Quando se fala em dieta, uma infinidade de tipos entra e sai de moda. Mais faladas na atualidade, a dieta Low Carb e a Cetogênica, também conhecida como Keto, falam em redução de carboidratos. Mas qual a diferença entre elas?

Segundo Carla Laprovítera, a dieta cetogênica é caracterizada por uma alta quantidade de gordura, média em proteínas e pobre em carboidratos. Já na low carb, também com baixo carboidrato, é recomendável ingerir uma quantidade maior de proteínas para não perder massa muscular e se manter saciado.

"A diferença básica é que, nesse caso, a quantidade de gorduras pode chegar em torno de 85% da ingestão calórica total, enquanto a quantidade de carboidratos fica em torno de 20-50g/dia, e o restante é de proteínas. Na dieta low carb, pode-se ter uma distribuição por exemplo de 40% lipídios, 40% proteínas e 20% carboidratos", explica a nutricionista.

Carla Laprovítera afirma que o principal objetivo da dieta cetogênica é induzir a um estado de cetose fisiológica, que vai exercer um efeito metabólico no organismo, "o corpo passa a usar “corpos cetônicos” como fonte de energia, um combustível alternativo usado quando o açúcar no sangue (glicose) se torna escasso. Assim, o corpo altera seu abastecimento de combustível para funcionar quase que exclusivamente dependente da gordura", completa.

Essa estratégia de dieta também é bastante estudada em algumas condições como câncer, epilepsia e outras doenças neurológicas. Lembrando que a dieta deve ser feita com indicação, sempre com acompanhamento profissional e bem periodizada, respeitando a individualidade de cada um e eliminando um risco tão comum e recorrente: o de achar que existe um protocolo ideal para todo mundo.

Carla Laprovítera

Foto: Divulgação


Veja também

instagram