Soho Logo

Governo estima chuvas na média, este ano, no Ceará

18 de Janeiro de 2019 . Por Marcelo Cabral

O Governo do Ceará, por meio da Funceme, destacou que a média de volume de chuvas no Estado, este ano, deve ter 40% de probabilidade de ficar no nível normal. O prognóstico também ressalta que há 30% de chance de ficar acima da média anual e outro 30% de ficar abaixo.

O secretário da Casa Civil, Élcio Batista, representou o governador Camilo Santana na divulgação da quadra invernosa, realizada esta manhã, no Palácio da Abolição. A previsão é resultado de análise da Funceme sobre os campos atmosféricos e oceânicos de grande escala, como também dos resultados de modelos numéricos globais e regionais.

Élcio ressaltou que o Governo do Ceará segue tratando os recursos hídricos como área prioritária no campo de políticas públicas e investimentos. “Há uma preocupação permanente, diária, com essa questão dos recursos hídricos. Foi criado pelo governador Camilo Santana um encontro semanal para se tratar a questão hídrica, que é prioritária”, disse. 

“Não poderia ser diferente, dada a nossa condição geográfica. A gente tem feito muito esforço. Todos os investimentos realizados nos últimos quatro anos irão continuar. Por isso o Ceará é hoje uma referência no nosso País com a melhor estrutura de recursos hídricos”, completou Élcio Batista.

O titular da Secretaria dos Recursos Hídricos, Francisco Teixeira, projetou que as chuvas deverão permitir o Estado a atravessar mais um ano com abastecimento da população, de forma semelhante aos anos de 2017 e 2018.

Élcio Batista lembrou que a segurança hídrica é prioritária para o governador Camilo Santana

Foto: Divulgação

  • Tempo chuvoso
    Tempo chuvoso

Um total de R$ 13 milhões está disponível para startups, micro e pequenas empresas de base tecnológica interessadas em solução de desafios propostos por grandes indústrias, através de três chamadas do Edital de Inovação para a Indústria categoria C. 

O valor será disponibilizado para o desenvolvimento de projetos em áreas como sustentabilidade, bem-estar social, inteligência operacional e eficiência. O lançamento das chamadas vai ocorrer em três estados. Na segunda-feira (21)  será na Firjan; no dia 23 na Fiesp e no dia 25 na Fiep.

O Edital de Inovação para a Indústria categoria C é uma parceria de grandes empresas com Senai e o Sebrae. Para Marcelo Prim, gerente-executivo de Inovação e Tecnologia do Senai, as novas chamadas se destacam pelo maior aporte financeiro que as empresas estão colocando nos projetos.

“O aumento da quantia investida pelas empresas mostra que elas estão vendo maior valor agregado nos editais de inovação”, disse. “O edital não só conecta a demanda de grandes empresas com startups, como é uma oportunidade de compartilhar riscos tecnológicos e de negócios e de ter acesso ao quadro de pesquisadores que o Senai coloca à disposição”, complementa.

Uma das chamadas é da Enel, um dos principais players de energia do País, que propõe três desafios. Um deles pede soluções para levar água potável a populações sem acesso a serviços de água tratada e esgoto. 

O outro diz respeito à diminuição de poeira em residências próximas a construções de usinas fotovoltaicas e eólicas. O terceiro pretende resolver a gestão de resíduos sólidos e promoção do melhor aproveitamento do lixo no Nordeste brasileiro. 

“Buscamos ideias inovadoras e sustentáveis para solucionar desafios encontrados no desenvolvimento de nossos negócios, sempre atentos às necessidades das comunidades locais”, afirma Débora Pinho, responsável por Projetos de Sustentabilidade em Geração e Transmissão da Enel no Brasil.

Levar água potável a áreas sem acesso é um dos principais desafios para as startups participantes

Foto: Divulgação

  • Solução para eólicas
    Solução para eólicas
Lenita Negrao Apoio

Comitiva cearense encerra participação na NRF Big Show

18 de Janeiro de 2019 . Por Marcelo Cabral

Uma comitiva de 150 empresários do comércio varejista brasileiro, levada pela CNDL a New York, participou do encerramento da edição deste ano da NRF Big Show, a maior feira mundial destinada ao setor do varejo. 

Os líderes do Sistema CNDL ouviram o CEO da Macy’s, Jeff Gennette, falar sobre a reinvenção da trajetória dos clientes durante a experiência de compra. Ele defendeu ações facilitadoras e de entretenimento para fidelizá-los, quer seja por meio de aplicativos ou nas lojas, independente se físicas ou digitais.

“Temos que facilitar a jornada do cliente. Quando ele está em nosso aplicativo, site ou em nossas lojas, isso tem que ser fácil para ele. É preciso engajamento e interação com o cliente. As lojas têm de ser um local de entretenimento”, disse.

Também subiram ao palco principal da NRF Harlan Bratcher, diretor de Desenvolvimento de Negócios Globais da JD Fashion, e Rod Sides, vice-presidente e Líder nos EUA de Varejo, Atacado e Práticas de Distribuição da Deloitte, para tratar do panorama do varejo na China, além de explorar as mudanças de comportamento do consumidor e os avanços tecnológicos que transformaram o pensamento tradicional.

Para os membros da comitiva da CDL de Fortaleza e FCDL-CE, encabeçados os presidentes Assis Cavalcante e Freitas Cordeiro, respectivamente, após os três dias de evento com mais de 100 palestras, visitas técnicas nas lojas e guiadas na feira, a participação foi muito positiva.

Eles afirmam que o sentimento geral sobre as tendências do varejo, para os próximos anos, ainda estão fundamentadas na tecnologia, que veio promover o empoderamento dos funcionários e ser uma ferramenta a mais para o varejo na mensuração dos indicadores de intenção de necessidade e compra do cliente.

Todas as novidades e tendências observadas durante a NRF Big Show serão apresentadas e debatidas na próxima edição do evento Cenários do Varejo, programado para ocorrer no mês que vem, para que sejam adaptadas às necessidades do comércio varejista cearense.

Últimas tendência do varejo mundial foram apresentadas durante o evento realizado em New York

Foto: Divulgação

  • Freitas Cordeiro e Assis Cavalcante
    Freitas Cordeiro e Assis Cavalcante
  • Debate de tendências
    Debate de tendências

O governador Camilo Santana esteve reunido, junto com os secretários André Costa (SSPDS) e Mauro Albuquerque (Seap), com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, em Brasília.

Na oportunidade foram tratados assuntos de importante relevância para as ações em conjunto que têm sido realizadas entre estados, municípios e o Governo Federal no enfrentamento à onda de violência que vem sendo promovida pelo crime organizado no Ceará.

Durante entrevista ao canal Globonews, esta semana, Camilo afirmou que as operações que vêm sendo realizadas pelas polícias Civil e Militar, junto com as tropas Força Nacional de Segurança, comandadas pelo coronel da PMCE Aginaldo Oliveira, têm surtido efeito, tanto que os atos criminosos vêm reduzindo.

Também destacou a recuperação de mais de 5,5 toneladas de explosivos que haviam sido roubadas, no fim do ano passado e uma parte desse material vinha sendo utilizado na explodir pontes, viadutos e outros prédios públicos.

“Foi um trabalho de investigação muito bem executado, que resultou na recuperação desse material altamente perigoso. E não vamos recuar um milímetro nas ações de combate ao crime em nosso Estado”, asseverou Camilo Santana.

Camilo Santana esteve com o ministro Sérgio Moro, junto com os titulares da SSPDS e da Seap

Foto: Divulgação

  • Força Nacional
    Força Nacional
Gran Marquise Apoio e Patrocinio

Vila Galé fatura 20% a mais no Brasil em 2018

17 de Janeiro de 2019 . Por Marcelo Cabral

O Grupo Vila Galé registrou um faturamento de R$ 318 milhões, no ano passado, em suas nove unidades no Brasil, representando um aumento de 20% em comparação ao faturamento apurado em 2017, que foi de R$ 265 milhões. Em 2018 foram contabilizados 535 mil quartos ocupados, cerca de 8% a mais que em 2017.

“Os resultados positivos são reflexos da estratégia adotada pelo Vila Galé em 2018, com foco nas inovações no entretenimento e na oferta gastronômica, bem como no investimento e lançamento de novos projetos. Ao todo, foram investidos cerca de R$ 20 milhões em renovações e remodelações. Para este ano, estamos preparando diversas inovações em nossas unidades e passaremos a ter novos produtos a serem oferecidos ao público”, enfatiza José António Bastos, Diretor de Operações Brasil.

Em 2018, os brasileiros mantiveram-se como o principal público nos hotéis Vila Galé no Brasil, representando cerca de 88% do total, seguidos da Argentina e Portugal. No território brasileiro, foram criados cerca de 400 novos postos de trabalho.

Novidades

Após o lançamento do Vila Galé Touros, o maior resort all inclusive de todo o Rio Grande do Norte, com 514 acomodações, infraestrutura de lazer completa e um investimento de R$ 150 milhões, a rede Vila Galé anuncia novos projetos em São Paulo e na Bahia.

O Vila Galé Costa do Cacau, localizado nas proximidades de Ilhéus, na cidade de Una, litoral da Bahia, deverá entrar em operação em 2021 e terá 467 unidades habitacionais. O resort será all inclusive e deverá ter um investimento de R$ 150 milhões.

Outra novidade é a chegada do grupo a São Paulo, com o hotel Vila Galé Paulista. Focado no público corporativo, o empreendimento terá 110 unidades habitacionais e um investimento estimado de R$ 80 milhões.

Também estão previstas, até 2021, a abertura de duas novas unidades e ampliação de outras duas em Portugal, nas regiões do Alentejo, Manteigas e Lamego. Ao todo, a rede Vila Galé planeja contar com 38 unidades no mundo, em três anos.

Vila Galé Touros foi o último resort inaugurado no Brasil, ano passado, no Rio Grande do Norte

Foto: Divulgação 

  • Vila Galé Cumbuco
    Vila Galé Cumbuco