Corpvs (bonificação)

Joice Hasselmann fala sobre Previdência no BS Design

01 de Julho de 2019 . Por Marcelo Cabral

A deputada federal e líder do Governo no Congresso Nacional, Joice Hasselmann estará em Fortaleza na noite desta segunda-feira (1), para participar do evento Ideias em debate – Fórum Industrial, realizado pela FIEC, e que busca discutir os principais assuntos em pauta no País, e que têm impactos sobre o setor produtivo.

Na oportunidade ela apresentará uma palestra sobre a reforma da Previdência, que está em tramitação no Congresso e é de grande interesse de empresários, comerciantes e industriais, além de ser muito relevante para a atração de novos investimentos ao Brasil.

O evento tem início marcado para as 18h30, no Auditório Carlos Alberto Studart, do BS Design Corporate Towers. As inscrições podem ser realizadas por meio do link: bit.ly/palestra-joice.

Joice Hasselmann dirá como está a tramitação da reforma previdenciária no Congresso Nacional

Foto: Divulgação

  • BS Design
    BS Design
Iguatemi

BNDES financiará energia solar a pessoas físicas

01 de Julho de 2019 . Por Marcelo Cabral

Pessoas físicas que desejam instalar equipamentos de geração de energia solar fotovoltaica, aquecimento solar e geradores a biogás já poderão realizar esse investimento com a utilização do Fundo Clima, do BNDES. Os recursos também estão disponíveis para pessoas jurídicas.

A contratação dos recursos – limitados a 80% do valor dos itens a serem adquiridos – deverá ser realizada por meio de operações indiretas, via bancos públicos. O limite dos contratos será de R$ 30 milhões, ao ano, para cada contratante.

Contando com taxas de juros diferenciadas, 0 custo final dos financiamentos ficará em 4,03% ao ano para quem possui renda anual até R$ 90 milhões, e de 4,55% a.a. para quem tem rendimentos anuais acima do valor já citado.

Além da economia nos custos com a cota de luz, quem realizar a implantação dos sistemas em suas casas ou empresas, ainda poderá – a depender da região em que estejam instalados – vender o excedente produzido para a distribuidora local (se for possível), promovendo a microgeração de energia elétrica.

Equipamentos poderão ser instalados em residências ou empresas e órgãos públicos

Foto: Divulgação

  • BNDES criou o Fundo Clima
    BNDES criou o Fundo Clima
Assembleia Legislativa

Embaixador do Vietnã reúne-se com Camilo e secretários

28 de Junho de 2019 . Por Marcelo Cabral

O embaixador do Vietnã no Brasil, Do Ba Khoa esteve reunido com o governador Camilo Santana e três de seus secretários de estado, no Palácio da Abolição, para estreitar relações com o Ceará.

Segundo o chefe do Executivo estadual, há um forte interesse do Ceará em ter uma aproximação maior com o Vietnã na realização de trocas culturais e cooperações na área científica. 

“Sabemos o quanto o País tem crescido nos últimos anos e queremos aproximar a cooperação científica e estreitar as relações culturais. Há uma série de oportunidades de parcerias com o Vietnã”, afirmou Camilo Santana.

Por sua vez, Do Ba Khoa, que veio acompanhado de outros integrantes da embaixada, ressaltou que o Vietnã está sempre em busca de estabelecer novas parcerias, em diversas áreas. 

“Queremos realizar projetos de cooperação econômica e científica entre o Vietnã e o Ceará. Nosso país tem se desenvolvido muito. O Ceará é um estado lindo e tem um povo muito hospitaleiro”, disse.

Também participaram da recepção ao embaixador do Vietnã os secretários Élcio Batista (Casa Civil); Inácio Arruda (Secitece) e César Ribeiro (Relações Internacionais).

Secretários César Ribeiro, Inácio Arruda e Élcio Batista, embaixador Do Ba Khoa e Camilo Santana

Foto: Divulgação

  • Do Ba Khoa e Camilo Santana
    Do Ba Khoa e Camilo Santana
Lexus - Selo

Pedro Guimarães abrirá capital da Caixa no Brasil e New York

28 de Junho de 2019 . Por Marcelo Cabral

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, anunciou durante almoço-debate do LIDE Ceará no Hotel Gran Marquise, que o banco deverá abrir seu capital, no Brasil e em New York, conforme determinação do ministro da Economia, Paulo Guedes.

Deverá ser realizado o IPO de algumas empresas que não sejam o foco primário da Caixa, como nas áreas de seguros (Caixa Seguridade), cartões (Caixa Cartões), loterias (Caixa Loterias) e Asset (Caixa Asset). “O tempo específico, por determinação da CVM, só poderei anunciar quando tivermos a data. Mas são todos business que não são centrais da Caixa”, afirmou.

Sobre quais seriam os negócios centrais do banco, destacou captação (poupança), empréstimos (consignados, MCMV, e outros). “Isso a gente não vai envolver nenhuma abertura de capital, por enquanto, mas sim os serviços que são bancários, mas não são o coração da Caixa”, disse Guimarães.

Ressaltou, ainda, que pretende alterar o indexador dos financiamentos imobiliários do banco para o IPCA, a fim de oferecer juros mais baixos aos usuários. Apesar de se alguém quiser fazer financiamento indexado pela TR, também poderá fazer.

Ele lembrou que na Europa ou nos Estados Unidos, os indexadores dos negócios envolvendo imóveis utilizam as menores taxas de juros. “Queremos, sim, reduzir taxas, em especial naqueles segmentos foco da Caixa: crédito imobiliário; crédito consignado, mas que a gente trouxe um produto totalmente novo, que é um cartão de crédito imobiliário”, explicou.

Ele lembrou que o banco da população mais carente não tinha o cartão de crédito mais barato de todos, que é o cartão de crédito consignado. “A gente lançou isso há um mês e já temos 100 mil emitidos. Nosso plano é termos pelo menos um milhão este ano, pois ele é importante na redução do custo de crédito”, disse.

Guimarães explicou que a Caixa tem em carteira cerca de R$ 1 trilhão e, com apenas 10% disso, poderia dobrar sua capacidade de liberação de financiamentos, indo dos atuais R$ 50 bilhões, para R$ 100 bi, o que auxiliaria muito o setor da construção civil.

Ele elogiou os programas de microcrédito operacionalizado pelo Banco do Nordeste - Agroamigo e Crediamigo - e não descartou a possibilidade de a Caixa estabelecer uma parceria com o BNB e espalhar esse serviço pelo País inteiro.

“Estamos em todo o Brasil, com 13.200 loterias, um funding de R$ 800 bilhões. Então, a gente pode pegar o que o BNB já desenvolveu no Nordeste e replicar pelo Brasil todo. É isso que eu pretendo fazer”, completou Pedro Guimarães.

A presidente do LIDE Ceará destacou que um dos propósitos da entidade é trazer grandes nomes da política e da economia nacional, para distribuir a informação. Economia e política no Brasil, hoje, tem um bom propósito, bons gestores nesse Governo. Não é perfeito, mas isso para os empresários aumenta a expectativa positiva e para a sociedade, principalmente”, afirmou Emília Buarque.

Pedro Guimarães disse que vai realizar IPO de algumas áreas da Caixa que não são centrais

Foto: Balada IN

  • Pedro Guimarães, Emília Buarque e Geraldo Luciano
    Pedro Guimarães, Emília Buarque e Geraldo Luciano
  • Otílio Ferreira, Carlos Prado e Roberto Macêdo
    Otílio Ferreira, Carlos Prado e Roberto Macêdo
  • Auditório lotado
    Auditório lotado

O prefeito Roberto Cláudio vai anunciar o pacote de obras do biênio 2019/2020 da ordem de R$ 1,5 bilhão, representando o maior programa de investimentos na história da capital cearense.

A solenidade será realizada nesta segunda-feira (1), às 9 horas, no Teatro São José. O programa conta com financiamento de seis bancos nacionais e internacionais, como Caixa Econômica Federal, Santander, BNDES, BID, Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) e Banco Mundial.

O objetivo principal é garantir a conclusão de mais de 700 obras e ações, contemplando as sete regionais da Capital, nas áreas de saúde, educação, proteção social, cultura, esporte, urbanização, meio ambiente, infraestrutura, transporte e mobilidade urbana.

Os investimentos irão possibilitar a ampliação de obras que já viraram marca da gestão, como as estações do sistema de bicicletas compartilhadas, a construção de escolas de tempo integral, novas creches modelo, ecopontos e areninhas.

Proporcionarão, ainda, a implantação de novos projetos para a cidade, com a construção de mini terminais de ônibus em importantes corredores de transporte, como a Avenida Washington Soares, além de outras intervenções.

Roberto Cláudio detalhará os investimentos que serão realizados na capital cearense até 2020

Foto: Divulgação

  • Mobilidade urbana
    Mobilidade urbana