TERMACO SELOS ATE 21 SETEMBRO

Onélia Santana apresenta Programa Mais Infância Ceará para Havard

18 de Janeiro de 2018 . Por Gabriela Santiago

A primeira-dama do Estado do Ceará apresenta nesta sexta-feira (19), o Programa Mais Infância Ceará em simpósio Intersectoral Collaboration to Address Health Needs, realizado pela Universidade de Havard em parceria com a Universidade Federal do Ceará (UFC), no Instituto da Primeira Infância (Iprede).

O simpósio discutirá políticas públicas relacionadas à primeira infância. A abertura será feita pela Profª da Universidade de Havard, Marcia Castro e, em seguida, participam a vice-governadora do Ceará, Izolda Cela, que abordará o Programa Ceará Pacífico; o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, que discutirá sobre mobilidade urbana; a secretária municipal de Saúde de Fortaleza, Joana Angélica Maciel, apresentará o projeto Cresça com seu Filho/Criança Feliz. E, finalmente, o professor Gerardo Cristino Filho, do Curso de Medicina do Campus da UFC em Sobral, que abordará os projetos Trevo de 4 Folhas e Coala.

 

Onélia Santana e Izolda Cela

 

A parceria entre a ABIH Nacional, a ABIH CE e a Reed Exhibitions Alcântara Machado (RXAM) rendeu frutos e agora as edições 2018 e 2019 do Congresso Nacional de Hotéis (Conotel), passa a abrigar a “Equipotel Regional”. O evento acontece entre os dias 16 e 18 de maio em Fortaleza e reunirá na capital cearense fornecedores da hotelaria de diferentes áreas, como hospitalidade, alimentos e bebidas, recreação, sistemas operacionais e eventos.

O objetivo da realização da Equipotel Regional, em paralelo ao Congresso Nacional de Hotéis é aproximar empreendedores, gestores e executivos do setor de hospedagem e afins com as empresas que oferecem serviços e produtos de última geração para o mercado hoteleiro. O evento é uma monstra da maior feira de equipamentos de última geração para o setor de hospitalidade e alimentação da America Latina.

Para o presidente da ABIH Nacional, Manoel Linhares, a intenção é ampliar o alcance, tanto da feira como do congresso, e apresentar para as Regiões Nordeste e Centro Oeste as novidades e tendências em primeira mão.

A 60ª edição do Conotel 2018 e a primeira edição do Equipotel Regional acontecem Centro de Eventos do Ceará. Em 2019 quem sedia o evento é Goânia.

Conotel

Foto: Reprodução

CN5- Selo

Ceará ganha dois novos voos semanais para a Europa via Cabo Verde

17 de Janeiro de 2018 . Por Pompeu Vasconcelos

O Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza, passará a receber, em breve, mais dois voos semanais para a Europa. O anúncio foi feito na manhã desta quarta-feira (17) pela Secretaria do Turismo (Setur), do Governo do Ceará, Secretaria do Turismo de Fortaleza (Setfor) e a Cabo Verde Airlines (TACV) – companhia aérea responsável pela operação dos voos, em reunião na Setfor.

Uma das novas rotas vai ligar a capital cearense a Portugal (Lisboa) e França (Paris) já a partir do dia 1º de fevereiro próximo. A outra terá como destino as cidades italianas de Milão-Malpensa, com primeiro voo agendado para 19 de março deste ano. Ambos irão fazer rápida escala na Ilha do Sal, em Cabo Verde.

 A secretária adjunta da Setur, Denise Carrá, destaca o trabalho realizado pelo Ceará para atrair novas rotas turísticas, como os recentes destinos para Amsterdã, Paris e Miami e Orlando, nos Estados Unidos. “O turismo é muito impactante para a economia. O Governo do Ceará tem trabalhado não só para trazer as rotas, mas na estrutura do Estado, nos serviços, para fazer com que o turista encontre um destino de qualidade, diferenciado”, pontua Denise. 

Segundo ela, as novas rotas internacionais que iniciam operação no Ceará devem dobrar o número de turistas estrangeiros em relação a 2017. Outras companhias estão em fase de negociação com o Ceará, com a previsão de ampliação dos destinos internacionais. "São muito boas as expectativas para o Ceará ao longo deste ano".

Europa via Cabo Verde

As novas rotas anunciadas são parte da estratégia de reposicionamento no mercado brasileiro da Cabo Verde Airlines. A escolha pela capital cearense se deu, principalmente, por sua localização geográfica e a partir da aproximação entre o Governo do Ceará, Prefeitura de Fortaleza e o Consulado de Cabo Verde no Ceará. Além de Denise Carrá, participaram da reunião o secretário-executivo da Setfor, Erick Vasconcelos; diretores da TACV e o cônsul de Cabo Verde no Ceará, Roberto Marinho.

 Ainda nesta quarta-feira (17), a empresa aérea fará o relançamento da companhia por meio da ampliação das novas rotas, em evento para o trade turístico, no Hotel Fortaleza Atlântico Hotéis. Ainda na ocasião será apresentado o plano estratégico da empresa para os próximos meses, seguido de um jantar. 


O Governo Federal anunciou nesta quarta-feira (17), em cerimônia para liberação de recursos realizada em Brasilia, que irá repassar R$ 406 milhões aos estados para investimento o programa de Fomento às Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral. Devido aos resultados positivos alcançados pelo Governo do Estado na educação, o Ceará vai receber quase 10% da verba.

Pelo segundo ano consecutivo, o Estado esteve à frente em números de implantação de escolas do programa. Camilo Santana, que discursou em nome dos gestores das 27 unidades da Federação, destacou a série de investimentos anuais que o Ceará tem mantido para estimular estudantes e educadores com melhorias na rede estadual de ensino. De acordo com ele, o programa iniciou na rede estadual em 2016, com 26 escolas funcionando como projeto-piloto. No ano seguinte, mais 45 novas unidades foram implantadas, totalizando 71 escolas com jornada prolongada.

O governador garantiu, ainda, que com o investimento de R$ 40 milhões pretende implantar mais 40 unidades este ano. Somadas às 117 Escolas Profissionalizantes de tempo integral, hoje em funcionamento no Estado, o Ceará chegará à 228 escolas de tempo integral até o final de 2018.

No total, o Programa de Fomento às Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral pretende aumentar, em todo o Brasil, de 516 escolas financiadas pelo Ministério da Educação em 2017, para 967 em 2018. Serão 500 mil matrículas em instituições de ensino do tipo em todo o país.

MDD USA

MEC libera R$ 27,37 milhões para o Ceará

15 de Janeiro de 2018 . Por Pompeu Vasconcelos

O Ministério da Educação liberou na última sexta-feira, 12, R$ 27.378.032,27 milhões para o pagamento de parcela do salário-educação referente ao mês de dezembro de 2017 no estado do Ceará. Desse total, R$ 21.886.768,72 milhões são para escolas municipais e R$ 5.491.263,55 milhões para estaduais.

No País inteiro, os valores chegaram à R$ 981,4 milhões e serão repassados ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia vinculada ao MEC, que efetuará o repasse aos estados, municípios e Distrito Federal até o dia 20 deste mês. Os recursos serão aplicados no financiamento de programas, projetos e ações voltados para a educação básica.

“O salário-educação pode ser usado para a construção de escolas, aquisição de material escolar, manutenção das atividades da secretaria de forma geral”, explica o ministro Mendonça Filho. “Ele vai fazer com que a educação funcione efetivamente dentro da escola, desde o papel até a aquisição de materiais de apoio para a escola”, completa. 

Para o secretário de Educação Básica do MEC, Rossieli Soares, essa contribuição social é recolhida de todas as empresas e entidades vinculadas à Previdência Social, a partir de uma alíquota de 2,5% sobre a folha de pagamento. “Esse recurso é retido para esse grande fundo, que redistribui os valores para as redes estaduais e municipais, além do próprio governo federal, baseado no número de matrículas para o uso na educação básica ”.

Atualmente, essas instituições são definidas como toda e qualquer firma individual ou sociedade que assume o risco de atividade econômica, urbana ou rural, com fins lucrativos ou não, bem como as empresas e demais entidades públicas ou privadas.

Distribuição – Após a arrecadação, feita pela Receita Federal, cabe ao FNDE redistribuir os recursos do salário-educação entre os estados e os municípios, até o dia 20 do mês seguinte ao da disponibilização dos valores, entre todos os entes federados. Deduz-se 1% de taxa de administração para a receita e o restante é administrado pelo fundo, em cotas, observada em 90% de seu valor a arrecadação realizada em cada estado e no DF. 

A cota federal, correspondente a um terço do montante, é destinada ao FNDE e aplicada no financiamento de programas e projetos voltados para a universalização da educação básica, de forma a propiciar a redução dos desníveis sócio-educacionais entre os municípios e os estados. “A parte do governo federal é aplicada diretamente em apoio a educação básica para os estados e municípios, buscando assim melhorar os indicadores educacionais, especialmente os sociais” reforça Rossieli Soares. “Com este recurso, o governo federal investe na construção de novas creches, novas escolas e apoio as redes de forma geral, a fim de melhorar a educação brasileira”.

As cotas estadual e municipal, correspondentes a dois terços dos recursos, é creditada mensalmente e automaticamente nas contas das secretarias de educação dos estados, do DF e dos municípios para o financiamento de programas, projetos e ações voltados à educação básica. Ela é integralmente redistribuída, de forma proporcional ao número de alunos matriculados na educação básica das respectivas redes de ensino, apurado no censo escolar do exercício anterior ao da distribuição.

Os 10% restantes do montante da arrecadação do salário-educação são aplicados pelo próprio FNDE em programas, projetos e ações voltados para a universalização da educação básica.

Michel Temer e Mendonça Filho

Foto: divulgação