HAISA

BNB lança espaço de negócios no Shopping Iguatemi

07 de Dezembro de 2017 . Por Marcelo Cabral

O Banco do Nordeste inaugura amanhã, às 17 horas, o seu espaço de negócios no Shopping Iguatemi. A ação visa aproximar o banco de empresários e empreendedores que circulam pelo centro de compras. Somente naquele estabelecimento há 450 lojistas.

Atualmente, o BNB mantém ativo de R$ 7,7 bilhões aplicados em MPEs. Apenas em 2017, foram contratadas 25.311 operações, que beneficiaram 21 mil empresas do segmento e totalizam, até o momento, R$ 2,1 bilhões investidos em micro e pequenos negócios na sua área de atuação.

O objetivo do banco, segundo o presidente Marcos Holanda, é ampliar a divulgação e disponibilização de linhas e produtos de crédito diferenciados, tais como o Cartão BNB, que combina as vantagens dos recursos do FNE, com a conveniência de uso de um cartão de crédito; o Giro BNB Digital, o FNE Sol, dentre outras.

O espaço fica perto da Praça de Alimentação térrea. Em formato pop-up store, o espaço funcionará até março de 2018, de segunda a sexta, com atendimento realizado por gerentes de negócios especializados. A iniciativa é fruto de parceria do BNB com o Shopping Iguatemi, que é cliente do banco.

BNB vai inaugurar, amanhã, um espaço de negócios dentro do Shopping Iguatemi

Foto: Divulgação  

  • Marcos Holanda
    Marcos Holanda
Carmais-Honda Nova Luz

Termaco e Tecer preparadas para atender à expansão produtiva da CSP

07 de Dezembro de 2017 . Por Marcelo Cabral

A movimentação de cargas no Porto do Pecém registrou, de janeiro a novembro deste ano, um crescimento de 45% em relação ao ano passado. Em especial, pelo transporte de matérias primas e da produção de placas de aço da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), que chegou a 2,34 milhões de toneladas exportadas. E, em 2018, a siderúrgica quer aumentar sua produção em 20%, chegando às 3 milhões de toneladas.

As empresas Termaco e Tecer participam ativamente desse processo, pois a primeira faz toda a parte de logística com a CSP, transportando as placas de aço da siderúrgica até o pátio de mercadorias do porto. Dali, até o Terminal de Múltiplo Uso (Tmut) e para dentro dos navios, a operação fica por conta da Tecer.

Segundo Carlos Maia, diretor de operações das duas empresas, a Termaco e a Tecer estão preparadas para realizar as operações de embarque, desembarque e transporte dos materiais utilizados e produzidos pela CSP. “Quando a CSP dobrar a sua capacidade de produção, já estaremos prontos para atender às suas demandas, tendo em vista a expertise que temos”, afirmou. 

Atualmente, a Tecer possui quatro guindastes operando no Tmut, enquanto 10 caminhões da Termaco realizam o transporte rodoviário da CSP até o porto. “Eventualmente, o carvão que não segue pelas esteiras, é desembarcado pela Tecer, colocado em caçambas, que fazem o transporte até a siderúrgica. Toda a operação que não seja automatizada, mas sim mecanizada, é realizada pelos guindastes da Tecer”, completou Carlos Maia.

Guindastes da Tecer realizam operações de embarque e desembarque de mercadorias nos navios

Foto: Divulgação

  • Carlos Maia e Danilo Serpa
    Carlos Maia e Danilo Serpa
  • Outras cargas são transportadas
    Outras cargas são transportadas
Fiec - selos

Esmaltec eleita empresa do ano pelo Lide

07 de Dezembro de 2017 . Por Marcelo Cabral

O Lide Global realiza, no próximo dia 11, a sétima edição do Prêmio Líderes do Brasil, maior comenda empresarial do País. A iniciativa reconhece lideranças em diversos setores, responsáveis por impulsionar a economia brasileira. O Lide Ceará indicou a Esmaltec como empresa homenageada com a honraria, na pessoa do diretor institucional do Grupo Edson Queiroz, Igor Queiroz Barroso.

A entrega do prêmio ocorrerá no Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo de São Paulo. Nacionalmente, serão homenageados o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (homenagem especial), o ministro da Fazenda Henrique Meirelles (economista do ano) e Frederico Trajano, CEO do Magazine Luiza (Líder do Brasil).

“A escolha da Esmaltec, na pessoa de Igor Queiroz Barroso, premia uma brilhante trajetória empresarial. Com a honraria, reconhecemos a importância do Grupo Edson Queiroz no Estado e o novo modelo de gestão e inovação implementado recentemente na empresa líder em fogões e bebedouros no País”, destacou Emília Buarque, presidente do Lide Ceará.

Igor Queiroz Barroso, implantou um case de sucesso na Esmaltec, com alguns  princípios de gestão. "Liderar é ouvir, compreender realidades de cada ser humano, impulsioná-lo através do exemplo e da boa relação com os colaboradores e, sobretudo, é evidenciar a habilidade para ensinar e aprender com humildade”, afirmou.

Ele ressaltou, ainda, exemplos que teve dentro da família. “Tenho algumas inspirações na vida que me ajudaram a ser quem sou hoje. Meu avô Edson Queiroz, minha avó Yolanda e meu tio Airton me deram a base inspiracional para que eu tivesse coragem empreendedora e senso de responsabilidade, dentre outras coisas”.

Entre 2016 e 2017, a Esmaltec enxergou na crise econômica uma oportunidade de se reinventar. Investiu em inovação, lançou novos produtos, reduziu custos, controlou as despesas, valorizou o desenvolvimento das pessoas e melhorou sua produtividade.

Ao implantar a manufatura enxuta, priorizando a qualidade, a empresa não apenas saiu de R$ 87 milhões de prejuízo para R$ 20 milhões de lucro, mas, sobretudo, provou que é possível sobreviver, crescer e fazer a diferença, mesmo em tempos difíceis.

Manufatura enxuta foi implantada na Esmaltec e reverteu o faturamento da empresa

Foto: Divulgação

  • Igor Queiroz Barroso
    Igor Queiroz Barroso
M Dias Branco Logo

Produção e vendas de veículos crescem

07 de Dezembro de 2017 . Por Marcelo Cabral

A produção nacional de veículos teve uma alta de 27,1% entre janeiro e novembro deste ano, frente a igual período de 2016, segundo dados da Anfavea. Foram fabricadas 2,46 milhões de unidades nos 11 primeiros meses de 2017.

Esse total inclui carros de passeio, comerciais leves, caminhões e ônibus. O setor de caminhões teve o melhor resultado dos últimos dois anos, com alta de 8,8% nas vendas em comparação a outubro e de 44% sobre novembro de 2016.

Este ano, a Anfavea prevê a produção de 200 mil veículos a mais que em 2016. “E isso é muito significativo, pois vínhamos em crise. Mas no segundo semestre os bancos estão facilitando as operações de crédito, os juros caíram, a inflação está sob controle, o que se reflete nas vendas”, disse Fernando Pontes, presidente da Fenabrave-CE.

Os emplacamentos apresentaram um crescimento de 9,8% no acumulado de 2017. O Ceará está com um desempenho melhor que o resultado nacional em automóveis e comerciais leves, alta de 8,4% em novembro, frente a outubro, pois no Brasil foi 4,5%. “Nossa estimativa é que este ano a expansão será de 6%, em Fortaleza”, destacou.

Fernando Pontes lembrou que novembro e dezembro são meses de bons resultados. “O fluxo nas lojas tem aumentado e ações de vendas estão muito focadas, com muitas promoções, bônus para serem repassados. Em 2018 esperamos novos modelos e deve ser um ano bem melhor”, completou. 

Montadoras devem produzir 200 mil veículos a mais este ano, frente a 2016

Foto: Divulgação

  • Fernando Pontes
    Fernando Pontes
Pipo

Gestão fiscal austera atrai investimentos para o Ceará

06 de Dezembro de 2017 . Por Marcelo Cabral

A gestão fiscal austera do Estado é um dos principais pontos apontados por empresários, como um dos fatores de atratividade de novos investimentos para o Ceará. Isso porque permite que a arrecadação cresça e os recursos sejam melhor aplicados.

Tanto que o Ceará é hoje, a unidade federativa que possui a melhor situação fiscal no Brasil, com o pagamento de sua folha em dia, assim como os seus fornecedores. Tudo isso acaba gerando maior segurança para empresários e industriais.

De acordo com o secretário da Fazenda, Mauro Filho, o esforço gerencial iniciado em 2015, com corte de R$ 400 milhões nos gastos do setor público, está surtindo efeitos positivos, para que o volume de investimentos continue crescendo no Estado.

Para 2018, mesmo com a redução da atividade econômica, o secretário acredita que o Ceará receba R$ 3,3 bilhões em novos investimentos. Este ano, ele acredita que o volume ficará na casa dos R$ 2 bilhões.

Mauro Filho ressaltou que o aumento da receita e o controle eficaz das despesas têm gerado a confiança necessária para atraia novas empresas. Essa questão, inclusive, foi ressaltada, ontem, pelo presidente da CSP, Eduardo Parente.

Novos emprendimentos devem se instalar no Ceará, principalmente na região do CIPP

Foto: Divulgação

  • Mauro Filho
    Mauro Filho