Fogo no lixo

22 de Agosto de 2017 . Por Totonho Laprovitera


Onde eu moro, ainda se conserva o costume de varrer a calçada, juntar o lixo em montinho e tocar fogo nele. 

Pra quem não sabe, queimar lixo se configura em delito, conforme a Lei 9.605, dos crimes ambientais. 

No âmbito administrativo, devemos procurar o órgão ambiental local e protocolar uma denúncia de poluição atmosférica. No âmbito preventivo, quando botarem fogo, chame os bombeiros. 

É bom lembrar, ainda que botar fogo em materiais domiciliares, além de ser uma atitude de desrespeito a vizinhança, é um ato criminal e de desrespeito com o próximo e com o Planeta! 

(Imagem: Portal CG RN)

Fast Tip // Cactus Decor

19 de Agosto de 2017 . Por Marília Queiroz e Nicole Pinheiro

E a decoração é assim, parte do estilo minimalista para o shabby sem receios, passa pelos conceitos contemporâneos, se nutre de pitadas clássicas e chega ao “boêmio/boho” num piscar de olhos, não é? Não existe mais um padrão para se usar… dá sim para unir tudo o que você gosta num mesmo espaço, é atual e surpreendente, basta equilibrar as formas com uma boa profissional do ramo (eu amo misturas interativas) :) ! Os desérticos cactus estão bombando e podem estar em qualquer canto da nossa casa, ele se adapta aos livings até banheiros. Pra quem não curte a “rigidez” da planta, uma ideia bacana é apostar em papeis de parede ou quadros com o tema impresso, fica pra lá de moderno! Mais uma vez fiz aquela busca que adoro e trouxe algumas imagens pra gente se inspirar:

1

fresca02

boho_living_room_01

6a00d8358081ff69e201b8d24d29ed970c

10-cozy-living-room-ideas-for-fall-season-A-Look-Inside-Chy-Parkers-Indoor-Jungle

7792ab5a28af391259a79e7e9343b340--magnolia

14360049_170474966728310_2010457794_n

iiiinspired _ ideat-2011-juin_Page_199

15535323_1817558735158514_4851147706652950528_n

cactus-plan-de-travail-cuisine-carrelee_5756417

DIY-Bag-Rack-6

room-tour-2017-aspyn-ovard-blog-post_-16-1600x1066

plantas-6

Tellkiddo2

media

Beijos,

Nicole.

O post Fast Tip // Cactus Decor apareceu primeiro em The Fashion Hall.

75 dias de Epcot Food & Wine em 2017

16 de Agosto de 2017 . Por Mila Soares

? Só pode ser porque é bom demais! Confirmo selo de aprovação da Mila, como melhor época para visitar o reino mágico. Serão 75 dias de Epcot Food & Wine Festival em 2017. Do dia 31 de agosto a 13 de novembro, 35 quiosques apresentam culinárias diversas em torno do World Showcase (vitrine do mundo)...

Read More

O nosso Abstracionista

08 de Agosto de 2017 . Por Eduardo Oliveira

"O nosso Abstracionista"

 

 

Antônio Bandeira 

O artista, pintor, desenhista e gravador cearense Antônio Bandeira trilhou um caminho único na arte brasileira. Com aversão ao academicismo, abandonou a arte figurativa de seus anos iniciais e tornou-se pioneiro do abstracionismo do país. A partir de 10 de agosto, o Espaço Cultural Unifor, localizado no campus da Universidade de Fortaleza, apresenta um pouco da trajetória deste artista ímpar na exposição Antônio Bandeira: um abstracionista amigo da vida. Com a realização da Fundação Edson Queiroz e organização da Base7 Projetos Culturais, a mostra tem curadoria de Regina Teixeira de Barros e Giancarlo Hannud.

A exposição reúne um conjunto de 91 obras que abarca diferentes momentos de sua produção artística, das primeiras pinturas figurativas, de caráter social, às grandes telas com densas tramas, tão comuns em seus últimos anos. "Os delicados guaches e aquarelas, nos quais a sutileza e a poesia imperam, pontuam a trajetória do artista e se contrapõem, na década de 1960, aos trabalhos mais experimentais, realizados com materiais não tradicionais como miçangas, fitas adesivas e tinta automotiva", aponta Regina. “Bandeira permaneceu sempre à margem de escolas e estilos, jamais emprestando seu nome às declarações de fé estética tão em voga naquele momento”, completa Giancarlo, que também coordenou todo o levantamento de obras do artista e a pesquisa para o catálogo raisonné parcial.



“Seguindo sua missão de apoiar e difundir a produção de artistas cearenses, a Fundação Edson Queiroz realiza uma exposição inédita de Antônio Bandeira, que reúne alguns de seus trabalhos mais importantes. Um marco da mostra será o lançamento do catálogo raisonné de Bandeira, patrocinado pela Fundação Edson Queiroz, a ser lançado no Espaço Cultural Unifor. Ao apresentar exposições e ao mesmo tempo apoiar publicações da relevância de um catálogo raisonné, a exemplo do que realizou com Leonilson no primeiro semestre deste ano, a Universidade de Fortaleza, mantida pela Fundação Edson Queiroz, cumpre seu papel de aliar arte e educação como forma de promover o conhecimento, alcançando não só sua comunidade acadêmica, mas toda a sociedade”, afirma o vice-reitor de extensão da Unifor, prof. Randal Pompeu.

Definido por seus pares como um artista sério, lacônico e metódico, Bandeira deixou como legado uma produção surpreendente pela qualidade e sensibilidade de suas obras. Parte das obras apresentadas nesta exposição é pouco conhecida do público e até mesmo pelo circuito da arte, pois muitas foram localizadas graças às pesquisas para o catálogo raisonné parcial do artista.

 

 

O artista é expoente de uma vertente abstrata que privilegia a gestualidade e a expressão da experiência poética. Em seus trabalhos, traços, cores, tramas, manchas e respingos, todos aparentemente abstratos, na verdade estampam o mundo interior que o artista abrigava dentro de si. Por meio deles, Bandeira sugere a seu espectador uma infinidade de lembranças e emoções. Não por acaso, os títulos de suas obras evocam paisagens urbanas e cenas do cotidiano, abrindo caminho para interpretação lírica dessas composições.

Nas palavras do próprio artista, seus traços retratam “paisagens, marinhas, árvores, portos marítimos, cidades, enfim, apontamentos de viagem. Parto do realismo e, depois, vou aparando a ramaria até chegar ao ponto que minha sensibilidade exige. A natureza foi e será, sempre, o meu celeiro”, dizia. Esse compromisso alegre com a vida pautou sua aproximação e assimilação da linguagem internacional da arte abstrata.

 

O artista

 
Antonio Bandeira nasceu em Fortaleza, em 1922. Iniciou-se na pintura com a professora Mundica, bastante conhecida na cidade de Fortaleza, cujo método de ensino era a cópia. Em 1941, participou da criação do Centro Cultural de Belas Artes, entidade que nos anos seguintes deu origem à Sociedade Cearense de Artes Plásticas.
Em 1945, mudou-se para o Rio de Janeiro, cidade que recebeu sua primeira exposição individual. Contemplado pelo governo francês com bolsa de estudos, mudou-se para Paris em 1946, onde frequentou a École Nationale Supérieure des Beaux-Arts e a Académie de la Grande Chaumière.

Em Paris, o jovem artista entrou em contato com o abstracionismo lírico. A partir dessa aproximação, a gestualidade, já reconhecida nas suas primeiras figurações expressionistas, ganhou destaque ainda maior quando ele passou a se dedicar à abstração.

Bandeira participou das duas primeiras edições da Bienal de São Paulo, em 1951, ano que retornou ao Brasil, e em 1953. A segunda edição lhe rendeu um Prêmio Fiat, motivo que o levou novamente à Europa em 1954. Lá, permaneceu até 1959, passando pela Itália e Inglaterra.

Ao retornar ao Brasil, dedicou-se a uma atividade artística intensa, participando de importantes exposições, no Brasil e no exterior. Bandeira voltou a Paris em 1965, onde permaneceu até sua morte, dois anos depois.

 

 

 

Eduardo Oliveira

Critico de arte

arteduoliveira@hotmail.com

Praça de eventos da Mostra 100% DESIGN 2017

06 de Agosto de 2017 . Por Omar de Albuquerque

O Projeto da praça de eventos da Mostra 100% DESIGN 2017 foi cuidadosamente pensado para dar conforto aos seus visitantes sem interferir no intenso fluxo de pessoas na área.  Foram usadas uma vegetação exuberante, com grandes folhagens em vasos que foram produzidos com exclusividade para o evento, além das grandes jardineiras confeccionadas em madeira e pintadas à mão na cor preta. Um jogo de volumetria deu privacidade e garantiu a harmonia com o pé direito alto do espaço do Shopping. A uma iluminação mais intimista e o tom sóbrio do mobiliário e piso de granito claro do espaço, ganhou, mas charme. O destaque vai para as coloridas poltronas ACAPULCO de design clássico e retrô dos anos 50. O paisagismo da praça é um projeto da paisagista Jakei Martins. 

Por Omar de Albuquerque 

UM LUXO DE CUPCAKE!

15 de Junho de 2017 . Por Flávia Benevides

Sempre ando pesquisando por cantinhos diferentes aqui em Londres e foi no instragram que descobri essa casa de bolo chamada: Peggy Porschen Cakes, dá pra ver que fiquei imediatamente atraída por esse cantinho.



Para chegar lá, desci na estação de metro- Sloane Square - leva uns 10-15 minutos andando até chegar, mais foi uma delícia caminhar entre as casas do local,um charme de uma ponta a outra.


 A casa de bolo fica bem na esquina da na rua Ebury Street, voce se apaixona pelo local assim que chega.Parece uma casinha de bonecas, um sonho rosado. Com flores na porta de entrada e uma bicicleta também na cor rosa deixa o cenário especial. Dificil é não tirar várias fotos ali.  


O aroma dos cupcakes e bolos frescos é simplesmente irresistível. Eu pedi um café “flat white” e o Glorious Victoria cake, o bolo derrete na boca, muito saboroso mesmo! Os preços não são tão docinhos, mas não é em cada esquina que encontramos um lugar tao cheio de charme desse, entao vale demais!


A Historia

Originalmente da Alemanha, Peggy Porschen mudou para Londres em 1998, para estudar confeitaria.Hoje se tornou a maior ‘cake designer’ e a favorita das celebridades, como a modelo Kate Moss, que teve o seu bolo de casamento confeitado por ela.

Endereço:

116 Ebury St, Belgravia, London SW1W 9QQ

 

Cheers,

Flavia

Instagram @flaviabenevides

Dicas para inovar na decoração de Natal

12 de Dezembro de 2016 . Por Carol Belchior

Montar a árvore de Natal é uma das principais tradições que marcam a data. O clássico pinheiro verde decorado com luzes e bolinhas coloridas é o centro da decoração da casa nos preparativos para celebrar o período natalino e um dos seus principais símbolos. E como estamos cada dia mais pertinho do Natal, vamos trazer aqui no blog algumas dicas para você que vai montar sua árvore, mas tem pouco espaço ou quer inovar na decoração este ano.

Uma das primeiras alternativas que podemos pensar para fazer uma árvore de natal bem diferente é procurar aproveitar o que você já tem casa: jarrinhos de planta com galhos secos, livros e até mesmo as bolinhas que você usou na decoração do último natal. Com um pouquinho de criatividade,  todos esses itens podem se transformar em lindas árvores. 

Arvore de natal de livros

Você pode enfeitar com alguns adornos natalinos um jarro de plantas ou galhos e voilá! Uma árvore de Natal em estilo rústico. A idéia cai bem para uma casa de veraneio na serra ou na praia.

Árvore de natal feita com galhos

E por que não deixar que o espírito ecológico também prevaleça no Natal e preparar uma decoração sustentável para comemorar a data? Usar materiais recicláveis é uma ótima maneira de contribuir com o meio-ambiente sem abrir mão de uma árvore de natal linda e criativa. Você pode ainda envolver a criançada nesse processo e aproveitar para ensiná-los um pouquinho sobre sustentabilidade. Papéis, folhas de revistas e jornais, garrafas pet e outras embalagens podem ser a matéria-prima do tradicional pinheiro natalino.

Árvore de natal feita de papel

Para ambientes pequenos, otimizar os espaços é sempre uma boa opção. Uma ideia para isso é aproveitar os tradicionais pisca-piscas para criar o desenho da árvore na parede. Depois é só finalizar com uma estrelinha na ponta e você tem que uma boa árvore de natal precisa.

Árvore de natal de luzinhas

Independente do modelo, material e decoração que a árvore de natal receber o que realmente deve importar é o significado dela para você e sua família. Essa é uma tradição que fortalece os laços familiares nos proporcionando momentos e lembranças especiais. Nas próximas publicações falaremos mais sobre a decoração de natal, mostrando a árvore que algumas personalidades da nossa cidade escolheram para seus lares.

Fotos: Reprodução


Bolo de Laranja com Gengibre

11 de Fevereiro de 2016 . Por Mirella Freire

Ingredientes
 1 laranja inteira, sem casca e sem caroços
 3 ovos inteiros
 1 xícara de leite vegetal (usei leite de coco)
 1 xícara de coco ralado seco
 1/2 xícara de farinha de arroz (ou qualquer farinha saudável)
 1/2 xícara de farinha de amêndoas (basta triturar amêndoas no liquidificador)
 1 colher de sobremesa de fermento em pó
 1 colher de chá de gengibre fresco ralado
 3/4 xícara de adoçante culinário (ou açúcar de coco, mascavo, demerara)

Modo de Preparo
No liquidificador bater a laranja, os ovos e o leite até que vire uma mistura homogênea.
Em recipiente a parte, juntar as farinhas, o adoçante e o fermento. Misturar.
Posteriormente juntar as 2 misturas e mexer bem. Colocar o gengibre ralado.
Untar uma forma média com óleo de coco, colocar a massa e levar ao forno médio (180º), pré aquecido, até dourar.
Incrível, essa mistura fica diferente e sensacional!

Bráz Fora de Série ? Do Brás ao Brooklyn

05 de Outubro de 2015 . Por Patrícia Mattos

Na sexta feira fui conhecer o novo Festival que a Pizzaria Bráz acaba de lançar chamado Bráz Fora de Série ? Do Brás ao Brooklyn! Desta vez, o Grupo trouxe diretamente do Brooklyn, em Nova York, o parceiro perfeito para suas experimentações. A … Continue reading

Clique aqui e leia o post completo.