Newsedan Apoio

Haroldo Máximo assume a presidência do TRE-CE

05 de Junho de 2019 . Por Marcelo Cabral

Uma prestigiada solenidade realizada na sede do TJCE, que contou com a presença de inúmeras autoridades civis e militares, marcou a posse do novo presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), desembargador Haroldo Máximo, e do vice-presidente e corregedor regional eleitoral, desembargador Inácio de Alencar.

Além do governador Camilo Santana e do prefeito Roberto Cláudio, os presidentes da Assembleia Legislativa e da Câmara Municipal de Fortaleza, José Sarto e Antônio Henrique, respectivamente, também marcaram presença na posse.

Em seu discurso, o governador ressaltou a relevância do Tribunal Eleitoral dentro do dia a dia político cearense. “Parabenizo os novos presidente e vice do TRE-CE e reitero a importância do órgão para o processo democrático do nosso estado”, afirmou Camilo Santana.

Diversas autoridades prestigiaram a posse de Haroldo Máximo para a presidência do TRE-CE

Foto: Divulgação

  • Camilo Santana e Haroldo Máximo
    Camilo Santana e Haroldo Máximo
  • Posse foi no TJCE
    Posse foi no TJCE

O Seminário Gestores Públicos - Prefeitos Ceará 2019 foi considerado um sucesso pelos participantes e encerrou nesta terça-feira, no Centro de Eventos do Ceará com inúmeros debates sobre reformas, questão fiscal, inovação, sustentabilidade e engajamento da sociedade.

Com público de mais de 750 gestores e 100 prefeitos, o debate focou em temas importantes para o setor. O governador Camilo Santana participou da abertura do evento e destacou a importância de estados e municípios manterem o equilíbrio fiscal, a fim de garantir a capacidade de investimentos e as constas públicas. Enid Câmara, da Prátika Eventos, destacou que o seminário vem crescendo a cada edição e para 2020 a expectativa é aumentar ainda mais o total de participantes.

Entre os palestrantes do dia, a titular da Sefaz, Fernanda Pacobahyba falou sobre a reforma tributária e o novo modelo que afeta estados e municípios. Recentemente o Ceará foi palco de uma reunião dos secretários da Fazenda do Norte e Nordeste, de forma a apresentar a realidade de cada unidade federativa e alinhar estratégias para levar ao Conselho Nacional de Política Fazendária, propostas que devem ser encaminhadas ao Congresso Nacional sobre a reforma. A secretária reforçou a importância da autonomia dos estados quanto ao ICMS e o quanto ele impacta na arrecadação para cada estado.

Outro nome importante que palestrou durante o segundo dia do seminário foi o titular da Sedet, Maia Júnior. Durante o painel de sustentabilidade, ele falou do crescimento do Estado, principalmente na exportação, e como esse desenvolvimento pode ajudar na economia cearense.

Também deu destaque a alguns produtos como, por exemplo, o atum. No começo deste ano, a produção cearense já representava 62% do total nacional. Em 2018, chegou a ter crescimento de 50% na produção em comparação a 2017, erando oportunidades para os cearenses.

Já Élcio Batista, chefe da Casa Civil do Governo do Ceará, participou do evento apresentando aos gestores públicos e prefeitos presentes a importância e as oportunidades das redes sociais na construção da relação governo e sociedade.

Ele destacou a relevância de se bem utilizar a inovação. “As redes sociais nos impõem um desafio, que é fazer com que o elo com os cidadãos se aperfeiçoe, seja transparente e ativo. Cria-se, assim, um ecossistema de comunicação. As novas plataformas de tecnologia, como a ciência de dados, trazem uma importante janela de oportunidades", afirmou.

Outros nomes que passaram pelos painéis do segundo dia do seminário foram Artur Bruno (Sema); Rodrigo Leite Rebouças, diretor regional do Sesc e Senac Ceará; Ederson Patrick Severo Machado, ouvidor de contas do TCE-PR, entre outros nomes.

Alta Performance

A experiência de conhecer e descobrir como aplicar os métodos de gestão de grandes empresas do Vale do Silício, nos Estados Unidos, como Google e Netflix, em prefeituras cearenses, foi a palestra de encerramento da VII Edição do Seminário de Gestores Públicos - Prefeitos Ceará 2019.

No Brasil, as técnicas também já são aplicadas por mais de duas mil empresas, e foram apresentadas pelo CEO da Seja Alta Performance, Escola de Gestão de Negócios, Marcos Freitas.

Para ele, o primeiro pensamento que precisa ser desmistificado é de que gestão pública e privada são totalmente diferentes. “Apesar de apresentarem algumas diferenças que podem limitar mais o gestor público nas suas tomadas de decisão, existem também métodos que podem ser aplicados para converter sua gestão com alta performance e obter excelentes resultados”, afirma Marcos.

Élcio Batista destacou a relevância do bom uso das redes sociais, tecnologia e inovação

Foto: Balada IN

  • Camilo Santana e Enid Câmara
    Camilo Santana e Enid Câmara
  • Maia Júnior
    Maia Júnior
  • Fernanda Pacobahyba
    Fernanda Pacobahyba

Que o Ceará e Fortaleza têm um potencial imenso para o desenvolvimento do turismo, não há dúvida alguma. Afinal o clima quente o ano todo, constância de ventos para a prática de esportes, um litoral de mais de 540 quilômetros de praias, dunas e outros atrativos naturais, aliados às serras, Cariri e Sertão Central, fazem um Estado único.

Excelente posição geográfica com relação à Europa, África e Estados Unidos, dono ad quinta maior capital do Brasil e que conta, agora, com uma privilegiada conexão aérea, aeroportos regionais, terminal marítimo de passageiros e boa infraestrutura de rodovias, também colaboram para que o Ceará se torne o maior receptor e turistas nacionais e internacionais.

Entretanto, é preciso garantir também outros atrativos para quem vem nos visitar, como grandes resorts a exemplo dos que existem no Caribe, e na Capital haver equipamentos turísticos para manter os visitantes aqui, como o Acquário Ceará, uma marina de padrão internacional, dentre outros.

Segundo o titular da Setur, Arialdo Pinho, Fortaleza necessita, urgentemente, de uma marina. “No início do governo Cid Gomes desenvolvemos um excelente projeto para a orla do Mucuripe, realizado pelo Arquiteto Luís Deusdará, que tem a parceria dos donos dos terrenos existente naquela área”, disse.

Ambicioso, o projeto prevê a construção do Marina Mucuripe Business, Hotel and Residence que por seu formato natural, remete à Marina da Glória, no Rio, mas pode receber influências de outro equipamentos do gênero, como Bayside (Miami), Pier 39 (San Francisco) ou Cascais (Portugal).

Na área, além das marina propriamente dita, está prevista a construção de três belos edifícios, em formato de velas, que abrigariam unidades comerciais e residenciais. Calçadão com quisques e restaurantes, equipamentos de esporte e lazer, além de um teleférico com quatro estações – Mucuripe, Náutico, Aterro e Acquário – onde além do aquário haveria uma grande praça de convivência e um hotel moderno.

Ele ressalta que, hoje, sua execução está ainda mais fácil, já que a Prefeitura de Fortaleza tem a orla sobre no seu comando. “O problema é a conjuntura nacional do mercado de imóveis. Temos dedicado diretamente a viabilidade da região do Acquario. Uma equação bem mais difícil de resolver, e de extrema necessidade para cidade, precisamos aumentar a atratividade de Fortaleza”, afirmou Arialdo Pinho.

Problemas com licenciamentos ambientais também são inibidores desse desenvolvimento maior, mas é preciso seguir bons exemplos internacionais, como Barcelona, que mesmo não sendo a capital espanhola, atrai milhões de turistas anualmente graças ao legado deixado pelas Olimpíadas de 1992.

Para sediar o evento, a cidade recebeu investimentos pesados em infraestrutura e reformou toda a sua orla, construiu marinas, espaços gastronômicos e de lazer, não apenas para os visitantes, mas também a sua população, melhorando a qualidade de vida de todos que conhecem ou residem naquela cidade.

Marina ficaria no Mucuripe e um teleférico levaria as pessoas até o Acquário Ceará

Foto: Divulgação

  • Hotel W Barcelona
    Hotel W Barcelona
  • Acquário Ceará
    Acquário Ceará
  • Orla de Barcelona
    Orla de Barcelona
  • Marina de Barcelona
    Marina de Barcelona
  • Área no Mucuripe
    Área no Mucuripe
CMF

Setur promove cursos de capacitação no Ceará

04 de Junho de 2019 . Por Marcelo Cabral

Nos últimos 12 meses, o Aeroporto de Fortaleza teve aumento de 102% na quantidade de turistas estrangeiros, passando de 251.854 para 510.823 passageiros. A movimentação doméstica cresceu 16,6%, passando de 5,6 milhões para 6,6 milhões. 

Com isso, o volume das atividades turísticas do Ceará teve um crescimento exponencial, tanto que foi apontado como o melhor do Brasil, segundo uma pesquisa do IBGE. 

Com os números no setor crescendo, consequência direta da atração de novos voos nacionais e internacionais e das políticas desenvolvidas pela Setur, um dos eixos de aposta da Pasta foi investir em cursos voltados especificamente para quem vive do turismo ou gostaria de entrar no ramo.

Leidiane Sabino abriu uma pousada em Paracuru no ano passado. Se inscreveu em uma das dez turmas do curso de inglês oferecido pelo Programa de Valorização da Infraestrutura Turística (Proinftur), responsável por uma série de obras e ações ao longo do Litoral Oeste. 

“Foi maravilhoso. Quando vi a oferta do curso, achei bom demais pra ser verdade. Mas me surpreendi e adorei. A parte ruim foi a duração, que todo mundo queria mais”, conta.

Hoje, após a conclusão da turma, ela deu continuidade às aulas. “O turismo é responsável por quase 80% dos empregos aqui da região. Esses cursos acabam fazendo muita diferença”, disse.

De 2017 pra cá, o Proinftur abriu 66 turmas de cursos de capacitação em diferentes áreas relacionadas ao turismo. Quase 1.400 pessoas foram beneficiadas. Para este ano, ainda serão disponibilizadas mais 90 turmas, com previsão de receber 1.800 novos alunos.

Já pelo Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur), que atua no Litoral Leste e nos Maciços de Baturité e Ibiapaba, foram 79 turmas que capacitaram quase 1.700 pessoas em 2018.

“O turismo é um grande distribuidor de renda. Chega no transporte, no artesanato, na alimentação, no vestuário. Beneficia do grande ao pequeno. Comecei nessa área há quase 40 anos e já acreditava que seria a grande atividade econômica do Estado. Hoje a gente vê isso e a tendência é só crescer.”, asseverou o secretário Arialdo Pinho.

Cursos de qualificação foram promovidos pela Setur para empreendedores do setor turístico

Foto: Divulgação

  • Arialdo Pinho
    Arialdo Pinho

O Governo do Ceará vai injetar cerca de R$ 1,35 bilhão na economia do Estado no mês que vem, fruto do pagamento da primeira parcela do 13º salário para servidores públicos ativos, aposentados e pensionistas, além dos salários do mês.

A informação foi confirmada pelo governador Camilo Santana nesta terça-feira, durante seu bate-papo com a população pelas redes sociais, iniciativa pioneira no território nacional.

“Nós vamos pagar a primeira parcela do 13º salário dos servidores do Estado no dia 5 de julho. São mais de 160 mil pessoas de todos os poderes do Estado. Para vocês terem uma ideia do que significa de volume de recursos, mensalmente a folha de pagamento do Estado é em torno de R$ 900 milhões, então vamos acrescentar no dia 5, aproximadamente, mais R$ 450 milhões”, disse.

Diante da crise econômica nacional, Camilo lembrou que enquanto o Ceará está pagando em dia, antecipando parte do 13º salário, há estados brasileiros que estão em atraso com seus servidores.

Perguntado se haveria cortes na educação cearense, ele foi taxativo. “Não haverá corte na educação do Ceará. Essa é uma área que tem sido prioritária em meu governo. Se for analisado ano a ano a evolução dos investimentos nessa área, todos os anos é crescente”, asseverou. 

A segurança pública é outra prioridade. “Essa é uma área que não vamos parar de fazer investimentos em tecnologia, modernização, ampliação das tropas. Nos últimos quatro anos eu nomeei praticamente 10 mil homens”, destacou Camilo Santana.

O governador lembrou, ainda, que implantou o BPRaio e o sistema de videomonitoramento em todas as cidades com mais de 50 mil habitantes. Só falta Acopiara, que será no final deste mês.

Pagamento antecipado da primeira parcela do 13º salário movimentará a economia do Estado

Foto: Divulgação

  • Camilo Santana
    Camilo Santana
  • Educação sem cortes
    Educação sem cortes