Alessandro Belchior

Instituto Iracema Digital será lançado na FIEC

04 de Fevereiro de 2019 . Por Marcelo Cabral

O Instituto Iracema Digital tem o objetivo de promover interação entre empresas, academia, governos e sociedade, dando visibilidade às ações e iniciativas da área, divulgando as inteligências e as potencialidades, bem como projetando o Ceará na área de Ciência, Tecnologia e Inovação.

E o seu lançamento acontece amanhã (5), durante uma palestra focada em tecnologias digitais em segurança, a cargo do especialista em Cidades Inteligentes, Renato de Castro, que tem ampla atuação global em smart cities, sendo CEO de uma spinoff de tecnologia para este setor e embaixador do TM Fórum de Londres.

O evento acontecerá no auditório da FIEC reunindo os principais atores de TIC do Estado - governos, academia, empresas e startups -, visado transformar o Ceará em uma vitrine do potencial de pesquisa, desenvolvimento e inovação aqui existente, levando em conta os cabos de fibra óptica, data centers e o Hub de Comunicação Digital instalados em Fortaleza.

De acordo com o presidente do instituto, Ricardo Liebmann, o Ceará registra várias iniciativas de inovação, de aceleração de startups, detém uma estrutura de educação bem distribuída em todo o território, entretanto falta um organismo catalizador desse ambiente. 

O instituto Iracema Digital vem cumprir esse papel e surge exatamente da necessidade do setor, que já é pujante, com capacidade de promover o crescimento acelerado da economia do Estado, que detém uma infraestrutura privilegiada nesta questão. 

A estratégia, na visão de seus idealizadores, ensejará maior interação entre o segmento, aumentando o  volume de negócios das empresas, ampliando a captação de recursos e investimentos da academia na perspectiva de  melhorar a qualidade de vida no Ceará.

Sem fins lucrativos, o Iracema Digital fez sua avant première na Feira do Conhecimento de 2018, realizada pelo Governo do Ceará. E quer ser um hub de inovação no Estado, promovendo a articulação necessária ao ecossistema de TIC.

Muito trabalho deve ser feito nos próximos anos, a fim de ajudar o Ceará a se tornar mais próspero e justo pela contribuição do setor, através de softwares, bases de dados, data centers, nuvens, internet, Inteligência Artificial, robótica, internet of things (IOT).  

Smart cities têm tecnologias digitais focadas em segurança, que serão debatidas na FIEC

Foto: Divulgação

  • Renato de Castro
    Renato de Castro
HAISA

Camilo concorda com Moro sobre endurecer leis de combate ao crime

04 de Fevereiro de 2019 . Por Marcelo Cabral

O governador Camilo Santana participou, hoje, do encontro entre governadores e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, que apresentou as propostas do Governo Federal para combater a corrupção, o crime organizado e ações violentas que vem sendo praticadas no País.

O projeto de lei deverá alterar 14 pontos da atual legislação, artigos do Código de Processo Penal, da Lei de Execução Penal do do Código Penal. Dentre elas, a proibição de saída temporária aos condenados por crimes hediondos, de tortura ou terrorismo, por exemplo.

E nos crimes com pena máxima superior a seria anos de reclusão, poderá ser decretada a perda, como produto ou proveito do crime, dos bens correspondentes à diferença entre o valor do patrimônio do condenado e aquele que seja compatível com seu rendimento lícito.

“Trata-se de um momento importante para discutir sobre um problema que afeta a todos os estados e cujo combate é responsabilidade, também do Governo Federal. Os governadores e secretários de segurança avaliarão todos os pontos e poderão contribuir com o documento final”, disse Camilo.

Dentre as principais medidas que o ministro Moro apresentou aos presentes, no auditório do Ministério da Justiça, estão a prisão para os condenados em segunda instância e a criminalização do caixa dois, com pena prevista de dois a cinco anos de reclusão, além de aumento em até dois terços, caso o condenado seja agente público.

Mostrando que está disposto a endurecer cada vez mais o combate à criminalidade em todo o País, o ministro citou no projeto de lei, O PCC; Comando Vermelho, Família do Norte; Terceiro Comando e Amigos dos Amigos, como exemplos de organizações criminosas.

O governado cearense salientou, mais uma vez, que não vai recuar nas ações e investimento em segurança pública no Estado. “Louvo a iniciativa do ministro. Estarei cada vez mais firme nessa luta contra o crime, que vem sendo duramente enfrentado no Ceará”, completou Camilo Santana.

Camilo Santana acompanhou atentamente a apresentação e elogiou as propostas de Sérgio Moro

Foto: Divulgação

  • Moro e governadores
    Moro e governadores
LDB (bonificação)

AJE Fortaleza homenageia empresários cearenses

04 de Fevereiro de 2019 . Por Marcelo Cabral

A Associação dos Jovens Empresários de Fortaleza realizará uma homenagem especial a empresários cearenses, durante a solenidade de posse da sua nova Coordenação Executiva - Gestão 2019, que acontecerá no próximo dia 12, no Auditório Waldir Diogo, na Casa da Indústria.

O atual coordenador-geral, Yuri Torquato, passa o comando da entidade para o engenheiro Rafael Fujita, após ter desenvolvido uma gestão focada no combate à burocracia e às altas taxas de impostos que tanto atrapalham o crescimento das empresas brasileiras.

As personalidades empresariais que serão homenageadas pela AJE Fortaleza são: o presidente da FIEC, Beto Studart, que receberá o título de Associado Benemérito. Já Afrânio Barreira recebe o de Mentalidade Empreendedora, e Ticiana Rolim será agraciada com o de Mentalidade Empreendedora Social.

Rafael Fujita recebe o comando da AJE Fortaleza do também empresário Yuri Torquato

Foto: Divulgação

  • Beto Studart
    Beto Studart
  • Ticiana Rolim
    Ticiana Rolim
Prefeitura de Aracati - Selos Notas

Roberto Cláudio entrega novas ambulâncias ao Samu Fortaleza

04 de Fevereiro de 2019 . Por Marcelo Cabral

O prefeito Roberto Cláudio realizará, logo mais, a entrega 11 novas ambulâncias para o Samu Fortaleza, que somadas aos outros sete veículos incorporados ao serviço de atendimento de urgência da capital cearense em outubro último, promoverá a renovação completa da frota em operação.  

A solenidade de entrega ocorre hoje, às 16 horas, no Paço Municipal, fazendo com que o Samu Fortaleza passe a operar com cinco Unidades de Serviço Avançado, 12 Unidades Básicas, uma Unidade Psiquiátrica e quatro Motolâncias, além do Bike Vida, que presta atendimento na Avenida Beira Mar.

Destinado ao atendimento de emergências médicas pré-hospitalares agudas e graves, uma preocupação constante de Roberto Cláudio, o serviço é acionado pelo número 192, que funciona 24 horas e dá acesso a uma Central de Regulação, na Coordenadoria Integrada de Ações de Segurança (Ciops). 

As chamadas são acolhidas inicialmente por telefonistas treinadas e os casos são enviados para análise de médicos, que enviam o recurso necessário de acordo com o tipo de emergência.

Esses recursos podem variar entre orientações de procedimentos por telefone, envio de moto ambulância, de uma unidade básica ou uma unidade de serviço avançado. As Motolâncias circulam durante o dia e garantem maior velocidade no atendimento de ocorrências que requerem agilidade de deslocamento ou em áreas de difícil acesso. 

As unidades básicas são equipadas para, se necessário, iniciar reanimação cardiovascular no paciente e contam com um técnico e motorista. Já as unidades de serviço avançado funcionam como uma UTI móvel e são dotadas de recursos para atendimento de pacientes mais graves, com uma equipe de médico, enfermeiro e condutor.

Ambulâncias novas garantirão 100% de renovação da frota em operação na capital cearense

Foto: Divulgação

  • Roberto Cláudio
    Roberto Cláudio
HAISA

Setor de locações de veículos cresce no País

04 de Fevereiro de 2019 . Por Marcelo Cabral

As mudanças dos hábitos dos brasileiros, em especial quem reside nas grandes cidades, aliado ao aumento da competitividade no setor e redução no valor das diárias, têm dado um novo impulso às locadoras da veículos em todo o Brasil.

Tanto que a maior empresa do Brasil, a Localiza, conseguiu captar R$ 1,82 bilhão com a emissão de ações na bolsa brasileira, a B3. E outras companhias do setor também já realizar captação de recursos oferecendo ações na bolsa, como a Movida (R$ 600 milhões) e a Unidas Locamérica, que conseguiu levantar R$ 1,37 bilhão, em dezembro último.

O segredo para esses bons resultados é que, apesar dos problemas econômicos pelos quais o País tem passado, o setor conseguiu manter uma taxa de crescimento da ordem de 10% a 15% no volume de locações anual, tendo em vista uma expansão de 15% na taxa de utilização da frota, que encerrou 2018 em 75%.

E não são apenas as empresas que têm mantido o volume das locações. Motoristas de aplicativos têm optado pelo sistema, assim como pessoas comuns, que preferem pagar uma mensalidade, ao invés de adquirir um carro, além de terem de pagar seguro e impostos.

Localiza conseguiu R$ 1,8 bi em captação com a emissão de papéis na bolsa de valores brasileira

Foto: Divulgação

  • Carros para locação
    Carros para locação