Corpvs (bonificação)

Toyota oferece Corolla com condição especial ao público PcD

13 de Fevereiro de 2019 . Por Jota Pompílio

Sobre mobilidade, aí vai a notícia boa. A fabricante japonesa retoma, entre os meses de fevereiro e junho deste ano, a oferta direcionada ao público PcD interessado em adquirir o Corolla, sedã médio líder de vendas em todo o mundo, em sua versão intermediária XEi, a mais comercializada no território nacional. Em Fortaleza, a marca é representada pela Newland.

Além da isenção de IPI, a única considerada pela legislação vigente para veículos com preços posicionados acima de R$ 70 mil, o modelo receberá mais 12% de desconto para pessoas com deficiência. A porcentagem do desconto ofertado é equivalente à alíquota do ICMS (12%).

 

Por quanto fica


Vendida por R$ 107.490,00 nas cores metálicas, a configuração XEi do Corolla já é negociada por R$ 96.829,88 considerando a isenção de IPI para PcD. Com o desconto de 12% especialmente ofertado pela Toyota, o preço da versão para este público cai para R$ 85.210,30.

Como fazer

Para realizar o pedido de compra do modelo, a pessoa com deficiência já deve possuir a documentação que comprove a isenção do IPI e dirigir-se à concessionária Toyota de sua preferência. Mais informações também podem ser obtidas nas concessionárias autorizadas da marca, que estão preparadas para realizar e assessorar o cliente em todo o processo.

Vendas Toyota para PcD

No ano passado, o Corolla foi novamente líder absoluto de vendas entre os sedãs médios no Brasil. Foram mais de 59 mil unidades vendidas, o que supera 45% das vendas de toda a categoria. Para o público PcD, mais de cinco mil Corollas foram comercializados, sendo a versão XEi responsável por cerca de 85% deste total.

O Corolla foi o segundo veículo do portfólio Toyota mais vendido para pessoas com deficiência em 2018. O grande destaque foi o Yaris, lançado em junho, que superou as seis mil unidades negociadas, mostrando-se também uma excelente opção no mercado PcD.

Corolla XEi

Segundo a montadora, o Corolla sempre foi reconhecido pelo público PcD por sua qualidade construtiva exclusiva, powertrainrobusto, excelente dirigibilidade, amplo espaço interno e o alto padrão Toyota de Qualidade, Durabilidade e Confiabilidade.

A versão XEi, atual responsável por 63% das vendas nacionais do Corolla, conta com motorização 2.0L Flexfuel, Dual VVT-i DOHC de 16 válvulas. Trabalhando com etanol, o motor gera 154 cv a 5.800 rpm, com torque máximo de 20,7 kgfm a 4.800 giros. Utilizando gasolina, são entregues 143 cv a 5.800 giros e torque máximo de 19,4 kgfm a 4.000 rotações.

O sedã médio possui controle de estabilidade, tração, assistente de subida e sete airbags, itens que reforçam ainda mais a segurança do modelo e justificam as cinco estrelas obtidas nos testes de colisão do Latin NCAP.

No sistema de câmbio, o Corolla é equipado com transmissão automática Multi-Drive, derivada da tecnologia CVT, que reproduz sete marchas e proporciona ótimo desempenho, conforto e excelente experiência ao dirigir, além de baixo consumo de combustível. Também é possível realizar trocas manuais sequenciais tanto na alavanca do câmbio quanto por meio de borboletas localizadas atrás do volante.

Com uma lista de itens de série extensa e completa, o Corolla XEi possui ar-condicionado digital; Smart Entry – sistema de destravamento das portas por sensores na chave; Push Start – sistema de partida sem chave; espelho retrovisor interno eletrocrômico; controle de velocidade de cruzeiro; rodas de liga leve aro 17”; antena shark fin; faróis de neblina dianteiros; acendimento automático dos faróis; painel de instrumentos com tela TFT colorida de 4,2”; sistema multimídia Toyota Play com tela LCD de 7” sensível ao toque e áudio compatível com DVD player, CD-R/RW, MP3, WMA e AAC e rádio AM/FM; sistema de navegação GPS; TV digital e câmera de ré; Bluetooth; quatro alto-falantes e dois tweeters. O modelo tem ainda um dos maiores porta-malas do segmento, com capacidade de 470 litros.


Um dos SUVs mais desejados do mercado brasileiro, que luta carro a carro pela liderança no segmento, o HR-V, está com preço e facilidade de compra mais atraentes. De acordo com o diretor geral da Novaluz, Oduénavi Ribeiro, as entradas estão mais flexíveis que as normais, com parcelas mínimas e recompra garantida com o “Honda Evolution”.

Segundo o diretor, o objetivo dessa campanha "é tornar mais acessível a compra de um modelo Honda com parcelas que cabem no bolso”, ressalta.  Pela suas contas, o Honda HR-V, por exemplo,  custa à vista R$ 92.500,00. “Mas você pode dar 50% de entrada, isto é R$ 49.950, + 36 parcelas R$889,00 e uma parcela final de 38.961”, explica. 

A fera

As mudanças visuais em destaque ficam por conta da grade dianteira cromada e os novos faróis projetores com luzes diurnas em LED para todas as versões. Na traseira, as lanternas são em LED (adotando a peça da Touring em todas as versões) com detalhe escurecido. Tudo acompanha as novas rodas de 17".

“Uma das características dele é uma ótima dirigibilidade, economia de combustível, bom desempenho, conforto e excelente custo-benefício. Em suma, oferece muito atributos por um preço barato”, ressalta Ribeiro.

Sobre a nova versão, segundo a Honda, o interior tem novos bancos dianteiros, com melhor apoio ao corpo, e o console central tem acabamento em black piano e novo porta-copos. Mantém o freio de estacionamento elétrico com função auto-hold e a versão EXL pega os detalhes cromados da Touring que, por enquanto, some do catálogo do SUV. 

Apesar de manter o mesmo motor 1.8 aspirado com até 140 cv, o câmbio CVT (que simula sete marchas nas versões EX e EXL) tem nova programação, melhorando as respostas em acelerações e diminuindo a necessidade de subida de rotação exagerada. A suspensão foi retrabalhada, com novos amortecedores de melhor absorção de impactos - uma das reclamações sobre o HR-V é justamente a suspensão firme demais para o segmento. O isolamento acústico foi aprimorado, com proteção extra na EX.


Fiec - selos

Pré-venda do novo Série 3, da BMW, é autorizado no Brasil

11 de Fevereiro de 2019 . Por Jota Pompílio

Um dos modelos mais importantes da marca alemã premium, o Série 3,  está na sétima geração e ao alcance dos consumidores brasileiros, por meio de campanha de pré-venda, pelo website exclusivo www.bmw.com.br/novoserie3, ou reservada diretamente na rede de concessionárias autorizadas BMW. Em Fortaleza, a marca é representada pela Haus BMW Fortaleza.

A ação tem início nesta segunda-feira (11) e engloba a versão top de linha M Sport, oferecida por R$ 269.950. No site, além da possibilidade de manifestar seu interesse pelo novo BMW Série 3, o cliente poderá obter informações específicas sobre o modelo e simular condições especiais de financiamento. A versão M Sport será disponibilizada diretamente na rede de concessionárias autorizadas BMW a partir de março, enquanto a Sport chega ao país em junho, por R$ 219.950. As primeiras unidades importadas do modelo serão produzidas na fábrica do BMW Group em Regensburg, na Alemanha.

Sob o capô do novo BMW 330i encontra-se um motor BMW TwinPower Turbo, com quatro cilindros em linha, 1.998 cm³ e capaz de gerar 258cv de potência (entre 5.000 e 6.500 rpm) e 400Nm de torque máximo (entre 1.550 e 4.400 rpm) – respectivamente, 13cv e 50Nm a mais que a geração anterior. Estes incrementos de potência e torque são resultado do aperfeiçoamento minucioso do sistema BMW TwinPower Turbo, que agrega turbocompressores twin-scroll, injeção direta de combustível de alta precisão, sistema de controle de válvulas variável VALVETRONIC e comando de válvulas Duplo-VANOS. 

Para quem é fan e foi convidado, viu-se em um templo. Assim foi o que os convidados sentiram na edição deste ano do Mercedes-Benz Night, com o tema Hey Mercedes, que aconteceu no Espaço ARCA, cenário pós-industrial considerado ícone para eventos de alta relevância das indústrias da moda e criativa na cidade de São Paulo.

Depois de descer a cortina, a marca apresentou, com exclusividade, para os convidados presentes ,o Mercedes-AMG A35 e seu inovador sistema multimídia Mercedes-Benz User Experience (MBUX). Os convidados foram recebidos em um mood de experiência tecnológica e artística que reforçou exatamente a narrativa e a proposta do evento.

Junto aos veículos expostos na festa, performers simularam o processamento dos comandos de voz, dando vida às funcionalidades dessa interação hiperconectada. “A cada edição do Mercedes-Benz Night ampliamos a participação dos nossos convidados de forma ativa. Desta vez, concentramos nossos esforços em proporcionar uma experiência conectada e repleta de interatividade para o nosso público, assim como a tecnologia do MBUX que trouxemos para a festa”, afirmou Holger Marquardt, managing director Marketing e Vendas Automóveis América Latina e Caribe.

Na entrada do evento, todos puderam conhecer o automóvel 001 do Classe A, primeira unidade produzida no Brasil, em 1999, que foi exposto para celebrar os 20 anos do modelo e foi responsável por conduzir os convidados a uma viagem até a sua origem, mostrando a evolução deste automóvel que sempre esteve à frente do seu tempo.

“Esta é a 13ª edição da festa e ficamos felizes em observar que, a cada ano, conseguimos traduzir de forma mais clara a identidade da nossa marca neste evento. Todos os anos trazemos algo inusitado para apresentar aos nossos clientes de forma exclusiva, como a avant-première do Mercedes-AMG A 35 que tivemos no evento. Foi a primeira vez que o modelo foi mostrado no Brasil e proporcionar essa experiência aos nossos convidados é algo muito gratificante”, conclui Evandro Bastos, gerente de Marketing Automóveis Mercedes-Benz Brasil.

Durante a noite, os apaixonados pela marca curtiram a apresentação do DJ Vintage Culture, considerado um do mais badalados do momento, além de se divertirem ao som da DJ Luisa Viscardi. Karol Conka, Lele Saddi, Dinho Diniz, Larissa Manoela, Diego Hypolito, Fabiola Kassin, Erh Ray, Bruna Lucchesi e Gianne Albertoni foram alguns dos convidados recebidos pelos promoters Beto Pacheco e Carol Sampaio, que participaram dos cliques e marcaram presença no evento.

Pipo

Carro x alagamentos: como evitá-los

08 de Fevereiro de 2019 . Por Jota Pompílio

Enfim, o inverno chegou em Fortaleza. Ontem, por exemplo, choveu em todo o Estado. Porém, como vivemos sob a Linha do Equador, nosso período chuvoso traz muito calor e fortes chuvas que causam alagamentos, não é? Diante desse cenário, para facilitar sua vida, o Road In ouviu especialistas e repassamos para vocês o que fazer para superar esses momentos.  

O primeiro que aconselham é se, por acaso, você der de cara com um alagamento, o correto é nunca enfrentá-lo senão tiver certeza de que pode superá-lo. Evite mesmo!!! Alguns trechos até podem ser vencidos sem muito problema quando o nível de água é baixo o bastante para não ameaçar a travessia. De toda maneira, fica a dica: se houver dúvida, jamais arrisque. 

Entretanto, se não teve jeito e você acabou atravessando o alagamento (ou se seu carro ficou preso na enchente), fique atento e tome alguns cuidados. O principal risco é o de entrada de água no sistema de respiro do motor, provocando o famoso "calço hidráulico”.

Evitando-a ou encarando-a

Se chover forte, fuja de vias alagadas; em Fortaleza, por exemplo, é comum o alagamento ano a ano de um trecho da Av. Duque de Caxias. 

Se não conseguir desviar a rota, evite áreas onde a água passe da metade das rodas. Se superar a altura das rodas, o carro ficará preso  esta altura significa que o motor de carros de passeio será invadido pela água. 

Se for encarar a travessia, mantenha o carro em primeira ou segunda marcha,  sem mudar de marcha e com aceleração constante, em baixa velocidade, entre 2.500 e 3.000 rpm, para o motor não "morrer";... 

Não passar se a água estiver acima da metade das rodas. Usar pontos de referência, como outros veículos, para avaliar o nível do aguaceiro durante o trajeto; 

Evitar atravessar ao lado de outros veículos, sobretudo de maior porte, para que o deslocamento da água não movimente seu carro.

Aí vai a última: se o motor desligar, não acioná-lo enquanto a água estiver sobre as rodas.