Soho (bonificação)

Governadores aprovam criação do Consórcio Nordeste

14 de Março de 2019 . Por Marcelo Cabral

Os chefes do Executivo dos nove estados do Nordeste aprovaram a criação do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste (Consórcio Nordeste), que terá como primeiro presidente o governador da Bahia, Rui Costa. 

O protocolo foi assinado hoje, durante a segunda edição do Fórum de Governadores do Nordeste, no exercício 2019-2022, que ocorreu no Palácio dos Leões, em São Luís (MA). Agora, cabe a cada Governo autorizar a formação do consórcio.

O governador Camilo Santana destacou a importância do Fórum para a defesa dos interesses da região e seu crescimento através do novo consórcio. “O Fórum de Governadores do Nordeste tem se consolidado como um momento importante de se discutir e avaliar o momento político do Brasil e fortalecer as políticas públicas para o País e o Nordeste dentro daquilo que é consenso. Este consórcio chega também para nos fortalecer e unificar ainda mais a região”, disse.

Com a criação, os estados passam a ter mais força em negociações financeiras. Neste modelo, por exemplo, as unidades federativas envolvidas poderão realizar compras conjuntas com o objetivo de reduzir os custos. Da mesma forma poderão trabalhar juntas a venda de tudo aquilo que produzem.

As pautas nacionais também foram debatidas. O grupo fechou pensamento contrário à ideia de desvinculações de receitas frente as despesas obrigatórias com saúde, educação e fundos constitucionais. Para os governadores, seria mais relevante discutir o Pacto Federativo, discutindo uma nova distribuição de receitas e competências.

O entendimento dos governantes nordestinos é que há necessidade de se debater uma mudança do modelo atual da Previdência Social, mas que é preciso sair em defesa dos que mais necessitam. 

“Se a gente consegue resolver de forma emergencial o problema do déficit (previdenciário dos estados) conseguimos dar um fôlego. Esse debate precisa ser feito com o Governo Federal. Todas as medidas que os estados podem fazer para diminuir seu déficit a maioria aqui já fez”, enfatizou Camilo.

Reunião dos governadores nordestinos debateu inúmeras questões de interesse comum

Foto: Divulgação

  • Camilo assina protocolo
    Camilo assina protocolo