhas expressivas, o veículo impressiona por seu desempenho e design esportivo. A versão 180, disponível em todos os concessionários do País com preço sugerido de R$137.900,00, é equipada com motor de 1.6 L, transmissão 7G-DCT de dupla embreagem, rodas de 17 polegadas, faróis e lanternas de LED High Performance e câmera de ré. 

Segundo engenheiros, suas proporções esportivas, com destaque para os contornos arredondados, tornam o CLA um modelo inconfundível, que tem sido capaz de atrair as atenções de um novo público, ampliando o leque de clientes da Mercedes-Benz. Adicionalmente, a integração do sistema de informação e entretenimento com Apple CarPlay e Android Auto garante ainda mais interatividade entre usuário e veículo. 

Com relação à segurança e conforto, dois dos principais pilares da marca, o cupê de quatro portas proporciona um comportamento ágil e dinâmico condizente com sua aparência, além de excepcional conforto de rodagem. Sua estabilidade é fruto de uma suspensão independente tanto na dianteira quanto na traseira cuidadosamente desenvolvida para o modelo. Adicionalmente, sete airbags garantem a segurança passiva em caso de acidente. Além dos dois dianteiros, para o motorista e o passageiro, o CLA traz dois airbags laterais na frente, airbags tipo cortina, que protegem as quatro janelas do veículo, e um airbag para proteger os joelhos do motorista.   

Carmais-Honda Nova Luz

Prisma chega com mais sofisticação na linha 2019

05 de Junho de 2018 . Por Jota Pompílio

Vira e mexe a Chevrolet está lançando um modelo ou renovando o que tem. Hoje se dá o nome de facelit. Neste final de semestre agora é a vez de um sedã mais vendido do mercado brasileiro, o Prisma. A linha 2019 do Chevrolet Prisma traz novidades que abrangem inicialmente as versões LT (1.4 MT6/AT6), Advantage (1.4 AT6) e LTZ (1.4 MT6/AT6).

A configuração topo de gama LTZ ganha sofisticação. Na parte externa, há novos acabamentos, em preto brilhante, para as rodas de liga leve e os adesivos de coluna, enquanto os faróis passam a contar com lâmpadas do tipo Blue Vision. Na cabine, a inovação fica por conta dos revestimentos premium dos bancos, que criam um ambiente mais tecnológico e aconchegante ao sedã da Chevrolet.

O modelo se destaca pela conectividade total, com o MyLink compatível com Android Auto e Apple CarPlay além do sistema de telemática total OnStar, que permite, entre outros serviços, comandar diversas funções do veículo pelo smartphone.


Válido para as demais versões do Novo Prisma estão a iluminação True White do painel de instrumentos e o assento traseiro central com apoio de cabeça e cinto de segurança de três pontos. Novas chaves multifuncional tipo canivete e opção de cor Azul Infinity para a carroceria também fazem parte do pacote de novidades da linha 2019 do Prisma.


Os modelos LT e Advantage ficam igualmente mais sofisticados. Impressionam pelos materiais e capricho dos detalhes, criando uma sensação no usuário que ele não costuma ter em configurações de entrada da concorrência. Tanto o Prisma LT como o Advantage adicinam bancos com revestimento híbrido que combina material premium e tecido, com destaque para o gráfico estilizado em alto relevo.

A versão de entrada, aliás, foi a que mais adicionou conteúdo, como rodas de liga leve aro 15, moldura cromada da grade frontal, retrovisores elétricos, computador de bordo e câmera de ré na tela do Multimídia MyLink – itens até então disponíveis apenas na configuração mais completa.

Independentemente da versão, o Prisma já oferecia uma lista completa de itens de comodidade e segurança, como direção com assistência elétrica, ar-condicionado, bancos e cinto do motorista com regulagem de altura, travas e vidros elétricos com controle remoto, sistema de monitoramento da pressão dos pneus, alerta de mudança de marcha, sistema Isofix e Top Tether para fixação de cadeirinhas infantis.

“O Prisma sempre ditou tendências na categoria. A linha 2019 do modelo reforça os quesitos mais valorizados pelo consumidor com elementos que realmente agregam valor na percepção do usuário”, observa Kleusner Lopes, diretor de Vendas da GM. O Prisma se destaca também pelo desempenho e eficiência energética acima da média do segmento tanto na configuração 1.4 ECO (até 106 cv) manual como na automática, ambas de seis marchas.
 

A fabricante japonesa tem de tudo para celebrar este semestre. O principal motivo é que a produção do compacto chegou a 500 mil unidades do compacto Etios. O modelo é feito na planta de Sorocaba, localizada no interior de São Paulo. Em Fortaleza, pelas mãos da Newland  - concessionária cearense da marca, o Etios hatch é vendido por R$ 49.990. Já quem tem família e o prefere na versão sedan, ele é vendido na mesma autorizada por R$ 55.500 

Na verdade, o importante marco acontece no mesmo ano em que a Toyota completa seis décadas de atividade no País, e comprova o reconhecimento de Qualidade, Durabilidade e Confiabilidade que o Etios conquistou ao longo de seis anos de presença no mercado nacional.

A unidade comemorativa, que saiu da linha de montagem em 4 de maio, é um Etios hatch XLS de cor prata. O modelo foi exibido aos colaboradores em cerimônia realizada na tarde de ontem, na planta de Sorocaba. Na ocasião, estiveram presentes Steve St.Angelo, CEO da Toyota para América Latina e Caribe e Chairman da Toyota do Brasil, Argentina e Venezuela e Rafael Chang, presidente da Toyota do Brasil e da Venezuela, dentre outros executivos da companhia.

O Etios tornou-se o carro mais vendido pela Toyota no Brasil em 2017. No ano passado, o modelo superou a marca de 70 mil unidades (somando as duas opções de carrocerias) vendidas no território nacional, atingindo sua melhor performance desde que foi lançado no País.

De janeiro a abril deste ano, o Etios registrou aumento de 5,2% nas vendas internas em relação ao mesmo período do ano anterior, atingindo cerca de 24.000 unidades comercializadas no período. Além do mercado interno, o Etios brasileiro também é comercializado na Argentina, Paraguai, Uruguai, Peru, Costa Rica e Honduras. Do total de unidades produzidas do modelo em Sorocaba no ano passado, cerca de 35%, foi destinada à exportação para esses mercados.

“Estou muito feliz pelo Etios atingir essa marca histórica. Ele é um claro exemplo de como a Toyota é capaz de promover melhorias contínuas e significativas em seus produtos a partir da voz do cliente. Ouvimos nossos consumidores e, com o apoio e empenho de nossos colaboradores, fornecedores e concessionários, tornamos o Etios um veículo altamente competitivo, com qualidade e atributos reconhecidos não somente pelos proprietários, mas também pela imprensa especializada como uma excelente opção de compra entre seus concorrentes”, afirma Rafael Chang, presidente da Toyota do Brasil e Venezuela.

Etios no Brasil

Desde seu lançamento, a família Etios vivenciou uma rápida evolução, respondendo à voz dos seus consumidores. Em setembro de 2013, um ano após seu lançamento, o interior do Etios ganhou novo aspecto interno com o painel Total Black a partir da versão de entrada X, equipada com ar condicionado, vidros e travas elétricas de série.

No primeiro semestre de 2014, a versão Platinum foi agregada ao portfólio, trazendo um acabamento interno ainda mais requintado, bancos em padrão couro, design exclusivo das rodas e novos equipamentos como o sensor de estacionamento.

Pouco tempo depois, já na linha Etios 2015, a versão Platinum ganhou central multimídia com câmera de ré, navegador GPS, leitor de DVD e TV digital, além de regulagem de altura para os bancos, alertas sonoros de faróis acesos e portas abertas, novo indicador de combustível, entre outras novidades. Todas as demais versões também passaram por melhorias substanciais e receberam mais itens de conforto e conveniência. No início do segundo semestre de 2015, a Toyota lançou a linha Etios 2016 com novo sistema multimídia para as versões XLS e Cross.

O Etios 2017, lançado em abril de 2016, também recebeu melhorias na família de motores 1.3 e 1.5 litro Dual VVT-i, que passaram a ser produzidos no Brasil, na fábrica de Porto Feliz (SP), nova transmissão manual de seis velocidades, painel de instrumentos digital TFT com visor de 4.2 polegadas – o Toyota Smart Screen –, único no segmento de carros compactos, mais equipamentos de série em todas as versões, melhoria no isolamento acústico, suspensão e direção elétrica recalibradas e padronagem inédita no acabamento interno. O grande diferencial, no entanto, foi a adoção da transmissão automática para todas as versões, tanto hatchback quanto sedã.

No início do ano passado, a Toyota lançou a linha 2018 com desenho renovado, presente até então somente nas versões Platinum e na série limitada Ready. Este foi um dos trabalhos desenvolvidos localmente no novo centro de design brasileiro da marca, na planta de São Bernardo do Campo (SP), inaugurado em agosto de 2016.

A linha 2019, disponível ao público desde março deste ano, manteve a evolução progressiva da gama e passou a ofertar controle de estabilidade, tração e assistente de subida em rampa. Foi a partir dessa atualização que a versão XS virou X-Plus e ganhou novos itens, enquanto a X-STD, focada em vendas diretas, fez sua estreia no portfólio Etios.

Governo do Ceara

Jaguar XE SV: o mais potente sedã já produzido pela Jaguar

01 de Junho de 2018 . Por Jota Pompílio

Parece que está no sangue. A Jaguar adora fabricar ou no mínimo desenhar carros que adoram velocidade. Assim está sendo a montagem manual do novo Jaguar XE SV Project 8. Segundo a marca, ele é o mais potente, ágil sedã de desempenho extremo da marca britânica. Os primeiros exemplares do modelo, uma edição limitada com desempenho genuíno de um superesportivo, serão entregues aos entusiastas até setembro. Ele não tem previsão de importação para o Brasil. 

O Project 8, com tração integral e equipado com um motor V8 Supercharged a gasolina de 600 cv, pode chegar à velocidade de 321 km/h e acelera de 0 a 100 km/h em apenas 3,7 segundos. Ele estabeleceu um novo recorde para um carro de produção de quatro portas em Nürburgring Nordschleife, na Alemanha, no ano passado. Sua melhor volta, de 7 minutos e 21,23 segundos foi mais rápida que muitos superesportivos que já passaram por lá. Ele está disponível com quatro lugares e também na configuração Track Pack, versão leve em dois assentos, o que também aumenta a rigidez torcional em 27% em relação à versão de quatro lugares. 

“O objetivo da equipe da SVO é produzir veículos de prestígio, que ultrapassem os limites em termos de luxo, desempenho e capacidade para todos os terrenos. O Project 8 é um ótimo exemplo do que acontece quando entusiastas projetistas, engenheiros e especialistas em manufatura têm a oportunidade de criar um carro esportivo de desempenho extremo sem compromisso”, declarou John Edwards, diretor-executivo da Divisão de Operações Especiais da Jaguar Land Rover.  

Fundamental para o desempenho do veículo da SVO mais focado em pista já produzido, o Project 8 apresenta várias modificações na carroceria de alumínio leve premiada do XE, incluindo: para-choque de fibra de carbono com dutos de resfriamento aprimorados, capô de fibra de carbono ventilado e rodas de liga leve de alumínio de 20 polegadas, divisor dianteiro ajustável, parte inferior lisa, amortecedor traseiro de fibra de carbono com difusor integrado e uma asa aerodinâmica traseira ajustável. Esses itens garantem que o Project 8 seja o sedã mais leve da Jaguar.


De acordo com a fabricante, para garantir o desempenho ideal em estrada ou pista, o Project 8 aprimora a suspensão  dianteira,double-wishbone, e a traseira Integral Link redesenhada. Ele também inaugura um novo sistema de Freios de Carbono Cerâmica, o primeiro uso de rolamentos de roda de cerâmica de nitreto de silício, estilo F1, em um carro de estrada e incorpora um Diferencial Ativo Eletrônico traseiro (EAD) com resfriador de óleo – o primeiro para o XE.

Para maximizar a tração, o Project 8 utiliza uma versão recalibrada do sistema Quickshift de de oito velocidades da Jaguar. Capaz de mudar de marcha em apenas 200 milissegundos, de forma não sequencial, como de 8 para 2, em situações extremas, ajuda a fornecer precisão e confiança excepcionais com uma forte qualidade de deslocamento, exclusiva desse carro. 

Esse é também o primeiro Jaguar a apresentar um modo dedicado às pistas de série. Em suas configurações mais extremas, e na versão Track Pack, o Project 8 oferece 122 kg de downforce a 299 km/h – 25% a mais que seu rival mais próximo. O modo de pista adapta os sistemas de controle de transmissão e estabilidade para o uso no circuito, aprimorando as respostas do acelerador, da caixa de câmbio e da direção, e ajustando os amortecedores para a configuração mais agressiva. 

“Continuamos a desenvolver e aprimorar todo o carro até o início da produção, para torná-lo ainda mais responsível e mais fácil de lidar. As molas são mais rígidas e as montagens do motor também. Os braços de suspensão mudaram. Os freios foram refinados para a sensação exata de pedal e desempenho que queremos. Mas as maiores mudanças são no software. São todos pequenos ajustes – para melhorar o desempenho, sensação, capacidade de resposta, refinamento. Continuamos nos desafiando a melhorar o carro e ultrapassar os limites. É certamente ainda mais rápido, tem melhor manuseio e é mais responsivo do que há seis meses. Todo esse esforço valeu a pena”, pondera David Pook, gerente de Dinâmica de Veículos do Project 8 .

M Dias Branco Logo

Kia Cerato é uma boa opção ante os sedans japoneses

30 de Maio de 2018 . Por Jota Pompílio

Muitos falam de Corolla e Civic, mas o coreano Cerato, da Kia, está vendo suas vendas crescerem depois que o INOVAR - imposto que o fazia ficar mais caro - foi abolido. Para ter uma ideia, mês  a mês, de janeiro a abril, a montadora mostra crescimento, em média, de 45%  em relação ao ano anterior. O Cerato, por exemplo, no primeiro semestre deste ano, só ficou atrás do Sportage, em vendas, também da Kia, e figura entre os principais modelos que puxam essa estatística. 

O Cerato atual conta com visual bem mais moderno que o esperado e o sedan médio tem motor eficiente e nova transmissão automática de seis velocidades. “Além do motor de 1.6, de 128 cv, ele vem com ar condicionado digital em duas zonas, sensor de estacionamento na frente e na traseira, direção elétrica com comandos multifuncionais, entre outros. Além disso, ele tem um bom desempenho com baixo consumo de combustível”, salienta Marcos Paulo, gerente comercial da Jangada Kia, em Fortaleza, na Av. Júlio Ventura. De acordo com o profissional, hoje, na autorizada cearense, ele custa R$ 77.990,00.  Ele enfatiza que a procura pelo o modelo está sendo boa. 

Nos Estados Unidos, o Cerato faz pleno sucesso e luta para que isso aconteça por aqui no Brasil. A versão americana, é claro, traz algumas peculiaridades como as rodas de liga escurecidas. No Brasil, o modelo conta com a garantia de cinco anos.

Espaçoso, com porta-malas de 421 litros, ideal para uma família que adora viajar nos finais de semana, o sedã tem bom acabamento e suspensão ajustada de forma a mesclar com eficiência conforto e estabilidade. 

Desta vez, o modelo tem mais motivos para chamar a atenção dos brasileiros. Como é produzido no México e sem as restrições de importação do Inovar Auto, espera-se que a Kia possa dar conta da demanda do carro sem ter que vender apenas o que podia trazer anos atrás. E aí, que tal agendar um test drive na concessionária cearense?