Antes só planos, agora a concretização já está próxima. Isso é o que está acontecendo com a Porsche e o seu carro puramente elétrico que está prevista para estreiar no ano que vem. Em preparação, o veículo acaba de receber seu nome oficial e chamará "Taycan"

De acordo com a fabricante, o nome pode ser traduzido como “jovem cavalo vivaz", referindo-se à imagem no coração do escudo da Porsche, que traz a figura de um cavalo de salto desde 1952. "Nosso novo carro esportivo é forte e confiável; é um veículo que pode cobrir consistentemente longas distâncias e que privilegia a liberdade", explica Oliver Blume, presidente do Comitê Executivo da Porsche AG. 

Motor

Dois motores síncronos permanentemente acionados com potência de sistema acima de 600 hp (440 kW) aceleram o carro esportivo elétrico até 100 km/h em menos de 3,5 segundos e até 200 km/h em menos de 12 segundos. Esse desempenho soma-se a um nível de energia contínuo inédito entre veículos elétricos: múltiplas arrancadas seguidas são possíveis sem perda de desempenho e o alcance máximo do veículo é acima de 500 km, segundo as normas NEDC.

Investimento

A Porsche planeja investir mais de seis bilhões de euros em eletromobilidade até 2022, dobrando os gastos que a empresa havia planejado originalmente. Dos três bilhões de euros adicionais, cerca de 500 milhões serão usados para o desenvolvimento de versões e derivados do “Taycan”, cerca de um bilhão de euros para eletrificação e hibridização da linha de produtos já existente, várias centenas de milhões na expansão das instalações de produção, além de cerca de 700 milhões destinados a novas tecnologias, infraestrutura para carregamento de baterias e mobilidade inteligente.