O governador Camilo Santana afirmou há pouco, durante a Brazil Conference at Harvard & MIT, em Boston, que o problema da violência afeta o Brasil inteiro, que tem uma grande extensão territorial e houve a falta de uma política de segurança pública em nível nacional. E só pode ser combatida com planejamento.

Lembrou que no ano passado foi aprovado o Sistema Único de Segurança Pública, e na sua opinião, a questão de combate ao narcotráfico é de responsabilidade da União, e não dos estados. “É hora de colocarmos em prática no Brasil, e isso é tema do debate que estamos realizando com o ministro (Sérgio Moro)”, disse.

Falando especificamente sobre a situação no Ceará, o governador ressaltou que não acredita em políticas públicas sem planejamento. “Em 2015 começamos a construir um plano para combater a criminalidade, apesar de dependermos muito da União e do Poder Judiciário. E construímos o Pacto pelo Ceará pacífico, envolvendo vários atores construímos uma nova estratégia de segurança pública para o Estado”, explicou Camilo.

Destacou que ela é baseada em três eixos: o fortalecimento policial, trabalhando com inteligência e tecnologia. “Com todo esse trabalho, nasceu o Spia - Sistema Policial Indicativo de Abordagem, implantado nas cidades com mais de 50 mil habitantes, com videomonitoramento e câmeras para identificação de placas e de veículos, porque há uma coisa chamada mobilidade do crime, pois para praticá-lo, os criminosos usam veículos e se eu consigo monitorar o destino desses veículos, consigo dar respostas mais rápidas”.

O segundo ponto é o novo sistema prisional, pois há uma fragilidade no sistema brasileiro, e havia um inconformismo de que a Polícia prende e o bandido, lá de dentro das cadeias, comanda os delitos e o tráfico aqui fora. “Nos preparamos para isso, criamos uma Secretaria de Administração Penitenciária nova, chamamos um bom secretário e tomamos a decisão de fazer cumprir a lei dentro do sistema prisional e isso gerou uma série de reações do crime organizado contra essas ações. Mostramos que o Estado tem de ser mais forte e todas as taxas de violência vêm caindo no Ceará”, 

“Quero resumir que é consenso nosso - Estado, Academia, sociedade - que para combater a violência precisamos ter um trabalho qualificado da Polícia e a prevenção, que se faz com educação, cultura, esportes, intervenções urbanas. Criamos uma superintendência de pesquisa da área de segurança, que trabalha cientificamente, pois a maioria dos crimes acontece nos aglomerados subnormais”, completou Camilo Santana.

Ainda hoje haverá um debate com o tema: Visões do Brasil pós-eleições, que terá como debatedores dois candidatos à eleição para presidente da República em 2018: o ex-governador do Ceará, Ciro Gomes e o ex-presidente do Banco Central, Henrique Meirelles.

E amanhã, no painel de negócios no qual serão apresentados os cases de três unicórnios brasileiros, o empresário cearense Ari de Sá Neto, CEO da Arco Educação, será um dos debatedores, junto com Cristina Junqueira, co-fundadora do Nubank e Tony Qiu, CEO do 99.

Camilo Santana destacou que é preciso união entre Estado, Academia e sociedade no combate

Foto: Divulgação

  • Ari de Sá Neto
    Ari de Sá Neto
  • Ciro Gomes
    Ciro Gomes
  • Plateia seleta nos EUA
    Plateia seleta nos EUA

A Architectus está concorrendo ao Prêmio Obra do Ano, pela segunda vez, na competição promovida pelo site de arquitetura mais visitado do mundo, o Archdaily, na categoria Arquitetura Paisagística. O projeto selecionado é o do Campus da Fiocruz Ceará, situado no município do Eusébio. Para votar, basta clicar no link: http://bit.ly/vote_campus_fiocruz.

Dentre os diferenciais do projeto está o sistema inovador de infraestrutura verde ali implantado. Desse modo é realizada a retenção das águas pluviais, reduzindo os efeitos de enxurradas, retendo a poluição difusa e promovendo a infiltração no solo, recarregando o lençol freático.

“A obra do Campus da Fiocruz Ceará estar concorrendo  esse prêmio é uma grande satisfação e orgulho, pois não realizamos a inscrição e acabamos sendo pegos de surpresa. Ele já foi terceiro colocado no Prêmio Saint Gobain, na categoria Prédio Institucional”, disse Alexandre Landim, sócio da Architectus, junto com Mariana Furlani, Ricardo Sabóia e Elton Timbó.

Com relação ao prêmio a que a Architectus está concorrendo, o projeto foi publicado no portal da Archdaily Brasil e, recentemente, foi publicado na versão internacional do portal, e pré-selecionado para ser levado à votação popular. “Nesse projeto foram utilizadas diversas iniciativas inovadoras e ferramentas de paisagismo, para garantir ainda mais a sustentabilidade, que já era um estudo do arquiteto Gerson Amaral, da nossa equipe”, explicou Cynthia Melo.  

A aplicação de pisos drenantes na área externa, associada à criação de jardins filtrantes, biovaletas e uma lagoa pluvial são determinantes para a retenção das águas superficiais. O projeto e a obra contam com a certificação Aqua-HQE (Alta Qualidade Ambiental), definida como um processo de gestão de projeto que visa a qualidade ambiental de um empreendimento. E o Campus da Fiocruz Ceará é um dos primeiros complexos de caráter institucional no Brasil com esse tipo de qualificação.

Foto aérea mostra todo o Campus da Fiocruz Ceará, localizado no município do Eusébio

Foto: Divulgação

  • Auditório do Campus
    Auditório do Campus
  • Blocos do complexo
    Blocos do complexo

Em atendimento a um pedido pessoal do deputado Heitor Freire (PSL-CE), o ministro do Desenvolvimento Regional (MDR), Gustavo Canuto, assinou autorização que vai liberar os recursos para a recuperação da barragem do açude Lima Campos, na cidade de Icó, centro-sul do Ceará.

O montante liberado foi de quase R$ 10,45 milhões e a licitação para o início das obras já acontece na semana que vem: “Quando um governo é comprometido com a população, o resultado vem a galope. Esse foi um pedido meu, que foi prontamente atendido pelo ministro Canuto. Entendemos a gravidade da situação da barragem e corremos contra o tempo para a liberação dos recursos o mais rápido possível”, comemorou o parlamentar.

Educação 

O deputado federal cearense vai lutar por mudanças na educação brasileira. Uma delas diz respeito à escolha dos reitores das universidades federais, que hoje é feita por uma lista tríplice indicada pela própria universidade. “Essa é uma escolha absurda. As universidades públicas deveriam ser espaço de livre pensamento, mas hoje são ocupadas por uma única ideologia, de esquerda, cujo objetivo sempre foi suprimir qualquer forma diferente de pensar”, argumenta.

Outra prerrogativa defendida por Heitor Freire para a educação brasileira é a regulamentação do ensino domiciliar, também conhecido como homeschooling. O deputado, inclusive, esteve presente no lançamento da Frente Parlamentar em Defesa do Homeschooling, na Câmara dos Deputados.

Deputado cearense defende a regulamentação do ensino domiciliar, o homeschooling

Foto: Divulgação

  • Heitor Freire e Gustavo Canuto
    Heitor Freire e Gustavo Canuto
Iguatemi

FIEC receberá prêmio por economia do mar, em Portugal

05 de Abril de 2019 . Por Marcelo Cabral

A FIEC receberá, no Centro de Artes e Espetáculos da Figueira da Foz, em Portugal, o Prémio Valoris Mare 2019. A outorga da premiação à entidade é justificada pelo presidente dos Prémios Excellens Mare, Miguel Marques. “De forma pioneira a nível mundial no universo das federações de indústria, ter definido no conjunto das suas estratégias, uma rota estratégica específica para a economia do mar, que visa sinalizar caminhos de construção do futuro, num horizonte temporal até 2025”, disse. 

Para implementar tal rota foi constituída uma sólida equipe técnica, que já produziu o estudo socioeconômico que caracteriza a economia do mar do Estado do Ceará e o de tendências que analisa em detalhe a evolução das indústrias do mar. “De forma bastante inclusiva, envolvendo a comunidade marítima e todas as entidades relevantes, já começou a implementação no terreno da estratégia pioneira que visa gerar valor através do mar”, completou Marques

Representando o presidente Beto Studart, o líder do Observatório da Indústria da FIEC, Sampaio Filho, recebe o prêmio amanhã. Como parte da programação em Portugal, Sampaio Filho já esteve com Rui Pinto, diretor operacional e ex-comandante de navio/veleiro, no terminal de Cruzeiros de Lisboa, considerado o melhor e mais moderno da Europa. 

Sampaio participou, ainda, de almoço com Carlos Rodriguez, empreendedor com experiência internacional em construção de portos e indústria naval, com negócios concentrados na zona franca de exportações da Ilha da Madeira, onde sua empresa, a SDM, é responsável pelo registro internacional de navios.

Hoje, a programação de Sampaio Filho como representante da FIEC marca visitas à Universidade e à Biblioteca Joanina, junto com diretores da universidade e representantes da NOAA (EUA), Marine Institute (Irlanda) e Plocan (Espanha). E amanhã, antes da entrega do prêmio, Sampaio conhecerá a incubadora de empresas da Figueira, reúne-se com diretores da Desporto Náutico Escolar e em seguida fará uma apresentação sobre o Observatório da Indústria da FIEC.

Barco de pesca em Fortim, um dos lugares de grande produção de pescados no litoral cearense

Foto: Divulgação

  • Sampaio e portugueses
    Sampaio e portugueses

O desempenho das escolas estaduais cearenses é destaque nacional, tendo em vista os grandes investimentos que o governador Camilo Santana e sua equipe têm realizado nos últimos anos. Tanto que, hoje, das 100 melhores escolas estaduais de ensino fundamental do Brasil, 82 estão no Ceará, de acordo com o ranking do Ideb.

Além disso, os alunos cearenses também têm se destacado em eventos extracurriculares. “Três escolas do nosso estado foram premiadas na principal feira de ciências do Brasil, a 17ª Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), promovida pela Universidade de São Paulo (USP). A Escola Estadual de Educação Profissional (EEEP) Júlio França, de Bela Cruz; e as Escolas de Ensino Médio Ronaldo Caminha (Cascavel) e Joaquim de Figueiredo Correia (Iracema)”, disse o governador.

Os trabalhos foram desenvolvidos no ambiente escolar, sob a orientação dos professores das disciplinas envolvidas. “Parabéns aos nossos alunos e professores premiados durante a feira. Investir em educação é o melhor caminho para termos um estado mais justo e humano”, ressaltou Camilo Santana, que hoje está realizando uma apresentação na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, sobre combate à criminalidade.

Qualidade da educação cearense ganha, cada vez mais, reconhecimento em nível nacional

Foto: Divulgação

  • Prêmio importante
    Prêmio importante