Porsche Taycan: carro esportivo e redesenhado sustentavelmente

05 de Setembro de 2019 . Por Jota Pompílio

A marca premium apresentou ao público seu primeiro carro esportivo totalmente elétrico, com um espetacular lançamento mundial, promovido simultaneamente em três continentes. "O Taycan conecta nossa tradição com o futuro. Ele leva adiante a história de sucesso de nossa marca - uma marca que vem fascinando e emocionando gente em todo o mundo há mais de 70 anos", declarou Oliver Blume, presidente do Conselho Executivo da Porsche AG, ao abrir a apresentação mundial em Berlim. "O dia de hoje marca o início de uma nova era."

Segundo a marca, o sedã esportivo de quatro portas é um produto inédito, oferecendo o típico desempenho e conectividade da Porsche com praticidade para o uso diário. Ao mesmo tempo, os métodos de produção e os componentes altamente avançados do Taycan estabelecem novos parâmetros nos campos da sustentabilidade e da digitalização. "Nós prometemos um verdadeiro Porsche para a era da eletromobilidade - um carro esportivo fascinante que não apenas entusiasme por sua tecnologia e dinâmica de condução, mas que também desperte paixão em pessoas de todo o mundo, da mesma forma que fizeram seus legendários precursores. Estamos cumprindo agora essa promessa", ressaltou Michael Steiner, membro do Comitê Executivo da Porsche AG responsável por Pesquisa e Desenvolvimento.

Os primeiros modelos da nova série são o Taycan Turbo S e o Taycan Turbo. Eles representam a vanguarda da Porsche E-Performance e estão entre os modelos de produção mais potentes que a fabricante de carros esportivos oferece atualmente em sua linha de produtos. Versões menos potentes desses veículos com tração nas quatro rodas virão a seguir, ainda este ano. O primeiro derivado a ser acrescentado à gama será o Taycan Cross Turismo, no final do ano que vem. Até 2022, a Porsche terá investido mais de seis bilhões de euros em eletromobilidade.

Desempenho e eficiência

A versão de topo do Taycan, o Turbo S, pode gerar até 560 kW (761 cv) de potência com overboost e em combinação com o sistema Launch Control, enquanto o Taycan Turbo disponibiliza até 500 kW (680 cv). O Taycan Turbo S acelera de 0 a 100 km/h em 2,8 segundos, enquanto o Taycan Turbo chega à mesma velocidade em 3,2 segundos. O Turbo S tem uma autonomia de até 412 quilômetros e o Turbo pode rodar até 450 quilômetros com uma carga da bateria (segundo a norma WLTP, nos dois casos). A velocidade máxima de ambos os modelos, que têm tração nas quatro rodas, é 260 km/h.

O Taycan é o primeiro veículo de produção com um sistema com 800 volts, em lugar dos costumeiros 400 volts dos carros elétricos. Esta é uma vantagem especial para os condutores do Taycan na estrada: em pouco mais de cinco minutos, a bateria pode ser recarregada usando corrente contínua (CC) provida por uma rede de carga de alta potência, para obtenção de uma autonomia de até 100 quilômetros (norma WLTP). Em condições ideais, o tempo de recarga para atingir 80 por cento de estado de carga (SoC) é 22,5 minutos e a potência máxima de carga (pico) é de 270 kW. A capacidade total da Performance Battery Plus é de 93,4 kWh. Os usuários do Taycan podem recarregar seus carros confortavelmente em casa com até 11 kW de corrente alternada (CA).

O Porsche Taycan Turbo S e o Porsche Taycan Turbo já estão disponíveis para encomendas e custam respectivamente 185.456 euros e 152.136 euros na Alemanha, incluindo equipamento específico para o país e VAT (imposto sobre valor agregado). No Brasil o modelo está previsto para ser lançado em 2020.