Festas

Dicas para inovar na decoração de Natal

12 de Dezembro de 2016 . Por Carol Belchior

Montar a árvore de Natal é uma das principais tradições que marcam a data. O clássico pinheiro verde decorado com luzes e bolinhas coloridas é o centro da decoração da casa nos preparativos para celebrar o período natalino e um dos seus principais símbolos. E como estamos cada dia mais pertinho do Natal, vamos trazer aqui no blog algumas dicas para você que vai montar sua árvore, mas tem pouco espaço ou quer inovar na decoração este ano.

Uma das primeiras alternativas que podemos pensar para fazer uma árvore de natal bem diferente é procurar aproveitar o que você já tem casa: jarrinhos de planta com galhos secos, livros e até mesmo as bolinhas que você usou na decoração do último natal. Com um pouquinho de criatividade,  todos esses itens podem se transformar em lindas árvores. 

Arvore de natal de livros

Você pode enfeitar com alguns adornos natalinos um jarro de plantas ou galhos e voilá! Uma árvore de Natal em estilo rústico. A idéia cai bem para uma casa de veraneio na serra ou na praia.

Árvore de natal feita com galhos

E por que não deixar que o espírito ecológico também prevaleça no Natal e preparar uma decoração sustentável para comemorar a data? Usar materiais recicláveis é uma ótima maneira de contribuir com o meio-ambiente sem abrir mão de uma árvore de natal linda e criativa. Você pode ainda envolver a criançada nesse processo e aproveitar para ensiná-los um pouquinho sobre sustentabilidade. Papéis, folhas de revistas e jornais, garrafas pet e outras embalagens podem ser a matéria-prima do tradicional pinheiro natalino.

Árvore de natal feita de papel

Para ambientes pequenos, otimizar os espaços é sempre uma boa opção. Uma ideia para isso é aproveitar os tradicionais pisca-piscas para criar o desenho da árvore na parede. Depois é só finalizar com uma estrelinha na ponta e você tem que uma boa árvore de natal precisa.

Árvore de natal de luzinhas

Independente do modelo, material e decoração que a árvore de natal receber o que realmente deve importar é o significado dela para você e sua família. Essa é uma tradição que fortalece os laços familiares nos proporcionando momentos e lembranças especiais. Nas próximas publicações falaremos mais sobre a decoração de natal, mostrando a árvore que algumas personalidades da nossa cidade escolheram para seus lares.

Fotos: Reprodução


Competência e delicadeza marcam o trabalho de Adriana Pessoa

05 de Dezembro de 2016 . Por Carol Belchior

No mês em que as pessoas ficam mais próximas, mais sensíveis e muito mais amorosas, entrevistamos Adriana Pessoa, uma confeiteira de mão cheia. Ela nos conta de maneira emocionante a relação dela com a mãe, companheira de profissão e a história de amor com os bolos, verdadeiras obras de arte, que a dupla cria diariamente. O relato dela, além de sincero, é uma prova de que quando trabalhamos com amor o resultado é encantador e cada vez mais surpreendente.

Blog Festas - Poderia contar um pouco sobre a sua história como confeiteira?  

Adriana Pessoa - Na verdade,  o início de tudo ainda foi na infância  onde adorava ver mainha fazendo bolos com castelos de biscoitos, gramas com coco ralado. Logo eu estava fazendo o mesmo nas maquetes  escolares.  Aos 14 anos enquanto a mainha não  se encontrava na loja eu pedi a uma funcionária,  que me viu pequena, para confeitar um bolo de encomenda . Assim fiz meu primeiro bolo de Minnie.  Desde então, mainha deixava eu ajudar nos bolos. Fiz curso de caixas, perfumes, chocolates, mas foi um dia que a mainha  voltou de um curso com uma revista da Marta Balina  e quando vi  aquelas coisas lindas disse: mainha é  isso que quero para minha vida ! Posso ir no seu lugar? Aprendi 3 bonecos e no dia seguinte fiz todos os bichinhos de Safari.

Blog Festas - Quanto tempo trabalha com confecção de bolos? É um negócio familiar? Você e a sua mãe (D. Marilza) criam juntas?

Adriana Pessoa - Oficialmente 24 anos aproximadamente. Somos mãe e filha que se amam muito e ligadas ainda mais por dividirmos esse dom que Deus nos deu com sabedoria e respeito  ao que cada uma faz de melhor.  Somos um complemento uma da outra  pois quando olhamos um bolo que falta algo, imediatamente uma sempre dá aquela luz. Raramente criamos juntas pois fico mais nos temáticos,  infantis e propostas mais modernas. E ela fica mais nos de casamento, mas na hora da produção, seja minha ou dela,  sempre estamos revendo juntas. E em todas exposições,  seja casamento ou infantil, as duas planejam juntas e botam a mão  na massa junta.

Blog Festas - Como é o processo de criação dos bolos? É feito um contato inicial com a cliente e vocês criam juntas o trabalho?

Adriana Pessoa - A criação  dos bolos  começa  a partir de um horário  marcado com o cliente e sempre com o convite da festa , assim desenhamos o bolo  ali mesmo com a cliente. Quando chega na semana delegamos cada bolo e vamos orientando  cada um deles com muito critério quanto cor do bolo , que tipo de renda e acabamentos e no dia eu e mainha sempre estamos na produção com a nossa equipe.


Blog Festas - Quantas horas, em média, você passa para elaborar cada bolo?

Adriana Pessoa - Começo 3 dias antes em bolos de 4 andares. Corto as estruturas, cubro, espero secar para começar com os trabalhos iniciais e só  depois vamos para rendas ou aplicações infantis. Mas tudo depende do grau de dificuldade do tema  rsrs... pois raramente fazemos os mesmos bolos, são  quase exclusivos .

Blog Festas - Qual o trabalho você mais gostou/se emocionou em fazer?

Adriana Pessoa - Essa é  uma pergunta que me faço  sempre rsrs e, por sinal,  confesso que não  sei qual o bolo mais bonito. Então,  na minha cabeça , separo por temas. E em temas o mais bonito na maioria das vezes é  o último a ser feito de cada tema. Quanto a questão  de me emocionar .... O batizado da Laurinha #acordaLaurinha

Todos os bolos da  minha cliente amada Lis que hoje aos 4 anos consegue dar um sorriso lindo... Na verdade,  o que me emociona nos bolos são  as histórias de cada cliente, cada sonho. São  os mesversarios  que vou acompanhando meus bebes amados. Tenho casos de bebês que quase morreram e que cada vez que eles fazem 1 mês  de vida eu comemoro também. Tenho clientes que, assim como eu, lutavam pela maternidade e hoje estamos vivendo essa fase linda juntas. Das mães  que compartilham as fotos vamos criando um amor sem tamanho e quando chega nos 10 meses aperta o coração  da mãe  e do meu... Quando tenho a oportunidade de acompanhar ver as fotos mês a mês  é  a parte mais doce e pura do meu trabalho.

Blog Festas - Quais são os temas mais pedidos pelas clientes?

Adriana Pessoa- Bom, adoro temas diferentes, mas os temas clássicos hoje são  jardim, princesas ou príncipes e, eternamente, circo e Disney


Blog Festas - O foco das atividades é casamento, festas infantis?

Adriana Pessoa - 15 anos e temáticos também. Hoje vejo os adultos comemorarem muito mais seus aniversários que há 5, 10 anos.


Blog Festas - O bolo tem se tornado cada vez mais verdadeiras obras de arte. O que você acha disso? Como se sente sendo peça fundamental na realização de sonhos das pessoas?

Adriana Pessoa - Muitas vezes, depois de pronto, olho e digo: como isso saiu da minha cabeça?  Como fiz isso? Quando vejo na festa pronta muitas vezes nem acredito! Deus me deu um dom. Todos nós temos dons, mas nem todos sabem reconhecer,  nem todos amam e cuidam desse dom. Eu sei que Deus foi extremamente generoso ao me dar o dom e eu fazer dele minha realização  pessoal e profissional. Amar o que se faz como parte da sua vida. Acredito ser para poucos e ter a honra  de ter a minha mãe  e aproveitar todos os dias da sua vida ao meu lado não tem preço. Sou duplamente premiada.

Fotos: @adrianabombocado

A eucaristia celebrada com delicadeza e harmonia

28 de Novembro de 2016 . Por Carol Belchior

A primeira eucaristia é um marco importante na vida dos fieis. Por ser um momento único, não pode passar em branco. Algumas famílias optam por, assim como o batismo, realizar uma recepção intimista para amigos e familiares após a celebração religiosa.

A pequena Sarah recebeu o sacramento da eucaristia e, na sequência, foi acolhida em casa por pais e amigos bem próximos. A recepção ficou tão linda que resolvemos disponibilizar aqui algumas imagens para inspirar as famílias que estão preparando esse momento especial de sacramento e união.


Para começar a planejar a recepção, é preciso pensar na decoração e no formato da festa. Alguns elementos se encaixam no tema e podem ser utilizados, como, por exemplo, a cruz, a vela batismal e a bíblia. Que tal separar, junto com a criança que vai receber a Eucaristia, orações e passagens bíblicas que falem sobre a comunhão? Dessa forma haverá um envolvimento com o tema e a compreensão da importância da reflexão desse momento. Utilize tons claros para conferir ao espaço um ar angelical. Os elementos em harmonia com o branco, por exemplo, vão remeter à paz e a pureza de espírito buscados na eucaristia.


Na festa da Sarah havia doces, mimos e lanches para todos os gostos. A recepção foi pensada de uma forma leve, para agradar a todos. Por ser uma festa mais familiar, pode ser montada uma mesa com os alimentos e, assim, todos podem se servir à vontade.


O bolo tem local de destaque e pode ser servido como sobremesa. O cenário fica perfeito para fotos com a família e amigos durante a festa.

E o melhor é que ainda funciona como decoração se colocado na mesa com flores, doces e chocolates.


Quem casa, quer casa

08 de Novembro de 2016 . Por Carol Belchior

Esse é um dos ditados mais verdadeiros quando o assunto é casamento. Ao decidirem juntar as escovas de dente, montar o lar é o primeiro passo que o casal dá junto no início da vida a dois. Pensando nisso, reunimos algumas dicas da arquiteta e decoradora de interiores Marcia Andréa aqui no blog para ajudar a montar uma casa bonita e aconchegante para os noivinhos.

Na hora de mobiliar o espaço é preciso, antes de tudo, ficar atento ao tamanho da casa e, claro, ao estilo de vida do novo casal. Feito isso, o passo seguinte é planejamento. Assim evitamos prejuízos e definimos as funções de cada espaço para saber como melhor aproveita-los.

“Um profissional de arquitetura ou uma consultoria podem economizar tempo e dinheiro”, ressalta Marcia. Mas ela explica também que, seguindo algumas dicas valiosas, é possível o casal dar esses passos sozinhos.

Para isso, a primeira coisa a se fazer, explica, é comprar uma trena de 3m para medir todos os espaços. Ter as medidas em mãos vai facilitar na escolha dos móveis e artigos de decoração. Por isso, meça tudo antes de começar. E isso vale para os móveis também. Confira sempre a largura, altura e profundidade de todos os itens.

A Márcia destaca ainda que é importante priorizar a circulação dos moradores de 0.40 a 0.60m e lembrar que cada espaço tem um corredor de passagem que varia de 0.60 a 1m. Caso um baby venha, é importante também já ter em mente que um carrinho precisa de 70 cm para circular.

A sala e o quarto do casal são geralmente os espaços que recebem uma atenção especial na hora de mobiliar. Lembrando sempre de harmonizar o gosto do casal, na sala pode ser usado um sofá grande, principalmente se ela for pequena, ressalta a arquiteta. “O critério na hora da escolha deve ser conforto e beleza”, diz.

Um detalhe que dará charme e aconchego ao ambiente é a iluminação indireta. Quanto ao lustre na sala de jantar, é importante saber que ele deve ser proporcional ao tamanho da mesa e a altura deve variar de 80 a 90 cm da parte inferior do lustre.

Anotadas as principais dicas, que tal agora conferir alguns ambientes assinados pela arquiteta Márcia Andréa para se inspirar?! Com muito bom gosto, charme e elegância ela mostra pra gente algumas ideias de como fazer do ninho de amor dos recém-casados um cantinho ainda mais especial!

Sala 1 - Marcia

Sala 2 - Marcia

Sala 3 - Marcia

Sala 4 - Marcia

Sala de Jantar 1 - Marcia

Sala de Jantar 2 - Marcia

Cozinha 1 - Marcia

Cozinha Americana - Marcia

Suite Casal 1 - Marcia

Suite Casal 2 - Marcia

 

Fotos cedidas do facebook da arquiteta Márcia Andréa

Casamento em locais inusitados

24 de Outubro de 2016 . Por Carol Belchior

Casar na igreja, escolher o buffet, lista de convidados … são muitas as decisões que os casais precisam tomar quando decidem oficializar a união perante Deus e os familiares. No entanto, nem todos os casais optam por uma festa tradicional. Muitos sonham em casar na praia, em uma fazenda, próximo a uma lagoa e por que não em um terminal marítimo? São muitas as possibilidades e os profissionais estão sempre a postos para tornar os sonhos dos noivos em realidade!

 

Após a decisão do local da cerimônia, é preciso começar a pensar na decoração do evento, na estrutura e nos itens que essenciais para a festa acontecer. É importante que a noiva tenha um estilo. A partir daí, o profissional responsável pela decoração inicia o projeto de ambientação incluindo flores, móveis etc. De acordo com o decorador Willfridy Mendonça, todo o planejamento da festa depende do local e do gosto da noiva “algumas delas deixam tudo nas mãos do decorador, então tenho que entrar o meu lado psicólogo e conhecer um pouco da noiva, saber o que ela gosta e o que não gosta... e assim vamos formatando uma decoração. Cada festa tem uma identidade!”, salienta.


 
É preciso que a noiva decida, além do espaço da festa, a quantidade de convidados, pois é preciso que o local escolhido comporte a todos com conforto e segurança. Willfridy salienta que é preciso seguir as normas “cada projeto que faço, principalmente em locais fechados é preciso um projeto para não obstruirmos as saídas de emergência, extintores e em alguns casamentos, dependendo do tamanho, até ambulância colocamos. Tomarmos todas as medidas para termos uma festa tranquila e segura.


 
Já em locais abertos, é preciso ter cuidado com o local escolhido para o cenário do bolo, doces e chocolates. O decorador recomenda que o local escolhido não tenha muita luminosidade para garantir a qualidade dos produtos que, geralmente, começam a ser entregues no começo da tarde. “Nos Buffets também são colocados em lugares fechados, caso não tenha, projetamos uma tenda, justamente para evitarmos riscos de bactérias trazidas pelo vento”, reforça.
 

Após as medidas de segurança e os cuidados com a decoração e a disposição da alimentação, o projeto prevê ainda a decisão das cores, das flores, da harmonia da festa. De acordo com Willfridy, o branco é considerado clássico, mas as cores quentes entraram com tudo este ano principalmente com uma palheta de cores do vinho, Bordeaux, marsalla, Pink, lavanda e roxo. Algumas noivas optam pelos tons pasteis, que vão do rosa bebê, chá, rosa chiclete. “Já as noivas mais rústicas que geralmente fazem seus casamentos em fazendas, sítios ou praias querem algo puxado para o amarelo, laranja. Cada caso, vai depender da cor preferida da noiva e adaptamos seu gosto a decoração para criar o ambiente da festa lindo e harmônico”.


Inspiradas, noivinhas?

Imagens: Instagram do decorador Willfridy Mendonça