São Luiz

CIC festeja seu centenário dia 21 de novembro

08 de Outubro de 2019 . Por Marcelo Cabral

O Centro Industrial do Ceará (CIC) completa 100 anos de contribuição para a indústria, economia e política do Ceará, em 2019. E a festa para celebrar o centenário de criação da instituição está marcada para acontecer no próximo dia 21 de novembro. Uma programação especial, que tem à frente o atual presidente, André Siqueira, está sendo preparada para o momento, na sede da FIEC.

Na ocasião, serão lançados o livro do centenário e o documentário, que contam toda a história da entidade, desde a idealização até os dias atuais e perspectivas para o futuro. O documentário conta com a direção do cineasta Wolney Oliveira e roteiro com depoimentos de vários líderes empresariais que já foram membros importantes ao longo de toda a história do CIC.

“É com grande alegria que celebramos os 100 anos do CIC, uma importante instituição que, por todos estes anos, tem contribuído e apoiado o crescimento do Estado. Vários foram os marcos durante este centenário e, agora, temos o Programa de Otimização, Eficiência e Inovação no Ambiente de Negócios”, disse André Siqueira.

“Junto com os diretores do CIC, identificamos muitas barreiras que afetam quem quer abrir uma empresa ou quem já as tem e quer mantê-la. Passamos a entender todos os trâmites e fomos às secretarias de Estado, para escutar os projetos que estavam em andamento. Com isso, identificamos as dores e construímos teses de transformação, para melhorar o cenário. E enviamos 27 propostas de solução, para termos um Ceará mais digital e agilizando os processos”, destacou.

André Siqueira quer mais agilidade nas ações governamentais em relação aos empreendedores

Foto: Divulgação 

  • Indústria cearense
    Indústria cearense

O Governo do Ceará anunciou, nesta terça-feira (9) as seis personalidades que receberão a Medalha da Abolição 2018-2019, por sua contribuição para o desenvolvimento do Ceará. O empresário Edson Ventura; a desembargadora do TJCE e conselheira do CNJ, Iracema do Vale, e o ex-senador Mauro Benevides são três delas.

Também serão agraciados com a mais importante honraria do Estado do Ceará, a presidente da Academia Cearense de Letras, Ângela Maria Rossas Mota de Gutiérrez; Regina Marta Albuquerque Barbosa, fundadora da Casa de Vovó Dedé, e o padre Reginaldo Manzotti, fundador da associação Evangelizar é Preciso.

A escolha é feita por uma comissão que avalia o conjunto de nomes e resolve conceder, dentre esses, a medalha para aqueles que mais se destacaram. O governador Camilo Santana fará a entrega da Medalha da Abolição durante cerimônia seguida de recepçãono no próximo dia 24, no Palácio da Abolição.

Inspiração

No dia 25 de março de 1884, o pescador Francisco José do Nascimento afirmou que a partir daquela data não se embarcavam mais escravos nos portos cearenses, decretando a abolição da escravatura no Ceará, quatro anos antes da promulgação da Lei Áurea, em 1888.

A atitude do cearense, que ficou conhecido como o Dragão do Mar, é a inspiração para atitudes de grandes homens e mulheres que até hoje se destacam no cenário nacional e no Ceará.

Medalha da Abolição será entregue pelo governador Camilo Santana, no próximo dia 24

Foto: Divulgação

  • Edson Ventura
    Edson Ventura
  • Iracema do Vale
    Iracema do Vale
  • Mauro Benevides
    Mauro Benevides
Newsedan Apoio

Embratur deve ser alçada ao nível de agência, em novembro

08 de Outubro de 2019 . Por Marcelo Cabral

O presidente Jair Bolsonaro deve assinar, no próximo dia 6 de novembro, a MP que visa transformar a Embratur em agência de promoção turística independente, possibilitando um maior fluxo de recursos para a divulgação internacional do destino Brasil.

“A proposta de PL que elaboramos em 2017, enquanto presidente da Embratur, e que foi enviada à Câmara Federal, transformando a Embratur em agência, nos moldes da Apex-Brasil e com recursos de contribuição social da Lei 8.029 (Sebrae), vai se transformar em Medida Provisória em 6 de novembro”, disse Vinícius Lummertz, que hoje é secretário do Turismo de São Paulo.

“Com isso o Brasil terá uma agência com mais de R$ 400 milhões para promover o País no exterior. É motivo de grande alegria para mim e para todos os que lutaram pela iniciativa. O Brasil vai colher bons frutos”, ressaltou.

Segundo o atual presidente da Embratur, Osvaldo Matos, depois da assinatura da MP, a agência independente poderá abrir lojas em capitais no exterior, com o objetivo de vender o destino Brasil, além de produtos com a marca do País, gerando ainda mais recursos para a agência.

O extenso litoral cearense tem praias que atraem milhões de turistas, todos os anos

Foto: Divulgação

  • Vinícius Lummertz e Manoel Linhares
    Vinícius Lummertz e Manoel Linhares
brava

M. Dias Branco leva novidade para a Anuga 2019

08 de Outubro de 2019 . Por Marcelo Cabral

A M. Dias Branco está participando da Anuga 2019, uma das maiores e mais importantes feiras mundiais de alimentos e bebidas, que reúne na cidade alemã de Colônia, as principais tendências para o segmento no ano que vem.

O maior destaque é o lançamento de Bel Campo, creme vegetal criado especialmente para exportação, que pode ser utilizado para cozinhar. A companhia apresentará também o portfólio das marcas Vitarella, Richester, Isabela, Adorita Tropical e Piraquê.

O creme vegetal Bel Campo sabor manteiga é indicado para exportação, pois não requer refrigeração, além de contar com o sistema Cover Seal para fechamento da embalagem, característica que garante a inviolabilidade.

Os produtos das marcas Vitarella, Richester, Isabela e Piraquê também foram levados para a feira, que será encerrada nesta quarta-feira (9). Vitarella apresenta o biscoito Delicitá Cristal, além de massas e biscoitos wafer, assim como Isabela.

De Richester, há as embalagens de 30g dos biscoitos recheados quadrados Animados Zoo. E da Piraquê, foram levadas as Torradas e os bicoitos Cracker Gergelin e Goiabinha, que supreendem em outros países.

Presente em 37 países, de todos continentes, a M. Dias Branco participa da Anuga em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). 

“A Anuga representa a oportunidade de fortalecer o relacionamento com clientes de todo o mundo e gerar novos e importantes negócios para a companhia. Apostamos muito no mercado externo e estamos otimistas com o sucesso de Bel Campo”, afirmou César Reis, diretor de Exportação da M. Dias Branco.

Planta da GME, em Fortaleza, onde são produzidos os cremes vegetais da M. Dias Branco

Foto: Divulgação

  • Delicitá Cristal
    Delicitá Cristal
viação total

Caixa anuncia redução dos juros para o setor imobiliário

08 de Outubro de 2019 . Por Marcelo Cabral

A Caixa anunciou, nesta terça-feira (8), a redução de até 1,0 p.p. das taxas de juros para os financiamentos imobiliários com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE), para facilitar a aquisição da casa própria e dar um novo impulso ao setor da construção civil.

A redução se aplica para créditos com saldo devedor atualizado pela Taxa Referencial (TR) no âmbito do SFH e do SFI. A taxa efetiva mínima para imóveis residenciais será de TR + 7,50% ao ano (a.a), com máxima de TR + 9,50% a.a. As taxas passam a valer a partir da próxima segunda-feira (14).

De acordo com o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, a instituição reforça o seu compromisso em facilitar o acesso à moradia, seja ajustando a taxa do crédito imobiliário corrigida pela TR ou corrigida pelo IPCA.

“A Caixa procura dar as melhores condições e alternativas para os clientes realizarem o sonho da casa própria. A redução das taxas de juros constitui um importante multiplicador econômico para todo setor da construção civil, pelos seus efeitos geradores de emprego e renda”, afirmou.

“O mercado imobiliário vive de juros. Quando eles caem, amplia a visão das pessoas, mais gente quer comprar imóveis, as construtoras fazem novos lançamentos e movimentam uma grande cadeia produtiva. E os bancos privados puxaram essa redução”, disse André Montenegro, presidente do Sinduscon-CE.

“Nossa expectativa é bastante positiva com essa nova redução dos juros sinalizada pelo mercado financeiro e esperamos que as vendas possam crescer rapidamente”, destacou André Montenegro.

Conciliação 

A Caixa, em parceria com a Justiça Federal do Ceará, realiza, até o próximo dia 11, a Semana Nacional de Conciliação, mutirão de renegociação de dívidas para pessoas físicas e jurídicas, em Fortaleza.

São mais de 6 mil contratos abrangidos pela ação, que contempla 1.291 clientes pessoa física e 1.857 clientes pessoa jurídica. O atendimento aos acontecerá na sede da Justiça Federal do Ceará, situada na Praça Murilo Borges, S/Nº, 5º andar, das 12 às 16 horas.

Mais informações sobre os juros e a conciliação podem ser obtidas no site do banco, www.caixa.gov.br, pelo telefone 0800-726-8068, nas redes sociais da Caixa, bem como nas agências.

Nova redução de juros deve impactar positivamente o setor da construção civil no País

Foto: Divulgação

  • André Montenegro
    André Montenegro