HAISA

Exportações cearenses batem recorde em junho

11 de Julho de 2018 . Por Marcelo Cabral

As exportações cearenses bateram um novo recorde no mês passado. Foram US$ 242,7 milhões, um aumento de 68,8% em relação a maio deste ano e 72,6% a mais que junho de 2017. Foi o maior valor exportado em um único mês desde 1997, quando o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic) passou a disponibilizar os dados. 

Já as importações somaram US$ 208,9 milhões – 29,3% a menos que o mês anterior. A queda nas compras no exterior e o crescimento das exportações garantiram o primeiro saldo positivo na balança comercial mensal cearense de 2018, com US$ 33,8 milhões.

Analisando os dados do acumulado de janeiro a junho de 2018, as exportações atingiram o valor de US$ 1,025 bilhão, o maior dos últimos cinco anos, e as importações contabilizaram US$ 1,3 bilhão, cifra essa 17,8% maior que igual período de 2017.

Em relação aos setores que mais vendem para o exterior, calçados, frutas e couros mantiveram sua importância na pauta exportadora do Estado, com destaque para o de frutas que registrou alta de 52,9% de 2017 para cá, contabilizando US$ 79,9 milhões.

No entanto, o setor líder das vendas externas continua sendo o de “ferro fundido, ferro e aço” que engloba os produtos da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP). O segmento atingiu no primeiro semestre desse ano a marca de US$ 578,1 milhões, valor 16,8% maior do que o do ano passado, em igual período.

Com as exportações de ferro e aço da CSP, o Estado passou a estreitar fortes parceiras com novos destinos, como é o caso da Turquia (US$ 116,7 milhões) e Polônia (56,3 milhões). No entanto, o principal destino das vendas externas do Ceará continua sendo os Estados Unidos.

Com US$ 302,5 milhões em compras de produtos cearenses, os EUA representam quase 30% do total comercializado em 2018. Outros países também apresentaram aumentos significativos entre 2017 e 2018, como Alemanha (210,1%), Canadá (233,3%) e Holanda (109%).

Porto do Pecém é a principal porta da saída de mercadorias produzidas em território cearense

Foto: Divulgação

  • Placas de aço da CSP
    Placas de aço da CSP