O mundo realmente é dos elétricos. Até no segmento de duas rodas a realidade não é diferente. A gigante Harley-Davidson, por exemplo, está exibindo no Salão Internacional de Genebra 2019, na Suíça, seu grande lançamento  do ano: a nova motocicleta elétrica LiveWire. No Brasil, há especilações dela chegar por aqui no final de 2019. Em Fortaleza, a Newroad é a autorizada oficial.

“A LiveWire é o ápice em uma nova era de propulsão de VE da Harley-Davidson. Como líderes na eletrificação do motociclismo, estamos cumprindo nosso compromisso de oferecer uma linha completa de veículos elétricos de duas rodas para o mais jovem dos pilotos, até o piloto que está procurando uma experiência VE premium e de alto desempenho”, disse Marc McAllister Vice-Presidente de Planejamento de Produto e Portfólio. 

Segundo a montadora, o portfólio de motocicletas elétricas da Harley-Davidson é uma parte significativa do plano “More Roads to Harley-Davidson” para acelerar a construção da próxima geração de motociclistas por meio de novos produtos em segmentos adicionais de motocicletas, acesso mais amplo e um compromisso de fortalecer os revendedores globalmente.

Aceleração 

De 0 a 100 km/h em 3 segundos e de 100 a 130 km/h em 1,9 segundo. A velocidade máxima é de 177 km/h.

Facilidade 

O motor elétrico da LiveWire não requer embreagem nem troca de marchas, simplificando enormemente a operação para os novos pilotos. Todos os pilotos apreciarão o efeito de frenagem com o modo de regeneração de energia, uma vez que adiciona carga à bateria, especialmente em trânsito urbano intenso.

Desempenho e autonomia 

Engenheiros afirmam que a bateria oferece um alcance de até 225 quilômetros na cidade, ou até 142 quilômetros de alcance combinado (cidade e estrada) A LiveWire pode ser utilizada para carregar a motocicleta elétrica por meio de um conector. Todas as concessionárias Harley-Davidson que forem vender a LiveWire oferecerão uma estação de carregamento pública. A tecnologia DCFC pode fornecer uma carga de 0 a 80% da capacidade da bateria em apenas 40 minutos, ou de 0 a 100% e 60 minutos.