HAISA

Em Berlim, duas montadoras premium unem-se por um bem comum

25 de Setembro de 2018 . Por Jota Pompílio

Enquanto nosso País luta para ter míseros postos de carga para carros elétricos, o BMW Group e a Daimler AG ( leia-se Mercedes-Benz) têm planos para erguer a sede de sua joint venture de mobilidade global em Berlim, na Alemanha. O objetivo das duas empresas parceiras é estabelecer a sede desta nova fornecedora de serviços de mobilidade fora de suas respectivas estruturas corporativas e totalmente inserida no ambiente dinâmico característico da capital alemã. Dessa forma, o BMW Group e a Daimler AG pretendem expandir esse novo modelo de negócios de forma sustentável para permitir a rápida expansão global dos serviços. É, país de primeiro mundo é assim!!!!

O fato é que as duas empresas deram mais um passo em direção à formação de sua joint venture ao protocolar oficialmente a operação na Comissão Europeia. Com isso, ambos os fabricantes de automóveis visam moldar a mobilidade do futuro, para que possam oferecer aos clientes experiências únicas e apoiar seus parceiros, assim como as cidades, na obtenção de mobilidade urbana sustentável.

O BMW Group e a Daimler AG pretendem oferecer aos seus clientes um ecossistema holístico de serviços de mobilidade inteligentes e integrados, disponíveis ao toque de um dedo, e que englobam cinco áreas mencionadas a seguir: 

1-CarSharing, (aluguel do veículo por curto período, unindo as empresas Car2Go e DriveNow, que operam 20 mil veículos em 31 grandes cidades internacionais, com mais e quatro milhões de clientes ativos); 

2 - Ride-Hailing (serviço de taxi personalizado, que já possui 13 milhões de clientes e 140 mil motoristas licenciados, em soluções inovadoras como mytaxi, Chauffeur Privé, Clever Taxi e Beat); 

3 - Estacionamento (serviço de estacionamento digital, sem pagamento físico, reduzindo a busca por vagas e o trânsito com o ParkNow e o Parkmobile/ Parkmobile LLC); 

4 - Recarga (serviço oferecido por meio da ChargeNow e Digital Charging Solutions, que facilita o acesso às estações públicas de carregamento elétrico — são mais de 143 mil ao redor do mundo —, apoiando a expansão da eletromobilidade ao redor do mundo); além do 

5 - Multimodal e eletro mobilidade sob demanda (por meio do moovel Group e ReachNow: conectividade inteligente e contínua entre diferentes ofertas de mobilidade - incluindo reserva e pagamento - criará um valor agregado significativo para os usuários. Também oferecerá soluções possíveis para os desafios do transporte privado urbano.  BMW Group e a Daimler AG anunciaram planos para unir forças e oferecer aos clientes uma fonte única de serviços de mobilidade urbana sustentável em março de 2018. As duas empresas deterão uma participação de 50% na joint venture, mas permanecerão concorrentes em seus respectivos negócios principais.

Você conhece o SUV de alto padrão da PSA ?

25 de Setembro de 2018 . Por Jota Pompílio

Vamos ser didáticos, ok? Para quem não sabe, a DS Automobiles é uma marca de luxo controlada pela Citroën. É como se fosse a Lexus diante da Toyota. Deu para clarear? Acontece que a DS Automobiles revelou detalhes do seu SUV de luxo, o DS 7 Crossback E-Tense. O que ele traz de novidades? Ele é o primeiro modelo híbrido plug-in fabricado em série pela empresa que, para o ano, só lançará apenas carros híbridos e elétricos, avisa a fabricante. 

O DS 7 tem o tradicional motor 1.6 turbo de quatro cilindros com dois motores elétricos -- sendo um deles responsável por tracionar o eixo de trás

Segundo a fabricante, o motor THP entrega 200 cv e cada motor elétrico produz 109 cv. A potência combinada é de 300 cv, com torque máximo de 45,9 kgfm. As baterias de 13,2 kWh permitem viajar até 50 quilômetros no modo 100% elétrico atingindo a velocidade máxima de 135 km/h. Além de rodar apenas com eletricidade, o DS 7 oferece modos de condução esportivo (Sport), híbrido (Hybrid) e tração integral (4WD). Há também funções como a “E-Save”, que poupa carga da bateria para que o motorista dirija apenas com eletricidade por um trajeto de 9 a 19 km. A DS afirma que as baterias podem ser carregadas em apenas duas horas em um carregador rápido. Em uma tomada convencional o tempo de recarga. O modelo devará chegar ao Brasil em 2019 e  pertence ao grupo PSA.


Assembleia Legislativa

Lexus NX 300: dirigindo um best-seller

24 de Setembro de 2018 . Por Jota Pompílio

Se a Mercedes-Benz tem o Classe C 180 e a Toyota tem o Corolla, seus campeões em vendas, a Lexus orgulhosamente tem um modelo que mais sai no mundo e claro no Brasil, o NX 300. Menor que seu irmão, o RX 350, o SUV NX é o que dá mais alegria a fabricante e concessionários. Também pudera! Sem dúvida, é impossível ficar indiferente ao ver o modelo pela primeira vez. Imagina, dirigindo-o. E foi isso que a Road In fez por quatro dias em Fortaleza ou colocando ele para correr até Icaraizinho de Amontada, cerca de duas horas da capital cearense.

Na viagem que começou de noite (por dentro, as luzes parecem cabine de avião) era comum alguém perguntar: “que carro é esse?” Convidativos, os bancos dianteiros parecem abraçar nossos corpos. Atrás, eles são espaçosos e é possível acomodar quatros pessoas em forma (palavra chique que significa magras).

Dinâmica de Condução

Você vai gostar do NX se quiser um passeio suave, confiante em ultrapassagens e uma suspensão que se adapta a qualquer terreno. Sim! Uma vantagem real é que a Lexus agora oferece uma versão modificada da Suspensão Variável Adaptável que possui 650 níveis de amortecimento que se adaptam automaticamente às mudanças de condições. Num bom cearencês, “dá gosto até passar por buracos”.  Em algumas rotas, eu dirigi no modo Sport + , mas também vem com um modo Eco e Drive padrão, e o controlador de modo de drive é ótimo. 

Potência e Performance

A Lexus construiu o primeiro motor turbo de quatro cilindros da marca para o NX quando este foi lançado. Eu estava dirigindo um respeitável SUV premium de 238 cavalos de potência sob o capô. A transmissão tem 6 velocidades e faz de 0 a 100km/h em 6,9 segundos. Ele chega rápido em distâncias longas e cola em curvas sinuosas. A posição de dirigir tanto banco como volante se adaptam a qualquer tamanho (e olha que tenho 1,60) e a visibilidade é ótima!

A Lexus sempre faz um ótimo trabalho com seus displays de tacômetro e o NX não é diferente. A tela de 4,2 polegadas exibe informações fáceis de ler, incluindo dados de desempenho e você pode alternar através dos botões no volante. 

O grande console central é um pouco excêntrico em seu design e também corta levemente no espaço para as pernas, mas no geral este é um SUV relativamente espaçoso.   Há uma boa quantidade de headroom, uma vez que é um SUV alto e muito espaçoso na parte de trás com assentos que eu achei muito confortável quando eu usei o recurso de reclinação manual. 

Na verdade, o que eu mais gostei do carro foi o design, o motor silencioso (mesmo a gasolina), a qualidade interior, conforto e suspensão inteligente. Ah, e essa cor azul batizada pela montadora de “mica azul ultrassônica”.

Glauco Feitosa, gerente da Lexus Fortaleza, lembra que a garantia do modelo é de quatro anos, sem limite de quilometragem e que clientes que testam esse modelo ficam impressionados. “Não é à toa que o NX é o carro-chefe da montadora. Sua sedução já começa desde do design”, explica. O profissional ressalta que as revisões periódicas são transparentes e algumas parcelas até com preço de um carro popular. “Sem contar que o NX tem um alto valor de revenda. Pela minha experiência, quem compra um NX ou qualquer modelo da Lexus não sai mais da marca”, pondera.

Glauco informa que o modelo está à disposição na Lexus Fortaleza, no Shopping Riomar Fortaleza, para quem quer conhecê-lo melhor. Quem quiser levá-lo para casa ele avisa que o preço ofertado é de R$ 259.990,00. Quem sabe que numa boa conversa você pode levá-lo por menos? Isso aí você tem que descobrir com ele. Vai lá!!!!! Glauco adianta que quem for não irá se arrepender.

 

.

Confirmado para o Salão de São Paulo este ano em novembro o SUV mais caro do mundo. Em reais, o modelo vale mais de um milhão. Batizado de “Cullinan”, ele é o primeiro utilitário esportivo da Rolls-Royce. O fabricante fez questão de traduzir tudo o que se espera de um dos seus modelos para o mundo SUV. Inclusive a exclusividade, algo que fica patente no nome, que homenageia o maior diamante já encontrado.

A motorização é um assombro: um motor 6.75 V12 biturbo capaz de gerar 563 cv e 86,7 kgfm de torque. O câmbio é o automático de oito marchas da ZF e, além de compartilhar o trem de força com a família, o SUV é baseado na mesma arquitetura modular de luxo encontrada nos demais Rolls-Royce. Sempre discreta em relação ao rendimento dos seus modelos, a marca apenas afirma que a velocidade máxima é limitada a 250 km/h.

Os revestimentos de couro de vários tipos, de madeira com veios aparentes e metal de verdade predominam na cabine. Ah, as portas traseiras têm abertura invertida e abrem um belo vão para os passageiros que vão atrás em banco estilo sofá de clube britânico ou em poltronas individuais, arranjo que abre espaço para um bar com copos de cristal e minigeladeira.  Quem ir ao Salão, sem dúvida, poderá se surpreender se for pego de "boca aberta"! 

Um dos maiores salões automotivos em importância, senão o mais glamoroso, o de Paris, será realizado entre os próximos dias 4 e 14 de outubro, na capital francesa. Recheada de novidades, a BMW já se prepara e avisa que as novas gerações do roadster Z4 e do SAV X5, o inédito BMW Série 8 Coupe e o novo BMW M5 Competition estarão entre as principais atrações.

Esportividade acima de tudo

Em seu estande, a nova geração do BMW Z4 será apresentada. O modelo, segundo a marca, exala esportividade, ambiente interno concebido com foco no motorista, além de um motor de seis cilindros capaz de entregar 340 cavalos de potência. Entre os equipamentos embarcados no conversível destacam-se a suspensão adaptativa M Sport, direção esportiva variável, freios M Sport, diferencial traseiro M Sport controlado eletronicamente, rodas de liga leve M, de 18 polegadas, e pneus de alto desempenho. O novo Z4 é capaz de acelerar de 0 a 100 km / h em apenas 4,6 segundos. 

Segmento de luxo

oegundo a faricante, o novo BMW Série 8 Coupe, por sua vez, representa a ofensiva da BMW no segmento de luxo. Ele combina as credenciais dinâmicas de um esportivo de elevado padrão, tanto no visual quanto tecnologicamente, e com a exclusividade de um cupê de alto luxo. A nova linguagem de design da marca, caracterizada pela clareza e precisão, expressa uma estética esportiva inconfundível. A estrutura da carroceria, o conjunto motriz – destacado pela presenta do novo motor V8 de 530 cv – e a tecnologia do chassi do BMW Série 8 Coupe foram concebidos para oferecer uma experiência de dirigibilidade altamente esportiva.

As novas tecnologias, como a assistência ao motorista e a conectividade ultra avançada do cupê também contribuem para o caráter inovador e exclusivo do modelo. Tanto a opção dotada do motor V8, a gasolina, quanto a versão equipada com o bloco a diesel de seis cilindros em linha, de 320 cv (BMW 840d xDrive) vêm com tração integral inteligente, suspensão Adaptive M e direção ativa integral. 
Versatilidade em quatro rodas

A mostra francesa também marcará a estreia mundial do novo BMW X5. A quarta geração do fundador da família BMW X destaca-se com propriedades de condução garantidas e inúmeros recursos de equipamentos inovadores. A nova linguagem de design exterior enfatiza claramente a presença, autoridade e robustez do novo X5. O interior, entretanto, combina generosos níveis de espaço com design moderno e um ambiente luxuoso. A gama aprimorada de motores, a última geração do sistema de tração inteligente BMW xDrive e uma série de tecnologias de chassis integrados em um modelo BMW X proporcionam, pela primeira vez, uma combinação de atributos como conforto de condução, desempenho fora de estrada e dirigibilidade esportiva; e que são ressaltadas pela presença de equipamentos como suspensão a ar nos dois eixos, direção ativa integral e pacote off-road. 

Desempenho maximizado

Outro destaque do estande da BMW no salão é o novo BMW M5 Competition. A variante mais potente e esportiva do sedã de alta performance da divisão de carros esportivos BMW M é revelada pela primeira vez em Paris. A potência do motor aumentada em 25 cv (acima da versão convencional do novo BMW M5) alcança 625 cv. De respostas ainda mais diretas e ajuste de chassi personalizado, o elevado desempenho do BMW M5 Competition serve como uma experiência de pilotagem abertamente inspirada nas pistas de corrida e que também canaliza toda a sua performance com a ajuda de uma transmissão M Steptronic, de oito marchas, e uma tração integral inteligente M xDrive.

A entrega de potência do motor V8 é notada pela aceleração de 0 a 100 km / h conquistada em apenas 3,3 s – os 200 km / h são alcançados em 10,8 segundos. Entre os itens de destaque do sedã esportivo estão o sistema de escape M Sport específico para o modelo, rodas de liga leve M de 20 polegadas exclusivas, além de detalhes externos em preto brilhante e do emblema com a inscrição “Competition” fixado na tampa do porta-malas, identificam a versão topo de linha do modelo.