Na Newsedan – concessionária Mercedes-Benz, em Fortaleza – breve, breve estará em seu hall mais um membro da AMG, o GLC 43 Coupé. Para ser mais preciso, de acordo com Eduardo Weimar, gerente comercial da autorizada cearense, ele chega “daqui a uma semana ou no máximo,  daqui a dez dias”, revela.

Para o profissional, mesmo sendo um SUV, o GLC é “um carro que se comporta como um automóvel esportivo, pelo o fato de ser um AMG com motor 3.0 V6 biturbo de 367 cv de alta performance, construção de suspensão e carroceria que proporcionam uma condução bastante prazerosa”, enumera.   

Realmente, não se engane! Para ser um SUV ele faz de 0 a 100 km/h em apenas 4.9 segundos e uma velocidade máxima limitada eletronicamente aos 250 km/h! Segundo "Dudu", o carro chegará ao preço de  R$ 434.900,00 e a cor será um azul cavansite com interior marrom em couro cappuccino.  

Para quem gosta de detalhes, o motor V6 está acoplado a uma caixa automática de nove velocidades (9G-TRONIC) com passagens mais rápidas graças a um novo software específico da AMG. Através dos cinco modos de condução (Eco, Comfort, Sport, Sport Plus e Individual do sistema Dynamic Select) é possível modificar parâmetros como a resposta do motor, o funcionamento da caixa de velocidades, o comportamento da suspensão e da direção. Incrível, né?


Dentro do automóvel, a principal novidade fica por conta do volante desportivo em pele e a melhoria dos apoios laterais para o condutor e o passageiro dianteiro.  Porém, uma outra novidade do Mercedes-AMG GLC 43 4MATIC Coupé é mesmo o comportamento dinâmico em qualquer tipo de situação piso, graças à nova suspensão e sistema de tração integral. Baseada no sistema pneumático multi câmara Air Body Control, a suspensão oferece um comportamento mais neutro em curva e uma maior tração, enquanto que o sistema de tração integral AMG Performance 4MATIC é caracterizado por uma distribuição de binário tendencialmente para o eixo traseiro – configuração que assegura uma melhor aceleração lateral. 


Ah, para finalizar e não perder esse jeito de estrada, a  capacidade de reboque de até 2460 kg, é possível aumentar a altura ao solo, mesmo com o veículo em movimento, o que comprova as capacidades “todo-o-terreno” do veículo. 

Governo do Ceara

Uma nova era de varejo em concessionárias da Nissan começa

08 de Maio de 2018 . Por Jota Pompílio

Quem é que gosta de chegar numa autorizada e sentir-se em casa? Todo mundo, é claro! E isso vai além do cafezinho e do sorriso impecável. O cliente acompanhará em quase tempo real o que seu carro tem e o que poderá ser feito por ele. Basta ele ter um tablete pessoal ou um telefone. Isso será possível nas revendedoras da Nissan.  

Esse é apenas um dos serviços que está sendo lançando em um novo conceito de varejo em suas concessionárias em todo o mundo. De acordo com a Nissan isto é para melhorar o atendimento ao cliente por meio de uma experiência consistente com os padrões globais da marca, como resposta à diversificação das expectativas e estilos de vida.


O que vai acontecer

Todas as concessionárias da marca Nissan serão incentivadas a se alinhar ao padrão NRC, ou Nissan Retail Concept, em inglês. O novo conceito tem como objetivo melhorar todos os aspectos da experiência do cliente nas concessionárias Nissan, incluindo o design das instalações, processos de atendimento e ambiente digital. Mais de 400 concessionárias em 30 países já mudaram para o novo padrão. A Nissan pretende implementar o conceito NRC em mais de 9.000 concessionárias em mais de 170 países até o fim do ano fiscal de 2022.

Por aqui

No Brasil, a Nissan inaugurou recentemente duas concessionárias em Ribeirão Preto e Franca, que com outras sete já seguem o novo padrão global da marca. A meta é ter todas as revendas dentro do NRC até o final de 2022.

As concessionárias alinhadas com o conceito NRC apresentam vários elementos novos de design, como a sinalização externa no tom vermelho característico da Nissan e uma área exclusiva para entregas, que dá destaque ao momento empolgante quando os clientes recebem o veículo. 

Os clientes também poderão saber mais sobre os carros da Nissan por meio de um configurador digital e navegar pelo processo de atendimento nos tablets das equipes de vendas. O padrão NRC também incorpora os principais elementos da marca Nissan, como a Mobilidade Inteligente da Nissan, veículos elétricos, veículos comerciais leves e a marca derivada NISMO, que é dedicada aos carros de alta performance. 

Em outros continentes

O padrão NRC já está sendo implementado na América do Norte, Europa China e América Latina. A partir do início deste ano fiscal, que começou em 1º de abril, a Nissan vai reformar as concessionárias do Japão e continuará expandindo o conceito NRC ao mesmo tempo em que trabalha na otimização de sua rede de vendas.

Pizza Hut - 100x100.php

Entrando no universo Lexus através do CT 200h

08 de Maio de 2018 . Por Jota Pompílio

Dos modelos que a Lexus – divisão de luxo da Toyota –  tem, o hatchback CT 200h é a “porta de entrada”. Esse modelo se divide em duas versões, a híbrida (com um motor a combustão e outro elétrico) que parte de R$ 134 mil na versão Eco. Na Luxury, o preço sobe para R$ 156 mil. 

Quem quer vê-lo de perto e dar uma voltinha (e quem sabe levá-lo pra casa), o hatchback encontra-se em sua concessionária, na Lexus Riomar, dentro do Shopping, e não se engane, o primeiro modelo de acesso da Lexus não é despojado! Ele já vem muito bem equipado, sim senhor! Há ar-condicionado digital de duas zonas, direção elétrica, central multimídia, 8 airbags, controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, central multimídia. Na prática, há uma tela de 10,3 polegadas apresenta com facilidade diversas informações sobre o carro, como áudio, temperatura e sistemas de navegação.  

Para Caius Temístocles, analista de Marketing, você se sente dentro “de um avião com um painel bem completo e uma tela de multimídia bem grande à disposição para a categoria. Os bancos te abraçam e não te deixam escorregar para os lados, fora o design arrojado que ele possui. Isso foi o que senti quando andei com ele na cidade”, lembra Caius. 

Sob seu capô, o modelo japonês tem como base mecânica composta por um motor a combustão de 1.8 litro e 99 cavalos e outro elétrico, que gera o equivalente a 82 cv. Juntos, eles proporcionam 136 cv e 21 kgfm de torque ao hatch de 1.465 kg.

Modo de condução 

A bordo, dirigindo-o, há quatro modos de você guiar o CT200h. Em todos eles, o sistema híbrido aciona o motor elétrico quando necessário, sem a intervenção do condutor. Se a ideia é melhorar o consumo, basta girar o seletor (localizado abaixo dos comandos rádio) para a esquerda. Dessa forma está acionado o mapa Eco. Com ele (e contando com o bom senso do motorista, de pisar moderadamente e progressivamente no acelerador), o sistema busca empurrar o carro apenas com o motor elétrico. Em velocidades mais altas e com cargas maiores, o motor a gasolina é acionado.

Quanto mais, melhor!

O impacto da colisão é reduzido pelos oito airbags controlados por sensores instalados dentro do acabamento da cabine, oferecendo uma proteção otimizada para todos os ocupantes.


  
 

Depois de enfrentar o olhar atento de seus engenheiros em vários circuitos na Europa, o inédito BMW Série 8 Coupé realiza, no País de Gales, finalmente a fase final antes do início da produção em série ainda neste ano. Sim, de 2108! No Brasil sua estreia pode acontecer, mas espera-se que seja no último trimestre. 

Segundo a marca premium, o BMW M850i xDrive Coupé apresentará uma interação entre luxo, direção, suspensão e dinâmica, proporcionando uma combinação perfeita entre performance esportiva e conforto para viagens de longa distância. 

Ainda a companhia alemã não falou de valores, isto é, de quanto ele vai custar. Na prática, porém, tratando-se de mecânica,  a BMW deixou bem claro que o modelo estreará o novo motor oito cilindros, redesenhado, que, embora com mesmo peso em relação ao antecessor, aumentou sua potência em 68 cv (50 kw), atingindo agora 530 cv (390 kw). O novo propulsor trabalhará em conjunto com a transmissão esportiva Steptronic, de oito velocidades, com trocas de marcha extremamente rápidas. 

Simbolista no que faz, a BMW revela que o dígito 8, na designação do modelo, refere-se à sua posição proeminente dentro da gama de produtos da BMW. Como já foi o caso com o BMW Z8 e atualmente o BMW i8, ele representa veículos altamente emocionais e esportivos. Com início das vendas previsto para este ano, o novo BMW Série 8 Coupé se tornará uma peça fundamental dentro do segmento de luxo para o BMW Group em sua estratégia.  Vamos então aguardar!!!!!!!!!!

Uma das picapes de maior sucesso no mercado brasileiro, a Ranger, da Ford, inicia este mês a venda de sua linha 2019, com novas versões que ampliam a oferta e a competitividade em um terreno que cada palmo conta, a diesel.  Na Ford Jangada, concessionária recém-inaugurada, elas ainda não estão disponíveis, mas podem ser feitas suas encomendas e levam menos de um mês para chegarem. Detalhe: estão com preços especiais.  A XL, mecânica, a diesel, 4x4, de R$ 139.590 sai por 115.859,00.   Já a XLS automática, também diesel, de R$ 151.890,00 sai por R$ 118.474,00. 

Segundo a Ford, a XL se destaca pelo custo-benefício com as opções cabine simples, cabine dupla e chassi. A nova Ford Ranger XL tem uma configuração que reforça seus atrativos como veículo de trabalho, com tração 4x4 e transmissão manual de seis velocidades. Ela tem a maior capacidade de carga da categoria, de 1.234 kg na versão cabine simples. E já vem de série com equipamentos e tecnologias que nem mesmo séries topo de linha das concorrentes oferecem, como controle de estabilidade e tração, controle anticapotamento e diferencial traseiro blocante eletrônico.            

A linha Ranger 2019 também traz como novidade na versão XLS a inclusão de maçanetas e retrovisores na cor do veículo e para-choque traseiro na cor London Gray. E a versão XLT agora tem banco elétrico com ajuste em oito posições.

A picape da Ford ganha ainda uma nova opção de cor, a sólida vermelho Bari, ao lado das já disponíveis: branco Ártico sólida, prata Geada e prata Viena metálicas e vermelho Toscana, cinza Moscou, preto Gales e azul Aurora perolizadas.            
“Com o retorno das versões XL, a Ranger passa a atender uma gama ainda maior de clientes que precisam de uma picape com excelente capacidade de carga para uso tanto no campo como na cidade”, diz Fabrizzia Borsari, gerente de Picapes da Ford. “A linha combina segurança, conforto e o conhecido DNA off-road, com excelente dirigibilidade em diferentes condições de uso e uma ampla variedade de modelos. Vem bem equipada de série e oferece também recursos avançados de tecnologia semiautônoma.”

A nova Ranger XL foi desenvolvida para atender o segmento de transporte de pequenas cargas, que vem crescendo, e como toda a linha conta com cinco anos de garantia. Ela permite transportar diversos tipos de mercadoria de forma ágil, segura e econômica, inclusive em grandes centros urbanos com restrições à circulação de veículos de carga.

Nova Ranger XLS Automática             

A Nova Ranger 2.2 Diesel XLS 4x2 Automática equipada com tração 4x2 oferece uma nova alternativa para o consumidor que não necessita de um veículo com tração 4x4, mas faz questão de uma picape robusta com transmissão automática e muita tecnologia embarcada.            

Ela vem equipada com o melhor pacote de segurança do segmento, incluindo sete airbags, controle eletrônico de estabilidade e tração AdvanceTrac,  assistente de partida em rampa, controle adaptativo de carga, assistente de frenagem de emergência, controle de estabilidade anticapotamento e controle automático em descidas.

Tem também central multimídia SYNC com comandos de voz para áudio e telefone, piloto automático, câmera de ré e computador de bordo, entre outros equipamentos.

Linha completa

Com os novos catálogos, a Ranger 2019 passa a ter 11 versões e continua a ser a picape média mais completa do mercado – é a única a oferecer duas motorizações diesel, o 2.2 Puma e o 3.2 Duratorq, além do 2.5 Flex.

A linha 2019 parte de R$110.790 na versão 2.5 Flex XLS, motorização que conta também com as opções XLT (R$121.490) e Limited (R$129.650), com tração 4x2 e transmissão manual. A Ranger 2.2 Diesel, além dos lançamentos, é formada pelas versões XLS 4x4 manual (R$157.460) e XLS 4x4 automática (R$164.650).

A Ranger 3.2 Diesel, com potência de 200 cv, oferece duas versões, ambas com tração 4x4 e automáticas. A XLT inclui bancos de couro, rodas de liga leve de 18 polegadas e central multimídia SYNC 3 com tela de 8 polegadas, por R$183.490. A topo de linha Limited vem também com piloto automático adaptativo, alerta de colisão, sistema de permanência em faixa, farol alto automático, protetor de caçamba, capota marítima e santantônio pintado na cor do veículo por R$193.490.

Toda a linha Ranger conta com cinco anos de garantia e manutenção econômica, incluindo revisões com preço fixo e assistência na Rede Ford em todo o Brasil.